COXAnautas - Coritiba Eternamente

10

07/11, 11h02 | Bola de Couro | Felipe Rauen

Convicções e uma historinha.

Algumas convicções que o jogo de ontem gerou para mim. Convicções de momento, claro, em futebol quase nada é definitivo.

- Rafael Veiga é craque, pode ter apenas alguns lances de destaque em um jogo, mas eles são brilhantes e decisivos. Bastou se acalmar pela euforia da contratação prometida, ou concluir que se continuasse a tirar o corpo fora das jogadas talvez nem fosse negociado, para voltar a ser aquele jogador que nos deslumbrou.

- Qualquer defesa, considerando os zagueiros que temos no momento, se mostra melhor sem o Lucas Claro.

- O nosso técnico, quando não inventa e escala o time com os jogadores em suas posições de origem, e assim também os substitui, é um bom treinador. Deixando de lado a necessidade de autoafirmação que o acompanha, pode ter bons resultados.

- Benitez é muito bom jogador e, o que é importante, comprometido com a equipe. Parece que gosta de jogar no Coritiba.

- Kleber melhorou muito no que se refere à conduta desleais, mas às vezes dá umas “escorregadelas”. Em razão do seu histórico, os árbitros claramente têm má vontade com ele. Só ele pode mudar esse preconceito.

- Dodô é fraco. Como é muito jovem, talvez possa ser bem trabalhado e se tornar um grande jogador. Mas no momento é o ponto frágil do lado direito.

- Gonzales deve ser o cobrador de faltas. Ninguém na equipe sabe colocar a bola como ele, especialmente pelo lado direito.

- Amaral está bem melhor do que o João Paulo. Não me arrisco a dizer definitivamente que “é” melhor, mas tudo indica que sim e que o João Paulo, mesmo recuperado fisicamente, não terá lugar no time enquanto o Amaral jogar como está jogando. Um alívio.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Historinha.

Em 1969 o Coritiba fez a sua primeira excursão à Europa. Nosso zagueiro central (era assim que se dizia) era o Nico, pessoa simples, de uma raça incomparável, oriundo de Santa Felicidade (quando perguntado onde nascera dizia o nome do bairro e não o da cidade). Jogou no Coritiba por nada menos do que de 1959 a 1971. O diretor de futebol, que acompanhou a delegação, Munir Caluf, era um dos sócios da loja de tecidos denominada Louvre (hoje no local está a loja Marisa).

Pois em Paris o Munir resolveu dar um passeio e dentre os seus objetivos estava o de conhecer o famoso Museu do Louvre. O Nico deu pela falta do diretor de futebol no horário do almoço e perguntou por ele, sendo informado de que fora ao Louvre.

- Puxa, não sabia que o seu Munir tinha uma filial da loja aqui, comentou o simplório e raçudo Nico.

Debate

  • "Cada um com sua opinião, eu acredito que o Dodo será uma grande nome ainda. E quanto as faltas, logicamente que o gringo bate muito melhor que o Juan, mas também temos o Bernardo que não teve oportunidades (a única que teve foi bem)"

    Paulo W. | 09/11, 11h36

  • "Logo haverá propostas para compra do Dodô. Espero que a diretoria tenha olhado com carinho no contrato dele. Lembro do jogo do coxa e a seleção do Brasil numa quarta feira onde perdemos de 2 a 1. Nosso gol feito pelo Valter. NO primeiro tempo jogaram Pelé e Tostão no segundo o Saldanha tirou os dois por causa do Nico. PORQUE será?"

    C. BRUDZINSKI | 08/11, 16h16 | Móvel

    • "1968, eu estava lá."

      B. Felipe Rauen | 08/11, 18h00

    • "Eu também estava com meu pai. jogo a tarde somente não lembrava o ano. Lembrei tambem de um tres a dois no Atlético de Madri, três gols do Valter. Com defesas fantásticas do Joel Mendes."

      C. BRUDZINSKI | 08/11, 19h03 | Móvel

  • "Grande "Nicão"! Gente finissima! Aliás, quem quiser encontrá-lo é só passar pelas imediações da Rua Toaldo Tulio, no São Braz, onde mora. O irmão, Nene, tambem jogava muito. Na sua época era o "becão" que funcionava, dando chutão(!) para tôdo lado e formava com o Béquinha uma dupla quase intransponível (Pelé que o diga)!"

    R. BAHR | 08/11, 09h44

  • "Concordo com quase tudo, Felipe Rauen... Só discordo de sua opinião sobre o Dodô, pois acho que vai ser o futuro dono da camisa 2 da seleção brasileira, obviamente depois que for negociado com algum grande clube estrangeiro. Outra coisa, para mim o Neri Bareiro tem que ser o titular nessa zaga, apesar de reconhecer que o Walison Maia está indo muito bem nos últimos jogos. Por último, acho que a diretoria tem que renovar o quanto antes o contrato do Kléber, pois é realmente um jogador diferenciado e respeitado pelos zqgueiros adversários. Abç"

    Guaraci P. | 08/11, 08h33

  • "O caríssimo Felipe, esqueceu de comentar que o Nico, matava porco com sôco."

    ALVARO A. | 07/11, 23h35

  • Ver todos os comentários (26)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Bolão

Melhores Sócios COXAnautas

21º Jackson M. Jeranoski 269 pts.
30º Disney U. 254 pts.
40º J. Mario 245 pts.
51º Rui Valente 232 pts.
200º VALCIR C. 21 pts.
222º Leopoldo J. 13 pts.
262º Antenor A. 7 pts.

Ver classificação completa

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet