COXAnautas - Coritiba Eternamente

+5 Concordou:
Jorge Ihon J.
Andre F.
Adriano Souza
Marcelo Carneiro
André R.

03/04, 07h10 | Fala COXAnautas! | Paulo

O Plano de Destruição do Coxa - Parte III

Salve salve sofrida e virtuosa nação Coxa Branca, aqui é o #GuerreiroCoxa integrante da Torcida que nunca abandona (ultimamente podemos até “dar um tempo”, mas abandonar nunca hehehe). Chegamos a última parte do famigerado dossiê contendo O PLANO DE DESTRUIÇÃO DO COXA, como alguns coxanautas pediram para reencaminhar links e ou solicitaram mensagens diretas neste último bloco iremos recapitular os anteriores, seguir com a parte III e obviamente discursar considerações finais:

PARTE 1

- TIME PRA TORCER: nos últimos anos, ano após ano a qualidade técnica do nosso plantel vem caindo de maneira drástica. Chegando ao ápice no ano passado quando conseguiram montar a pior equipe de todos os tempos, mesmo tendo um excelente orçamento para montagem de elenco, técnico amador no início do ano e técnico de tiro curto na reta final (sempre lembrando que dos 20 “reforços” do ano passado 18 foram desligados e não jogam em time algum da primeira divisão deste ano). Com um resto de jogadores do ano passado e com um novo recomeço, apesar de um esboço de melhora, os resultados continuam pífios (eliminação precoce e vice para medíocre time toledando). Agora todas as esperanças caem sobre o colo de Pastana e Louzer, que mesmo dentro de todas as limitações do mundo são profissionais e fracassar pode significar uma grande mancha em seus currículos;

- COMUNICAÇÃO: em 10 chances que os dirigentes têm de falar alguma coisa do Coritiba, em 11 eles falam algo devastador para a imagem do clube (não temos dinheiro para contratar, nossa dívida é gingante, o Wilson não fica, não conseguimos patrocinador, a caixa nos deve, todo dia tem uma ação trabalhista nova, totalmente adeptos do quanto mais feio, quanto pior, melhor para abrirem suas malditas bocas em microfone aberto). Com essa falha total de comunicação, o Coritiba vai perdendo relevância mesmo dentro de Curitiba onde era nosso principal domínio, a cidade não é mais a capital ecológica, o verde vai sumindo dia a dia... O mais interessante é ninguém de dentro do Clube se importar, por exemplo, que a Tribuna do Paraná não tenha um colunista exclusivo falando do Coxa. Até no representado jornal, o Mafuz nada de braçada, fala o que quer e pasmem, nos últimos tempos ele tem se mostrado mais preocupado conosco do que quem deveria cuidar do nosso patrimônio;

- COMUNICAÇÃO VISUAL: nos entubaram a 1909, para quem já teve Adidas e Nike até poucos anos atrás realmente é de chorar, pode-se abrir mil e um tipo de discussões sobre o que for, mas não há discussão quanto a relevância mundial destas marcas e de como nossa auto estima estava nas nuvens (marcas de seleções mundiais, chuteiras maneiras, melhores jogadores...). Simplesmente destruíram nossa imagem, nosso nome em grandes empresas do mercado (não somos pauta nem na UMBRO e nem na TOPPER mais). Tudo dentro do planejamento! Quando olhamos para o atual patrocinador máster da camisa, é terrível o mal gosto de quem pegou aquele troféu verde em uma animação de power point colocou na camisa com uma barra lateral e fechou com um retângulo branco que mais parece um esparadrapo podre. Como atrair a atenção, a vontade do público, como gerar mindshare com tamanho mal gosto e amadorismo?

PARTE 2

ESVAZIAMENTO DO COUTO PEREIRA: com tantos resultados péssimos, com tantas notícias ruins, com tanto mau uso da marca e tremendo mal gosto na divulgação do plano de sócios torcedores o consequente esvaziamento e afastamento de uma das torcidas mais entusiasmadas do futebol sul americano está praticamente concluído. A questão nunca foi o time em si, mas a atmosfera do Couto como ESTÁDIO DE FUTEBOL sempre cheio e vibrante! Esse sempre foi o principal alicerce de todas as campanhas bem-sucedidas do Coritiba (independente do resultado final da partida ou das colocações finais do verdão nos campeonatos disputados). Quantos jogos inusitados, quantas vitórias históricas, quantas viradas improváveis nós acompanhamos ao longo dos anos? Predemos nossa principal arma, estamos perdendo nossa principal identidade, existe uma verdade que ninguém admite dentro da mídia especializada: um ESTÁDIO DE FUTEBOL lotado é muito, mas muito mais poderoso do que qualquer ARENA TEATRAL recém construída... “Um Couto Pereira vazio, esvaziado, é como um Mike Tyson sem seu soco de 120 kg”.

POLÍTICA DE SÓCIOS e INGRESSOS: diretamente ligado ao item anterior, o raciocínio macabro por destruir nosso quadro de associados vem de encontro aos interesses do Coronel das terras baixas. Estima-se que no Brasil existem algo em torno de 1,5 milhão de torcedores Coxa-Branca. De todo esse universo verificar que apenas 0,006% são sócios ativos, fica evidente que “conforme o planejamento” o bloqueio da massa alviverde para acesso ao Couto Pereira e consequente queda de receita e esvaziamento mental dos torcedores (muitos já preferem nem pensar ou buscar informações sobre o Coxa para não se incomodar) mostra que os atuais formatos de planos e preço de ingressos apenas dificultam o entendimento e fazem com que os maléfhicos infiltrados estejam comemorando a decadência de nossas arquibancadas. Os preços de Ingressos avulsos, com clusters conforme o adversário também se mostram totalmente ineficazes e servem com o único e obscuro propósito de frear o ímpeto do torcedor em se dirigir ao estádio, numa conta reversa e utilizando como exemplo relatos de vários torcedores: Um pai de família que vai (ia) até o estádio com sua esposa, e seus filhos toma o maior susto ao ver que irá desembolsar quase R$200 para assistir uma partida qualquer, retorna para sua casa segue a vida com essa sensação amarga de quem não é mais bem vindo ao lugar onde dedicou tantos anos de sua vida.

PARCERIAS NOCIVAS: Em qualquer empresa de qualquer lugar do mundo, por questões obvias e morais, não se contrata um ex-funcionário que está movendo uma ação contra a empresa. De maneira mágica, sem auditoria, sem represálias, sem constrangimento as portas da frente do Couto Pereira estão abertas para Lincolns da vida, para empréstimo do estádio para os poodhles, para negociações esdruxulas contra a RPC em parceira com quem só nos quer ver destruídos. Jogadores que são contratados e não jogam, já saem com o processo pronto, tantos processos, todos iguais, todos com o mesmo cerne, é notório e definitivo que estamos com gente infiltrada no gigante de concreto trabalhando em pról do jogo de interesses e dia a dia dilapidando o patrimônio que foi construído ao longo de todos esses anos através de conquistas, suor, lágrimas e sonhos.

Como sempre dizem, para “construir” demora-se muito tempo, anos, as vezes décadas... para se destruir... Ás vezes o golpe de misericórdia pode vir empacotado como algo “do futuro”. Pois, desconsidera o passado e negligencia o presente! Porém, estamos falando do Coxa, do nosso Glorioso, e sim ainda há muita esperança para quem tem um DNA vencedor e um simbolismo de quem sabe curar suas feridas!

PARTE 3

1.Time para torcer

2.Comunicação

3.Comunicação Visual

4.Esvaziamento do Couto Pereira

5.Política de Sócios e Ingressos

6.Parcerias Nocivas

7.Mau cuidado com a marca

8.Asco dos torcedores

9.Falta de Respeito com a história

MAU CUIDADO COM A MARCA: quando se falta dinheiro não se pode faltar criatividade. Nas últimas gestões do Coritiba falta-se tudo, falta-se dinheiro e falta criatividade, quando observamos os pontos de Comunicação, Comunicação Visual, Esvaziamento do Couto, Política de sócios e ingressos, podemos concluir que essa etapa do plano é a mais raivosa de todas. Imaginem vocês, não custa nada passar uma VAP nas arquibancadas, passar uma tinta no banco de reservas, colocar um placar eletrônico decente, criar parcerias com empresas locais, colocar um sistema de som legal no estádio, tornar homogêneo o setor Pró Tork com o restante do estádio, dar uma “invocada” no Vô Coxa, não jogar em hipótese nenhuma num Xingu da vida... Enfim, estamos sofrendo um verdadeiro terrorismos nas mãos destes infiltrados que se alto intitulam “sócios vitalícios”... uma verdadeira corja de suhínos vingativos e infiltrados no coração da nossa estrutura (fosse um filme da Marvel, seria como se Hidra estivesse no comando da SHIELD).

ASCO DOS TORCEDORES: ao longo destes anos, todos nós desenvolvemos os mais variados tipos de rituais que antecediam os jogos do Coxa. Não fazer determinadas coisas para não dar azar, se movimentar de maneira padrão para dar sorte, correr para a internet atrás do coxanautas para saber alguma novidade que mais tarde a tribuna iria copiar... Tudo isso, está se tornando cada vez mais distante. Não adianta ficarmos discutindo qual foi o último título de expressão, não adianta ficarmos se agarrando na lembrança de 85 para tentar motivar as gerações futuras, como já mencionado anteriormente já vimos jogos épicos de equipes em distintos momentos. Toda vida, com o PLANO DE DESTRUIÇÃO DO COXA sendo executado “tudo dentro do planejamento” chegou um ponto onde praticamente não existe mais lágrimas, surpresas ou indignação face aos horrorosos resultados. Com isso, de 20 mil, caímos para 15 mil, 9 mil, 7 mil, 4 mil abnegados que continuam visitando e não cansam de sempre estar lá firme e forte pelo amor ao verde... o grande terrível, é o nível estratosférico da insatisfação da maioria da nação entrando no estágio do Asco. Muitos dirão: Se tiver um bom time pra torcer nada mais importa! Ledo engano, se tiver um bom time pra torcer e com uma política consistente de plano de sócios, com todos os demais pontos já explorados funcionando, teremos a vacina contra a peste bubônica instalada no atual cerne de comando do nosso alviverde. Sem pensamento positivo, sem atitude positiva, sem ter uma próxima rodada legal, uma boa notícia para se ouvir, um estádio brilhando estilo vídeo game que atraia os curiosos quando verem os gols de domingo o asco dos nossos pares torcedores alcançará níveis tóxicos quase que irreveresíveis.

FALTA DE RESPEITO COM A HISTÓRIA: toda vez que vejo um bando de jogadores com números esdrúxulos (45, 98, 66, 44...) na porta do estádio com as mãos dadas e gritando 1,2,3 COXA tenho vontade de entrar no vestiário e mandar todo mundo embora! Aqui é Coxa, é Coxa Doido Fiw Fiw, aqui é Coritiba Yeh Yeh, Aqui é o Glorioso do Alto da Glória, é Coxxxxaaaaaaa fiw fiw Coooooooooxxxxxaaaaaaaaa fiw fiw... Não tem ninguém no marketing para chegar lá e dar um pitaco? Essa é a ponta do iceberg da falta de respeito com nossa história, ninguém repete “maior vencedor do futebol brasileiro” jogar em um time que tem esse especial deveria ser DNA de quem chega e nunca nunca nunca na história conseguir a proeza de ficar mais de um ano sem vencer 03 miseras partidas seguidas.

Neste tópico, pergunto para você COXANAUTA: dê um exemplo do que você considera falta de respeito com a história do Coxa.

Após esta movimentação, retornaremos com as considerações finais destes 09 tópicos que vem sendo tratado com maestria. Agora a palavra está contigo, que ainda sonha em ver o Coxa em patamares mais altos do que nunca.

Após a sua participação voltaremos com as considerações finais, participa aí, não deixe de compartilhar sua opinião.

Obrigado e até já!!!

#GuerreiroCoxa

Autor: Paulo

Debate

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Classificação Brasileiro 2019

Bragantino 75
Sport 68
Coritiba 66
Atlético-GO 62
América-MG 61
Paraná 56
CRB 55
Cuiabá 52
Botafogo-SP 50
10º Operário 50
11º Ponte Preta 47
12º Vitória 45
13º Guarani 44
14º Brasil de Pelotas 44
15º Oeste 41
16º Figueirense 41
17º Londrina 39
18º São Bento 39
19º Criciúma 39
20º Vila Nova 39

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Rupson F. 327 pts.
andre a. 313 pts.
CARLOS AUGUSTO B. 309 pts.
Rui Valente 304 pts.
Leandro R. 295 pts.
Marcelo luczyszyn 294 pts.
Waldir Laska 291 pts.
Leonel Schunig 290 pts.
Ricardo Honorio 287 pts.
10º Marcelo G. 280 pts.
11º Luiz C. 277 pts.
12º Jose R. 274 pts.
13º alessandro k. 271 pts.
14º Hedy G. 270 pts.
15º Rodrigo P. 268 pts.
16º Juarez Mocelin 267 pts.
17º Marcio Cardozo 267 pts.
18º Mauro S. 264 pts.
19º Ido M. F. 263 pts.
20º Julio C. R. 259 pts.
21º Tiago L. 259 pts.
22º Carlos N. 258 pts.
23º Vitor Guedes 258 pts.
24º Valdir T. 257 pts.
25º Alysson Delalibera 256 pts.
26º Job Grassi 256 pts.
27º João L. 255 pts.
28º Walber Gonçalves de Queiroz 254 pts.
29º Gelson Roberto M. 254 pts.
30º Robson R. 253 pts.

Ver classificação completa

Envie aqui o seu texto para ser publicado no site COXAnautas.

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet