COXAnautas - Coritiba Eternamente

4

10/02, 09h42 | Elizeu | Elizeu

E a "10"

Jogar toda a responsabilidade da criação de jogadas em cima de um único atleta não é o mais indicado, não é o mais plausível e não se pode querer a todo instante que apenas o "10" crie jogadas.

O "10" não joga sozinho. Além do "10" existem mais 10 atletas em campo.

Claro que pela cultura do futebol brasileiro e pela "10" ter sido marcada e permanecer cultuada até hoje em função de Pelé, Zico e outros tantos "gênios" da bola terem usado normalmente a "10", espera-se muito do "10".

Alguns clubes estão até mesmo abolindo a camisa "10" e nenhum atleta a veste, justamente para que esse atleta não fique sobrecarregado com as cobranças exageradas da mídia, da torcida e até da própria Comissão Técnica e Diretoria.

Claro que o "10" é aquele jogador mais clássico, mais talentoso, mais habilidoso, mais técnico ou seja lá qual for o termo que se queira usar e por isso seria o "10" teoricamente que teria mais condições, mais potencial para abastecer o ataque criando jogadas ora de efeito, ora inteligentes e em algumas vezes até inesperadas que surpreendem o próprio torcedor e principalmente os adversários.

Fato é que nada impede que o "8", o "2", o "6", o "7", o "11" ou até mesmo o "9" ou o "5" criem jogadas que possam redundar em gol.

Acho que essa cobrança exagerada em cima do "10" prejudica o próprio atleta como também o time e o elenco. Como escrevi, o "10" normalmente quando veste a camisa "10" em função da cultura criada há anos no futebol brasileiro onde todos acostumamos ver um Pelé, um Zico, vestindo a "senhora 10"(a "dez"), é mais cobrado no quesito criação de jogadas.

Marinho Chagas que esses dias faria aniversário caso estivesse vivo, como lateral esquerdo descia por aquele lado e colocava os adversários em cheque, as defesas oponentes tinham mesmo antes do início do jogo a preocupação de que por ali iria vir um loirinho bom de bola e capaz de fazer miséria pelo lado esquerdo do campo mesmo sendo destro. E se ele resolvesse cair para o meio com a bola, que dó dos adversários.

No Brasil nós tínhamos craques em profusão em diversos clubes de Norte a Sul e ver um Clodoaldo por exemplo mesmo como volante conduzindo a bola, driblando adversários, chutando em gol e fazendo gols, tanto de chutes de fora da área quanto quando entrava driblando ou tabelando na área dos adversários não era tão raro assim.

Hoje os poucos "gênios" que surgem aqui no Brasil com 19 anos ou até menos, já estão atuando em clubes da Europa, por exemplo. Vejam o caso do Gabriel Jesus. E ele só não foi antes porque seguraram o rapaz para ele concluir o Brasileirão 2016 jogando pelo Palmeiras. O Palmeiras não foi Campeão Brasileiro até com certa "folga" de graça. Gabriel Jesus é um fenômeno e não se surpreendam se dentro de 1 ou 2 anos ele for considerado o "melhor" jogador do planeta.

Mas e porque resolvi escrever sobre o "10".

No Coritiba de hoje pede-se muito por esse jogador, por esse camisa 10. Tudo bem, sabemos, tem que ter um "10" mesmo que ele nem use a jaqueta nº 10. Mas não dá para cobrar criação de jogadas só do "10".

Daniel por exemplo está sendo contratado e justamente para executar a função de criar jogadas. Mas se somente o Daniel for responsabilizado por isso e somente ele fizer isso vai ficar complicado(quer dizer mais complicado do que já está é difícil, mas dizem que não tem nada ruim que não possa piorar). Como já escrevi o "2", o "6", o "7", o "8", o "11" podem também criar jogadas. Não tem nada escrito de que esses jogadores que usam as outras jaquetas diferentes da "10" não podem criar jogadas.

O Ruy por exemplo, ele bateu muito bem o escanteio que resultou no gol do Coritiba, o único da partida no empate que propiciou ao Coxa passar de fase na Copa do Brasil. E 1 ou 2 minutos depois daquele escanteio, ele, Ruy, bateu outro escanteio muito bem que até poderia ter redundado no 2º gol do Coritiba frente ao representante baiano. E Ruy andou enfiando umas bolas para os atacantes que não souberam aproveitar.

Ruy não é uma sumidade mas não é um mal jogador. Claro que jogar no Operário de Ponta Grossa(com todo respeito aos pontagrossenses, até porque quando lá joguei fui muito bem recebido e acolhido e gostei muito de ter vestido a camisa do Operário durante um hexagonal final -atuei nos 10 jogos desse hexagonal final pelo Operário, ora usando a "8", ora usando a "10" - até dia desses encontrei o Osiris Nadal e ele me comunicou que naquele ano faturei o troféu de craque do ano de Ponta Grossa mesmo jogando só 10 jogos, eu nem sabia, mas claro, fiquei muito feliz e Nadal ficou com meu fone para marcarmos a entrega desse troféu/aqui cabe um parênteses - alguns gostam de saber dessas estórias e outros acham que não tem nada a ver escrever essas coisas por aqui nesse espaço) e atuar no Coritiba, por circunstâncias que todos sabemos quais são, é bem diferente, muito diferente. Mas Ruy na final do Paranaense quando o Operário foi Campeão Regional em 2015 e no placar agregado fez 5 X 0 no Coritiba(2 X 0 em Ponta Grossa e 3 X 0 em Curitiba), jogou muito. Mas lembro que o Operário não dependia apenas do Ruy. Ninguém desaprende jogar futebol da noite para o dia. O Operário tinha 2 homens que jogavam aberto na frente, um volante bom, 2 alas que não eram uma Brastemp mas que faziam bem o que lhes cabia e que ora ou outra desciam ao ataque até com certa qualidade, um outro meia que também criava boas jogadas. Então vejam, um time, um elenco não pode depender apenas e tão somente do "10" na criação de jogadas.

Voltando ao Daniel. É um atleta jovem e que ainda não tem "aquele" curriculum, mas dizem ser "bom de bola". Na verdade é uma aposta, pois o rapaz pode vir aqui e deslanchar, encher nossos olhos e ajudar o Coritiba a conquistar muitas vitórias, como...

Então, claro, Daniel se vestir a "10" coxa-branca terá que buscar criar jogadas, mas insisto não deve ou não deverá ser somente o Daniel(ou o Ruy ou até outro), o nº 10, o(s) único(s) responsável(eis) pela criação de jogadas. Um time tem "11" atletas, no nosso tempo um elenco tinha "23, 24 ou 25" jogadores, hoje normalmente os elencos possuem 32, 35 ou até 40 atletas, e todos, cada um desses atletas deve dar a sua contribuição nas quatro linhas e inclusive nos vestiários. Assim entendo que cobrar exageradamente do "10" é injusto e chega a prejudicar o próprio atleta e todo o grupo. Vamos cobrar sim do "10", claro, mas não nos esqueçamos de cobrarmos de cada um dos atletas que compõem o atual elenco do Coritiba. Repito, a criação de jogadas, problema nº 1 do Coxa atualmente e já de alguns longos anos, é responsabilidade de todos os atletas alviverdes. Ano passado por exemplo o zagueiro gremista, o Geromel(ou seria Jeromel), pegou a bola lá no campo de defesa e desceu com ela pelo lado direito do gramado, driblou uns 2 adversários e efetuou um cruzamento milimétrico que resultou em um gol do tricolor gaúcho.

E a "10"?

Debate

  • "Quem defende um jogador como o Ruy não pode gostar da Instituição Coritiba....
    Ter o Ruy e Thiago Real como "opções" de armadores é uma PIADA de mau gosto...
    É brincar com a cara do torcedor...."

    Marcos B. | 11/02, 14h52

    • "Não é questão de defender o Ruy. Temos que ser realistas e conforme escrevi no texto. Ruy não é uma sumidade, mas é o que temos para o momento e queiram ou não frente ao Vitória da Conquista foi dele a cobrança de escanteio que originou o gol que fez com que o Coxa passasse de fase na Copa do Brasil. Um ou dois minutos depois do gol alviverde, Ruy cobrou novo escanteio que poderia, se fosse bem aproveitado, ter redundado no 2º gol do Coxa. O golzinho salvador surgiu da cobrança de escanteio do Ruy e em algumas outras oportunidades contra o VC Ruy colocou os atacantes em boas condições para finalizarem mas as finalizações não saíram de acordo. Como escrevi Ruy não é uma sumidade, mas não temos outro meia que tenha rendido mais que ele em 2017. Vamos ver se Daniel emplaca porque se Daniel não emplacar nosso ano será mais uma vez sofrível. Aliás o Coritiba precisa de mais um meia além de Daniel e mais laterais. É isso coxa-branca Marcos B. Abraços. S A V"

      Elizeu N. | 11/02, 22h47

    • "Verdade Elizeu e parabéns atrasado pela conquista, se bem que nem você sabia rsrsrs."

      Luso J. | 12/02, 00h33 | Móvel

  • "E O DANIEL PASSOU NOS EXAMES? Não vi a confirmação dele no site do coritiba.
    Passou por duas cirurgias complicadas.
    Vai jogar ou ficar no Dm?
    Depender de um único jogador com esse currículo de lesões é burrice.

    Em relação ao ruy que veio de time pequeno não significa nada. O problema dele são as "baladas".

    Esse Ricardinho do paranada que jogou pelo foz é bom jogador.

    Acho que Matias Suarez ainda vem.
    Daí a conversa é outra.
    Vai ficar faltando um xerife na zaga."

    luiz p. | 11/02, 11h33 | Móvel

  • "Elizeu, para o onze atuar assim, a formação do grupo tem de favorecer. Neste momento, o Coritiba tem problemas nas laterias, no meio da defesa, e na ligação da defesa e de coordenação do ataque. Concordo que a camisa dez por si só nada altera. Porém, as contratações básicas para as diversas funções com deficiência são necessárias. Outro detalhe. O Dodô está sempre na seleção sub qualquer coisa. Não temos substituto para o jogador. As improvisações não têm dado certo. Assim, contratar é a única solução, já que no plantel, inclusive da base, não temos soluções. Até pelas limitações do elenco, a convocação de qualquer jogador atrapalha tanto quanto as lesões. Concordo que o número dez não importa. Contudo, o elenco tem de ser organizado para todo o calendário da temporada. E as carências têm de ser localizadas e solucionadas. Não conheço o Daniel porém, sem dúvida, é a esperança de um reforço para o elenco. Mesmo assim, precisamos urgente de mais para o setor, porque uma andorinha só não faz verão. Provérbio que se aplica a todas as posições do time. De momento, vamos como vamos. E classificamos. Avante, Coxa!"

    João B. | 11/02, 11h05

  • "E o Alan Santos já voltou para o DM. E o Edinho será titular..."

    Admir | 11/02, 06h42

  • "Só Daniel não basta, precisamos de 2 ou 3 articuladores no meio campo, para servir de garçom lá na frente, municiar Kléber e cia. Ai sim a coisa engrena."

    Adriano Souza | 11/02, 01h58 | Móvel

  • Ver todos os comentários (29)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

Esse espaço destina-se oferece à nação Coxa-Branca. Um raio x do alvi-verde paranaense, proporcionando a oportunidade de se ter uma análise criteriosa do rendimento do Verdão do Alto da Glória.

O Autor

Elizeu iniciou nas categorias de base do COXA no ano de 1977, conquistando os títulos de CAMPEÃO, BI-CAMPEÃO e TRI-CAMPEÃO da Copa Tribuna, fazendo parte da Seleção Paranaense de Júnior. Na sequência foi profissionalizado, tendo a honra e a alegria de ter feito parte do elenco campeão brasileiro de futebol em 1985.

Bolão

Melhores Colocados

Mariana T. 59 pts.
Valdir T. 56 pts.
VALCIR CAMARGO 55 pts.
Sergio Garcia dos Martires 55 pts.
P. Stonoga 55 pts.
Daniel N. 53 pts.
Leandro R. 51 pts.
Rossano Kohut H. 51 pts.
Diogo N. 50 pts.
douglas n. 50 pts.
Maria N. 50 pts.
vanessa n. 50 pts.
Alysson Delalibera 50 pts.
Simone N. 50 pts.
Suzana F. 50 pts.
Amos S. 50 pts.
17º Andre T. 50 pts.
18º Rubens J. 48 pts.
19º Valdir 47 pts.
20º Selma R. 46 pts.
21º Luiz Alberto Bulgarelli Girão 46 pts.
22º R. BAHR 46 pts.
nancy m. 46 pts.
24º Edil Macedo dos Santos 46 pts.
25º CARLOS B. 44 pts.
26º Vitor Guedes 42 pts.
Adailton S. 42 pts.
28º Marcela S. 42 pts.
29º Walter Carvalho 41 pts.
30º Rui Valente 38 pts.
31º v. j. cruchelski 37 pts.
32º adonias rosa 36 pts.
33º Persio F. 36 pts.
34º Adriano B. 35 pts.
35º Neusa M. 34 pts.
36º J. Gabardo 33 pts.
37º Maria Luiza K. 33 pts.
38º Paulo Silva 33 pts.
Fábio Silva 33 pts.
40º Antonio Alvaredo Filho 32 pts.
Admir 32 pts.
42º Gerson Lima 32 pts.
neusa m. 32 pts.
44º cleverson k. 31 pts.
45º ido n. 31 pts.
46º Vicente G. 30 pts.
47º Ademir Carlos p. 30 pts.
Ido M. F. 30 pts.
49º L. Comeli 29 pts.
50º Maicon André Mariano 28 pts.
J. Mario 28 pts.
52º Sinevaldo 27 pts.
53º Bruno H. 27 pts.
54º Luiz Rodriguez 26 pts.
55º Joilson S. 26 pts.
56º Renan Lourenço 25 pts.
57º Vera M. 25 pts.
58º Wagner Cancela 24 pts.
59º Cristian C. 24 pts.
60º Denilson M. 23 pts.
61º Luis Henrique R. 23 pts.
62º Carlos A. B. G. 21 pts.
63º O. Yossafat 19 pts.
64º ANTONIO W. SILVA 19 pts.
65º Andreo S. 18 pts.
66º Wagner W. 16 pts.
67º guilherme panini 15 pts.
68º Marlon R. 15 pts.
69º Alessandro K. 15 pts.
70º Carlos H. Pereira 14 pts.
R. Lucas 14 pts.
72º L. J. Pianaro 14 pts.
73º Marcelo Carneiro 13 pts.
74º Marlon Souza 13 pts.
Jair F. 13 pts.
76º Silvio G. 12 pts.
Fabio Faria 12 pts.
78º Ricardo Moro 12 pts.
79º Antonio B. 10 pts.
Gilmar F. Chagas 10 pts.
81º Bruno Velasques 9 pts.
Daniel G. 9 pts.
83º Oetli Mello 8 pts.
Thiago G. 8 pts.
Adriano S. 8 pts.
86º Marcelo S. 8 pts.
87º antonio marcos 7 pts.
Sandro F. 7 pts.
89º everton o. 6 pts.
90º Alex M. 6 pts.
B. Barbosa 6 pts.
Ricardo Guiraud 6 pts.
93º Leonardo S. 5 pts.
Willian Stival 5 pts.
Marcos José 5 pts.
Marcelo Vrena 5 pts.
97º Jackson Nogueira 5 pts.
Cicero G. 5 pts.
99º guilherme c. 4 pts.
Joao F. 4 pts.
T. Filus 4 pts.
Luiz K. 4 pts.
103º Rômulo S. 4 pts.
Antonio B. 4 pts.
andre junior 4 pts.
Marco s. 4 pts.
107º Luiz Franco 3 pts.
R. L. Zanetti 3 pts.
Eduardo Discher 3 pts.
valdeci s. 3 pts.
111º José S. 3 pts.
Jackson Haverroth 3 pts.
Marlon Marlon 3 pts.
Josley D. 3 pts.
Sanderson S. 3 pts.
Alexander M. 3 pts.
Nelson P. 3 pts.
118º Antonio W. Silva 2 pts.
Rafael B. M. 2 pts.
120º Rosi S. 1 pts.
Phillipe B. 1 pts.
rafael rafael 1 pts.
Carlos M. 1 pts.
Luiza O. 1 pts.
Sandro S. 1 pts.
Rodrigo G. 1 pts.
Allana O. 1 pts.
129º Gilberto J. 0 pts.

Ver classificação completa

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet