COXAnautas - Coritiba Eternamente

7

07/12, 11h11 | Falando de Bola | Ricardo Honório Alves

Dissertando

Hoje a noite a Chapecoense faria no Couto Pereira, a partida de volta das finais da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, da Colômbia.

Mas a noite que era para ser de festa, verde e branca com certeza, deu lugar a um culto ecumênico no Couto Pereira em homenagem a todos aqueles que estavam no trágico vôo que levava a delegação da Chapecoense para Medellín.

É noite de deixar a rivalidade de lado, os gritos de guerra das organizadas de lado, e em uma só voz homenagear aqueles que partiram de forma inesperada.

Força Chape, o povo brasileiro torce pela sua recuperação!



O COXAnautas elaborou um editorial sobre o elenco de 2016 e as principais carências para a próxima temporada.

Como em uma sociedade democrática, sempre existem opiniões contrárias e favoráveis ao que foi escrito.

A equipe do COXAnautas, com sua imparcialidade, característica presente no portal, procurou fazer uma análise mais racional possível sobre os atletas que fizeram parte do elenco nesta temporada.

No elenco atual, são poucos aqueles que agradam a todos. Talvez hoje apenas Wilson, Juninho e Kleber sejam unanimidade entre os torcedores Alviverdes.

Mas um clube não pode manter apenas três jogadores e sair contratando por aí um time inteiro em pouco tempo. Foi-se o tempo em que isso acontecia. Aliás, isso ainda acontece em alguns time. O Paraná Clube é um exemplo disso, mas as últimas temporadas paranistas mostram que esse não é o melhor caminho.

Apesar dos resultados nada favoráveis em 2016, o Coritiba tem uma boa base. O time melhorou sensivelmente depois da chegada de Carpegiani, e jogadores que não vinham sendo constantemente utilizados, passaram a desempenhar um bom futebol depois da chegada do treinador.

E por isso que a renovação de Carpegiani foi uma grande bola dentro da diretoria, pois nada melhor do que o treinador para saber se um Leandro, um Juan, um João Paulo, um Thiago Lopes, um Amaral, um Cesar Benitez, um Nery Bareiro, um Cesar Gonzalez ainda servem para o Coritiba.

O torcedor é passional, e quer sempre ver seu time disputando títulos. Aliás, o torcedor Alviverde está cansado de ver o seu time lutar por nada, e isso acaba influenciando nas opiniões sobre determinados atletas.

É óbvio que nós do COXAnautas gostaríamos de ver o Coritiba lutando para contratar grandes jogadores do futebol brasileiro. Mas hoje isso é muito impossível de acontecer. Qualquer jogador, por mais mediano que seja, que se destaque em alguma equipe, logo é disputado pelos chamados grandes do futebol brasileiro.

O Palmeiras é um exemplo desta ferocidade em disputar um jogador. Raphael Veiga é um exemplo. Outro exemplo é o atacante Keno, que fez um bom campeonato brasileiro pelo Santa Cruz, e que há dois anos foi dispensado do Paraná Clube por deficiência técnica.

Não podemos fechar os olhos em relação a torcida do Coritiba, para quem nenhum jogador presta.

Victor Ferraz não servia aqui. Foi para o Santos onde é titular absoluto e para alguns merece vaga na seleção brasileira. Gil era outro que sofria com as críticas por aqui, mas desde que foi embora para a Chapecoense, o Coritiba não encontrou um volante que no mínimo jogasse o mesmo que ele.

Por isso, que para os editores do COXAnautas, jogadores como Leandro, Amaral, Juan, João Paulo, entre outros ainda podem ser úteis para compor um elenco que terá muitas partidas durante a temporada.

Se a diretoria for cirúrgica em algumas contratações, o Coritiba tem condições de fazer um 2017 bem diferente do que aconteceu nos últimos anos.

O duro seria ter que dispensar todo mundo e contratar um time inteiro. Aí sim seria começar do zero, e quem sabe o destino final poderia ser a Série B.

Saudações Alviverdes
Ricardo Honório

Debate

  • "A torcida Coxabranca me enche de orgulho, mas existem alguns que por favor! Reclamam de tudo, do presidente ao preparador fisico, o cara erra um passe a torcida pega no pe do cara. Tem que ser bom de bola, habilidoso, mas nao pode ser baladeiro, tem que ter raca, mas nao pode tomar cartao amarelo, tem que ser guerreiro, mas nao pode ser quebrador de bola, tem que ter lideranca, mas nao pode rachar elenco, etc. Inumeros foram os jogadores que passaram pelo COXA que foram queimados pela propria torcida. Nem vou citar nomes, todos sabem. O proprio Alex reconheceu que a torcida do COXA pode ser muito chata as vezes. E convenhamos, a torcida reclama demais, nem vai aos jogos, media de publico baixissima. Nem sabe os nomes dos jogadores, suas posicoes, suas qualidades especiais, ou suas principais carencias, mas sabem que se o tal jogador errar uma finalizacao vai poder xingar a vontade, exorcizar seus demonios da vida cotidiana. Se a pessoa precisa ir ao estadio para xingar o proprio time, jogadores que vestem a camisa de seu time amado, estamos ferrados. Todos queremos um CORITIBA forte, brigando pelas primeiras colocacoes da serie A, campeao do paranaense, chegando em competicoes internacionais, mas sem comparecer ao estadio, fica dificil, ultimamente so tem ido ao Couto para ver atleTIBA ou curintia. Lembro de um jogo pela segunda divisao, se nao me engano contra o marilia, tinha um tal de gadelha que jogava muita bola, entao, neste jogo tinha 43 mil torcedores do CORITIBA, onde andam estes torcedores? Ta na hora de ver o COXA como uma diversao, a melhor diversao do mundo, sem deixar de ser critico quando preciso. Esses caras que falam que pagam mensalidade de socio e por isso merecem um 'produto' de qualidade, sao no minimo hipocritas, porque pagam 6 meses de impostos e recebem uma banana do governo. Se nao podem pagar os tais 100 reais por mes para ver o time JOGAR, que nao paguem. Entao, seria mais ou menos assim, torcer, torcer,torcer, chorar, rir, aplaudir, gritar, xingar(adversario)e sair do COUTO PEREIRA contente e realizado por mais uma chance de ver seu time jogar. So isto deveria ser suficiente. Ver seu time JOGAR! O COXA acima de todos os outros clubes de futebol, mas a vida tem que ser maior do que um passe certo ou errado. SAV
    PS teclado sem acento."

    Rafael S. | 10/12, 20h20

  • "Torcida, o Coritiba conseguiu manter a primeira divisão, com o percentual de aproveitamento, no segundo turno, de cinquenta por cento. Portanto, este elenco tem apresentado eficiência, apesar das duras críticas. Acredito que, com contratações pontuais, o grupo pode ter a temporada vindoura, com aproveitamento de cinquenta por cento. Porém, o elenco tem a necessidade de contratações pontuais, acabando com as improvisações. A diretoria, com calma, tem de encontrar as decisões corretas. O Kleber, inconformado na última partida com o resultado, manifestou a direção quando afirmou que o planejamento da próxima temporada tem de ser melhor. Correto, o experiente jogador. Afinal, nesta temporada, muitas as improvisações, demais até, e sempre em prejuízo do grupo, que tinha de realizar mais esforços para compensar as deficiências."

    João B. | 08/12, 10h52

  • "Será que o Thiago Galhardo ,pretendido pelo Santos,não teria lugar nesse elenco?"

    Ezequiel S. | 07/12, 19h58

    • "Nem tem mais ambiente por aqui, com o clube e a torcida. Melhor vender logo!"

      Admir | 08/12, 06h22

  • "A linha de pensamento mais equilibrada e próxima da realidade é esta mesma apresentada no editorial, Ricardo. Será preciso muito garimpo e incisões cirúrgicas como bem falou por parte da diretoria para remontar o time. A esperança é que a presença do Carpegiani indique um norte que nos faltou ano passado na montagem do time de 2016. SAV!"

    Thiago G. | 07/12, 18h32

  • "De fato não temos condição de montarmos um novo elenco. Nessa linha, é razoável e recomendável aproveitarmos os atletas mais regulares ou que demonstraram potencial para evoluir."

    Tadeu A. | 07/12, 16h26

  • Ver todos os comentários (13)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

O Blog "Falando de Bola" é comandado pelo estudioso do futebol Ricardo Honório, e visa abordar tudo que envolve o mundo da bola, focando, claro, no Coritiba. Adversários, tendências do futebol atual, táticas, mercado da bola, futebol internacional e tudo que estiver ligado ao tema você encontrará nesse espaço, que tem o objetivo de ser uma verdadeira "arquibancada virtual", onde o assunto é sempre ela: a bola.

O Autor

Ricardo Alexandre Honório Alves, mais conhecido como Ricardo Honório, 40 anos, funcionário público federal. Coxa-Branca desde 1975, tem como maior ídolo o craque Tostão, maior jogador que viu jogar com a camisa Coxa. Louco por futebol desde criança, tinha como hobby colecionar figurinhas e a Revista Placar, além da leitura diária de jornais esportivos. Com isso desenvolveu o gosto por acompanhar tudo que envolvia futebol e não apenas o Coritiba, o que o tornou Colunista do COXAnautas desde 2005, convidado pelo amigo Luiz Betenheuser, sendo o responsável pelas informações não só do Coritiba, como principalmente dos adversários do Verdão.

Bolão

Melhores Sócios COXAnautas

21º Jackson M. Jeranoski 269 pts.
30º Disney U. 254 pts.
40º J. Mario 245 pts.
51º Rui Valente 232 pts.
200º VALCIR C. 21 pts.
222º Leopoldo J. 13 pts.
262º Antenor A. 7 pts.

Ver classificação completa

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet