COXAnautas - Coritiba Eternamente

14

21/11, 09h14 | Falando de Bola | Ricardo Honório Alves

Como gente grande

O gol do Flamengo logo no início da partida, e a sonolência de alguns jogadores Alviverdes deram toda a impressão de que o Coritiba seria impiedosamente goleado no Maracanã.

O segundo gol, marcado por Diego, logo quando o Coritiba começava a melhorar na partida, reforçava ainda mais esta impressão.

O Coritiba, parecia um time juvenil impressionado com a grandeza do Maracanã, não se acertava defensivamente, logo este setor, que vem sendo o ponto positivo da equipe no campeonato, fazendo do time um dos menos vazados da competição.

Mas aos poucos os jogadores foram colocando a bola no chão, e o gol de Amaral, que vem tomando conta da posição de primeiro volante, colocou novamente o Coritiba na partida.

O bonito gol de Kleber no final da partida, apenas fez justiça ao melhor futebol do time Coxa, que, na segunda etapa, jogou muito mais que os cariocas.

O importante ponto, levou o Coritiba aos 46 pontos, e somente uma tragédia fará a equipe cair para a segunda divisão.



Muita gente criticou ainda no primeiro tempo, a formação de Carpegiani para a linha defensiva do Coritiba.

As críticas pairavam para a insistência com a improvisação de um zagueiro pelas laterais, desta vez Walisson Maia pelo lado direito.

Esquecem os críticos, que com a suspensão de Dodô, Carpegiani tinha apenas Carlinhos como opção, e pela partida do lateral contra o Santa Cruz, dá para entender perfeitamente a opção do treinador Alviverde.

O que Carpegiani não contava era com o apagão inicial do time Alviverde, logo contornado quando o time se assentou em campo.

Outro escalação questionada foi do garoto Yan na meia-cancha.

Quem vem acompanhando o trabalho do treinador percebe que ele tenta dar qualidade a meia-cancha, evitando a escalação de dois volantes que não sabem sair jogando.

Com os desfalques de Juan e Cesar Gonzalez, o treinador foi feliz em sua escolha, pois o garoto de 19 anos fez uma partida tranqüila e não comprometeu o time.

Após perder oito meses com Gilson Kleina e Pachequinho, o Coritiba encontrou uma forma de jogar com Carpegiani, o que no mínimo, está levando o time a fazer um campeonato mais regular a partir do seu comando.



Após as declarações de Carpegiani para um jornalista paulista, amplamente divulgadas pela crônica paranaense, fica a grande dúvida da permanência ou não do treinador para a próxima temporada.

Eu, particularmente, gosto muito do estilo do treinador, e acredito que sua permanência seria extremamente importante para o Coritiba fazer uma boa temporada em 2017.

Mas, ao que parece, isso dificilmente irá acontecer, principalmente pelo racha diretivo existente no Coritiba, onde existe alguns a favor e outros contra em relação a permanência do treinador.

O problema é que as pessoas que decidem, no caso o G5, não entendem nada de futebol, o que levaria o Coritiba a começar mais uma vez do zero na próxima temporada em caso de troca de treinador.

Saudações Alviverdes
Ricardo Honório

Debate

  • "Carpegiani é respeitado.Mesmo resultado alcançado do Tite na seleção.Essa é sua virtude.No mais não consegue armar um time ofensivo,vide o confronto com o Santa Cruz. Não perdemos porque cansaram de perder gol.Inventa nas escalações e demora para substituir. Técnico do framaengo deixou de ganhar ao tirar o ponta direita.Poderia ter jogado a torcida contra o gladiador no atletiba.Kleber está organizando o time é liderando pelo exemplo.Esse sim foi fundamental na permanência."

    Lucas G. | 23/11, 22h24 | Móvel

  • "Honório, o Carpa tem de ficar, concordo com você, mas pelo jeito o presidente figurativo está nem aí, o que outros 'interesses' decidirem, ele ratificará.
    Até quando? Pior ainda é que está lendo pela cartilha do tal de metralia, onde já se viu isso?"

    J. Mario | 23/11, 20h07

    • "J. Mario,

      O presidente acho que anda meio perdido. O racha existente no G5 mostram isso. A guerra de vaidades só prejudica o clube.

      O duro é que ninguém no G5 entende de futebol.

      SAV!"

      Ricardo Honorio | 23/11, 20h23

    • "Ufaaa...ainda bem que o 'cara' pelo menos manteve o Carpa. Bom sinal.
      Cabe agora aguardarmos e não nos decepcionarmos com o 'planejamento' 2017.
      SAV"

      J. Mario | 28/11, 19h11

  • "Também sou favorável que o Carpegiane continue. Com ele o time tem mais personalidade e segurança, e os atletas crescem individualmente também.
    Achei que contra o flamengo ele repetiu o equívoco do primeiro tempo contra o SantaCruz, e como o flamengo é mais qualificado, o time se complicou... quando falo em repetir o equívoco, refiro-me ao 4 2 4: no ataque Veiga aberto de um lado e Leandro do outro, com Kleber e Kazim se embolando no meio. Dois no no meio campo é pouco para armar o jogo e para marcar, e assim a defesa ficou naturalmente exposta. Ainda bem que ele conseguiu corrigir, com os mesmos jogadores, o posicionamento para o 2 tempo. E temos que destacar a entrega e comprometimento dos jogadores. Jogaram com muita raça, honraram a Camisa!"

    ANDRE S. | 22/11, 11h32

  • "bem...começamos mal o jogo, fomos melhorando aos poucos e terminamos, diria, até melhor que o adversário....Carpegiane vê bem o jogo e deveria continuar, na minha opinião. o Inter perdeu e acabou a angüstia..graças a Deus..kkkk..agora é melhorar o time pensando 2017..."

    Sandro S. | 21/11, 22h19 | Móvel

  • "Acabou!!!!"

    Ezequiel B. | 21/11, 22h12

  • Ver todos os comentários (31)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

O Blog "Falando de Bola" é comandado pelo estudioso do futebol Ricardo Honório, e visa abordar tudo que envolve o mundo da bola, focando, claro, no Coritiba. Adversários, tendências do futebol atual, táticas, mercado da bola, futebol internacional e tudo que estiver ligado ao tema você encontrará nesse espaço, que tem o objetivo de ser uma verdadeira "arquibancada virtual", onde o assunto é sempre ela: a bola.

O Autor

Ricardo Alexandre Honório Alves, mais conhecido como Ricardo Honório, 40 anos, funcionário público federal. Coxa-Branca desde 1975, tem como maior ídolo o craque Tostão, maior jogador que viu jogar com a camisa Coxa. Louco por futebol desde criança, tinha como hobby colecionar figurinhas e a Revista Placar, além da leitura diária de jornais esportivos. Com isso desenvolveu o gosto por acompanhar tudo que envolvia futebol e não apenas o Coritiba, o que o tornou Colunista do COXAnautas desde 2005, convidado pelo amigo Luiz Betenheuser, sendo o responsável pelas informações não só do Coritiba, como principalmente dos adversários do Verdão.

Bolão

Melhores Sócios COXAnautas

21º Jackson M. Jeranoski 269 pts.
30º Disney U. 254 pts.
40º J. Mario 245 pts.
51º Rui Valente 232 pts.
200º VALCIR C. 21 pts.
222º Leopoldo J. 13 pts.
262º Antenor A. 7 pts.

Ver classificação completa

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet