COXAnautas - Coritiba Eternamente

10

29/09, 01h43 | Coração Verde e Branco | João Luiz Albuquerque

Não, eu não acreditava.

Não tenho vergonha de falar, não preciso mentir. Hoje de manhã cheguei a comentar com meus amigos, torcedores do Coritiba que residem aqui em São Paulo, que o clube deveria ter mandado o time reserva e focado no Brasileirão, mas eis que a bola me pregou mais uma peça.

Dois amigos em especial (Jean e Marcel) chegaram a cravar que passaríamos, mas eu, incrédulo não acreditei. Não acreditei em um time desfalcado de seus melhores zagueiro e atacante e de uma meia de muita qualidade. Não acreditei em um time que foi completamente envolvido pelo adversário na primeira partida. Não acreditei em um time que se mostrou extremamente imaturo na primeira partida e que eu apostava que iria tremer frente ao estilo de torcer do time Argentino, e eu, que acredito em disco voador, fantasma e até no Monstro do Lago Ness, acho que nunca estive tão feliz em estar tão redondamente enganado.

Jogando com 4 atacantes, o Coritiba, diferentemente do que eu esperava, jogou de igual para igual contra o Belgrano, mas em uma pixotada da zaga acabou tomando um gol de bicicleta.

Com o gol, o Coritiba melhorou ainda mais (e foi neste momento que passei a acreditar no Coritiba, realmente senti que dava para a gente se classificar). Suarez, maestro do time argentino foi simplesmente anulado por João Paulo, e isso facilitou muito nossa missão. Com Kazim na frente segurando os zagueiros, Iago infernizando pela ponta e fechando pelo meio e Juan na lateral, o Coritiba chegou ao empate no fim do primeiro tempo e virou a partida no segundo tempo.

Com o placar revertido o timer argentino ficou engessado e o Coxa se tornou patrão do jogo, mas como o amigo leitor já sabe, a classificação foi decidida nos pênaltis com duas defesas de Wilson, que vinha sendo duramente criticado durante a semana, inclusive por mim, pela falha no primeiro gol contra o Palmeiras, pela falha no segundo gol do Belgrano e algumas outras.

O que é importante destacar?
Novamente cito uma frase que Carpegiani gosta muito de pronunciar nas coletivas: “o futebol e a imposição de um estilo de jogo sobre o outro”, e hoje o dele foi superior, tendo inclusive em alguns momentos, especialmente após o segundo gol, engolido o time adversário.

Dois gols em bolas cruzadas. Porque isso é importante? Simples, até pouquíssimo tempo atrás, bola alçada na nossa área era um desespero, hoje estamos mais tranquilos e somos muito perigosos nas jogadas aéreas;

Comprometimento tático do time, que mesmo tomando o gol, não perdeu a forma;

Maturidade apresentada frente a 60 mil torcedores rivais, algo que não ocorreu na partida do Couto Pereira, quando jogamos assustados e pressionados;

Premiação, que vai nos ajudar muito, especialmente a resolver um problema que se acercava;

Carpegiani. Quem diz que treinador não ganha jogos, deveria assistir as partidas do Coritiba deste ano e comparar as eras Kleina e Pachequinho com a atual;

Fim do setembro negro (sim, sou supersticioso e acredito nessas coisas também).

O que vem agora?
Primeiramente temos o América/MG, lanterna do campeonato, mas não se iludam, o jogo não será fácil. O time mineiro vem pra Curitiba sabendo de sua situação e que empates não bastam mais, e vai querer engrossar para o nosso lado.

Esse é um jogo chave, TEMOS QUE VENCER DE QUALQUER MANEIRA, nada de coxisse, nada de Viagra verde, nada de ressuscitar morto, nada de fazer boa ação e ser o Robin Hood. É vencer e sacramentar o coelho na Série B, sem dó nem piedade.

Já pelas quartas de final da Sul-Americana, vamos pegar o campeão da Copa Libertadores, o perigoso a. Nacional, da Colômbia, com a primeira partida sendo disputada na casa do adversário. Eu preferia jogar a primeira em casa, garantir um bom placar no Couto e viajar com mais tranquilidade, mas a tabela é essa.

Para finalizar; como disse meu amigo Jean, na manhã desta quarta-feira: “hoje será um dia histórico”, e foi. Agora é trabalhar para poder seguir sonhando e quem sabe, conquistar a América do Sul.

Eu estou postando esse texto, perto das duas da manhã, não consigo dormir, acordei o prédio, senão a quadra toda, e pior, minha esposa e minha filha. Óbvio que vou dormir no sofá por um bom tempo depois dessa, mas valeu a pena, no final, acho que não acreditar tornou a surpresa ainda mais incrível. Que venham muitas mais.

Saudações Sempre Alviverdes.

Debate

  • "É joão todos nós de vez enquando temos que fazer mea culpa. Em se tratando de futebol, tudo muda rapidamente, e as vezes somos surpreendidos com belas surpresas, como o que aconteceu ontem dia 28 de setembro. A maioria dos coxas estava pessimista, mas dizem os radialistas que viajaram com a delegação coxa que entre eles havia um clima de que iam ganhar este jogo. Que eles façam o mesmo pacto para este final de campeonato brasileiro, ainda dá para libertadores, ou então, quem sabe, outras surpresas, ganhar do A. Nacional de Medelin e ser campeão da Sulamericana, EU ACREDITO."

    Eli P. | 29/09, 20h59

  • "Verdade. Pelo que o time jogou aqui, e pela dureza que em sido o brasileirão a maioria não acreditava mesmo.

    Mas ontem foi um jogo aguerrido e um time muiiiiiitooooo diferente do que vinha sendo.

    Destaque NERY BAREIRO. Menção para Wilson, Leandro. E um cara que vem crescendo pois tem entrado todo jogo é o Gonzalez."

    Gerson Lima | 29/09, 18h14

  • "Eu também não acreditava, nobre colunista. Nos classificamos e cousa e lousa na sula e virão na sequência mais alguns 'caraminguás' importantes para o caixa do clube, mas ao meu ver, passada essa euforia, o foco deve ser redirecionado e com seriedade para o brasileirão, acorda diretoria, segunda-feira tem jogo contra o lanterna no Couto Pereira.
    Bom continuar na sul-americana melhor ainda permanecer na primeirona caseira.
    SAV"

    J. Mario | 29/09, 16h42

  • "Foi assim, 3 horas antes do jogo eu já estava lá, pulando, cantando, sentindo as vibrações positivas que cercavam o Couto Pereira, muitos ali presentes, empolgados como eu, faziam da Mauá uma rua de fogos, de brilho de barulho e de esperança. Aos poucos a multidão ia chegando e aumentando o espetáculo.

    Alguns que não entendiam aquilo me perguntavam... Você é louco, porque torcer assim por um time de Futebol?

    Não só fazíamos a festa no lado Verde como também fomos recepcionar o adversário do lado Azul, trocamos camisas, moedas, sorrisos e festejamos juntos a magia que cerca o Futebol. Argentinos e Brasileiros, eternos rivais no futebol, mostrando que rivalidade não é inimizade, mostrando que é possível fazer festa juntos, desde que o respeito prevaleça.

    Algumas pessoas me perguntando... Que loucura é essa? Esse time paga seu salário? Nem sabem que você existe.

    Já no jogo víamos uma arquibancada pesada, cheia, com muita festa dos dois lados, bandeiras, sinalizadores, gritos, aplausos e muita disposição para cantar. De um lado a torcida do Coxa, mostrando como sempre que em Curitiba és Soberana, do outro lado a Torcida do Belgrano, uma torcida apaixonada que acompanhava seu time pela primeira vez na história um jogo fora de seu país, lotaram seu espaço e completaram o Couto Pereira.

    Alguns outros ainda zombavam... Ai vai lá e perde, e acabou a ?festinha?.

    Em campo tudo foi diferente, um Coritiba apático, desmotivado, cansado e parecendo sem vontade, era dominado pelo Time Belgrano que logo abriu o placar. Não conseguíamos reagir, totalmente perdidos e baleados. Pênalti perdido, tomamos o segundo gol e não se ouvia mais o lado Verde da arquibancada, somente a festa frenética do lado azul do estádio. Mais um pênalti batido e dessa vez convertido, mal sabíamos que aquele gol seria fundamental para a segunda parte da história. Assim terminava a partida.
    Atordoados, a torcida Alviverde sairá da arquibancada cabisbaixa e fria, diferente de como entrará naquele dia.
    Assim acabara a primeira parte da história, derrotados, desacreditados e desdenhados. Assim fomos pra casa, reviver e lembrar de todos os detalhes dessa partida, até que se inicie o jogo de volta na Argentina.

    Alguns fecharam minha noite falando... Viu? Pra que tanta festa e tanta empolgação? Não vale a pena..."

    Thiago Lopes Affonso | 29/09, 12h59

  • "Grande reação e recuperação. Agora, na SULA, já estamos no lucro. A próxima partida é pelo brasileirão, aqui no Couto. Mesmo valorizando o adversário, o nosso amado Coxa tem de agregar os três pontos para manter a eficiência no campeonato nacional. Avante, Coxa, e goooools neles!"

    João B. | 29/09, 10h41

  • Ver todos os comentários (14)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

O foco deste blog será o de oferecer ao leitor um espaço para discussão de temas, alegres, saudosistas e polêmicos. Uma conversa entre amigos, um papo por vezes descontraido e em outras incisivo, mas sempre apaixonado e com o mesmo tema, o amado Coritiba Foot Ball Club.

O Autor

Curitibano radicado em Santos, João Luiz é também conhecido por seus amigos como Johnny Coxa ou simplesmente Coxa. Começou a frequentar o Couto Pereira aos 6 anos de idade, na época levado pelo pai, e não parou mais, atualmente procura sempre carregar a família e amigos para o Alto da Glória.

Bolão

Melhores Colocados

Mariana T. 47 pts.
Valdir T. 44 pts.
Leandro R. 41 pts.
Selma R. 40 pts.
Sergio Garcia dos Martires 39 pts.
P. Stonoga 39 pts.
Andre T. 38 pts.
Rubens J. 38 pts.
VALCIR CAMARGO 37 pts.
10º Luiz Alberto Bulgarelli Girão 36 pts.
11º vanessa n. 35 pts.
douglas n. 35 pts.
Maria N. 35 pts.
Simone N. 35 pts.
Suzana F. 35 pts.
Amos S. 35 pts.
Valdir 35 pts.
Diogo N. 35 pts.
Daniel N. 35 pts.
20º nancy m. 34 pts.
21º Rossano Kohut H. 34 pts.
Marcela S. 34 pts.
23º Vitor Guedes 33 pts.
24º Alysson Delalibera 33 pts.
25º Walter Carvalho 33 pts.
26º CARLOS B. 32 pts.
27º Edil Macedo dos Santos 32 pts.
28º Adailton S. 31 pts.
29º R. BAHR 31 pts.
30º Rui Valente 30 pts.
31º adonias rosa 28 pts.
32º v. j. cruchelski 28 pts.
33º neusa m. 27 pts.
34º Adriano B. 26 pts.
35º J. Gabardo 26 pts.
36º Paulo Silva 25 pts.
37º Persio F. 24 pts.
Neusa M. 24 pts.
39º Denilson M. 23 pts.
40º Renan Lourenço 23 pts.
41º cleverson k. 23 pts.
42º Gerson Lima 23 pts.
Maicon André Mariano 23 pts.
Maria Luiza K. 23 pts.
45º Ido M. F. 23 pts.
46º Luiz Rodriguez 22 pts.
Wagner Cancela 22 pts.
48º Cristian C. 22 pts.
Fábio Silva 22 pts.
ido n. 22 pts.
Vicente G. 22 pts.
52º Antonio Alvaredo Filho 21 pts.
Admir 21 pts.
54º L. Comeli 21 pts.
55º ANTONIO W. SILVA 19 pts.
56º J. Mario 19 pts.
Joilson S. 19 pts.
Sinevaldo 19 pts.
Vera M. 19 pts.
60º Bruno H. 17 pts.
61º guilherme panini 15 pts.
Luis Henrique R. 15 pts.
63º Andreo S. 14 pts.
64º Ademir Carlos p. 14 pts.
65º Silvio G. 12 pts.
Fabio F. 12 pts.
67º Marlon R. 12 pts.
Ricardo Moro 12 pts.
L. J. Pianaro 12 pts.
70º Jair F. 12 pts.
71º Wagner W. 11 pts.
72º Antonio B. 10 pts.
73º Marcelo Carneiro 10 pts.
74º Bruno Velasques 9 pts.
Alessandro K. 9 pts.
76º Carlos A. B. G. 8 pts.
77º Thiago G. 8 pts.
Marlon Souza 8 pts.
79º R. Lucas 7 pts.
80º Sandro F. 7 pts.
antonio marcos 7 pts.
O. Yossafat 7 pts.
Carlos H. Pereira 7 pts.
84º Marcelo S. 7 pts.
85º everton o. 6 pts.
86º Ricardo Guiraud 6 pts.
B. Barbosa 6 pts.
88º Adriano S. 5 pts.
Leonardo S. 5 pts.
Willian Stival 5 pts.
Marcelo Vrena 5 pts.
92º Cicero G. 5 pts.
Jackson Nogueira 5 pts.
94º Joao F. 4 pts.
Luiz K. 4 pts.
96º Antonio B. 4 pts.
andre junior 4 pts.
Rômulo S. 4 pts.
99º R. L. Zanetti 3 pts.
valdeci s. 3 pts.
Eduardo Discher 3 pts.
Luiz Franco 3 pts.
103º Marco s. 3 pts.
José S. 3 pts.
Marlon Marlon 3 pts.
Daniel G. 3 pts.
Sanderson S. 3 pts.
Nelson P. 3 pts.
Alexander M. 3 pts.
Jackson Haverroth 3 pts.
111º Rafael B. M. 2 pts.
Antonio W. Silva 2 pts.
113º Carlos M. 1 pts.
Sandro S. 1 pts.
rafael rafael 1 pts.
Rosi S. 1 pts.
Allana O. 1 pts.
119º Gilberto J. 0 pts.

Ver classificação completa

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet