COXAnautas - Coritiba Eternamente

04/03, 19h51 | Elizeu | Elizeu

Só nos restou o Passado Vencedor

Já se passaram mais de 34 anos...(em 31 de julho/01 de agosto completará 34 anos do título, mas esse jogo delineado abaixo já completou os 34 anos)

31/Janeiro/1985

Campeonato Brasileiro - Taça de Ouro - 1ª Fase

Local: Couto Pereira (Curitiba) Árbitro: Carlos Sérgio Rosa Martins (RS)

Renda: Cr$ 77.160.000,00 Público: 14.975

Cartão Amarelo: Ademar, Douglas, Aragonés e Índio.

Gols: Índio 33 e 41 do 1º Tempo; Tostão 24 do 2º Tempo.

Coritiba: Rafael, André, Vavá, Gardel e Hélcio; Marildo, Tóbi e Aragonés (Elizeu); Lela, Índio e Édson (Vicente). Técnico: Dino Sani.

Cruzeiro: Ademir Maria, Carlos Alberto, Eugênio (Orlando Fumaça), Geraldão e Ademar; Douglas, Eduardo e Tostão; Carlinhos, Carlos Alberto Seixas e Joãozinho (Jésum). Técnico: João Francisco.

Vencemos o Cruzeiro aqui por 2 X 1 e ganhamos lá da Raposa, também, e de virada, com o placar final apontando Cruzeiro 2 X 3 Coritiba.

Dêem uma olhadinha na escalação do Cruzeiro nesse que foi nosso 2º jogo daquele 1985 inesquecível e memorável. Esse jogo foi em Curitiba e o Cruzeiro não só tinha um time bom, como também possuía um excelente elenco. Naquele tempo eram permitidas apenas 2 substituições e Orlando Fumaça e Jésum que eram ótimos jogadores substituíram os excelentes Eugênio e Joãozinho. E vejam quem anotou o único gol cruzeirense. Foi "Tostão" que mais tarde veio a tornar-se um dos ídolos coxa-brancas. Por aí dá pra ter uma ideia do que o Coritiba de 85 teve pela frente. Se verificarmos as escalações de Flamengo, Corinthians, São Paulo, Atlético Mineiro, Santos, e de outros clubes, inclusive do Bangu que veio da Taça de Prata, já que o Coritiba havia sido o Campeão da Taça de Ouro e conforme o regulamento da época teria obrigatoriamente que enfrentar o Campeão da Taça de Prata na final, o Bangu de Gilmar, Baby, Mario, Arthurzinho, Marinho e outros atletas de grande qualidade, sabemos e bem, aliás muito bem, quais foram as dificuldades, desafios e obstáculos vencidos pelo Coxa naquele ano glorioso. A final da Taça de Ouro foi Coritiba X Atlético Mineiro e aqui o Coxa sapecou o Galo por 1 X 0 com o placar em BH terminando em 0 X 0, o que qualificou o alviverde paranaense para as disputas da final que ninguém mais esquece.

Alguns como sempre, escrevem aqui nesse espaço, que não dá para vivermos de passado, que ficar revivendo esse título, o mais importante do Coritiba até hoje, não dá mais...

Mas e se não revivermos aquele título de 1985 quando o Coritiba trouxe pela primeira vez na história para o estado do Paraná, o caneco nacional, o que temos a comemorar de verdade?

Qual foi o título de expressão nacional que o Coritiba conquistou após 1985? Já se passaram praticamente 34 anos e de lá pra cá nada o Coxa conquistou em termos mais contundentes!

Assim, nessa segunda-feira de carnaval, resolvi, "mais uma vez" trazer algo de bom para os sofridos torcedores alviverdes relembrarem. Alguns torcedores coxas, inclusive jamais viram o Coritiba conquistar um título sequer, efetivamente, de expressão nacional.

Vamos reviver um pouco do nosso "Passado Vencedor", pois infelizmente foi(ou seria felizmente...) só o que nos restou!!!

S A V

Debate

  • "Eu imagino que para quem viu o time na década de 70 e o título de 85 deve sofrer ainda mais com o atual Coritiba."

    Thiago C. | 06/03, 00h32 | Móvel

  • "Elizeu, você é sempre o nosso campeão. O agora porém, ..."

    João B. | 05/03, 11h43

  • "Na verdade só voltaremos a ser grandes quando deixarmos de falar do título de 85 e almejarmos coisas maiores!"

    andre a. | 04/03, 23h58 | Móvel

    • "andre a. - / - / ---- discordo de você e permita-me com todo respeito a vossa opinião, discordar! Entendo que depois de 34 anos sem termos sequer conquistado um título de nível nacional, o nosso título "Brasileiro" de 1985 tornou-se e torna-se referência e se um dia quisermos alavancar alguma reação diante desse estado de putrefação em que o nosso alviverde se encontra há anos, longos anos por sinal, passa a ser o molde para reconstruirmos o Coritiba! Se assim não for, entendo que ficaremos marcando passo e a cada ano estaremos um triângulo isósceles atrás e isso vai levar nosso Glorioso para abismos que poderão ser, assim, irrecuperáveis. Penso assim. Quando se algo grandioso e até por muitos inimaginável que pudesse acontecer, esse fato deve ser a "referência"!"

      Elizeu N. | 05/03, 02h43

    • "Quando se...@...conquista..."algo grandioso"...(andre a.)"

      Elizeu N. | 05/03, 02h45

    • "Esse sempre foi nosso problema Eliseu! Ficamos presos ao “ fomos Campeão Primeiro”, ficamos na soberba e paramos no tempo!
      Hoje, quem tem que correr atrás somos nós, e olha que estamos bem atrás! Se pretendemos ser alguma coisa daqui pra frente, devemos esquecer o título de 85, vestir a sandália da humildade e correr atrás!"

      andre a. | 05/03, 11h05 | Móvel

    • "andre a. - uma coisa é o Coritiba de agora e dos últimos 34 anos, outra coisa é aquele Coritiba de 1985 que tornou-se Campeão Brasileiro de Futebol. Já faz 34 anos que o Coxa não conquista nada nacionalmente e não sei ou não "sabemos" quando isso vai acontecer de novo ou se vai acontecer. Nosso passado recente(longos anos por sinal) é triste, é revoltante, é lastimável e é negro tanto em termos de resultados dentro das quatro linhas quanto em termos de "Gestão" e aí como nada pudemos ou podemos comemorar de contundente, nesses últimos 34 anos(quase 34 né...), o que nos resta é relembrar do nosso passado que um dia foi "Vencedor!"

      Elizeu N. | 06/03, 15h23

  • Ver todos os comentários (14)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Elizeu

O Blog

Esse espaço destina-se oferece à nação Coxa-Branca. Um raio x do alvi-verde paranaense, proporcionando a oportunidade de se ter uma análise criteriosa do rendimento do Verdão do Alto da Glória.

O Autor

Elizeu iniciou nas categorias de base do COXA no ano de 1977, conquistando os títulos de CAMPEÃO, BI-CAMPEÃO e TRI-CAMPEÃO da Copa Tribuna, fazendo parte da Seleção Paranaense de Júnior. Na sequência foi profissionalizado, tendo a honra e a alegria de ter feito parte do elenco campeão brasileiro de futebol em 1985.

Classificação Brasileiro 2019

Bragantino 19
Botafogo-SP 16
Londrina 16
Ponte Preta 15
Sport 15
Atlético-GO 14
Paraná 13
Figueirense 13
Coritiba 12
10º Oeste 11
11º CRB 10
12º Vila Nova 10
13º Brasil de Pelotas 9
14º Criciúma 9
15º Cuiabá 8
16º São Bento 7
17º Operário 7
18º América-MG 5
19º Guarani 5
20º Vitória 4

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Hedy G. 80 pts.
Ido M. F. 78 pts.
Antonio Alvaredo Filho 76 pts.
Marcelo Carneiro 74 pts.
Leandro R. 73 pts.
Leonel S. 72 pts.
Dorvalino J. 72 pts.
Alysson Delalibera 70 pts.
Sanderson 70 pts.
Jose R. 70 pts.
Luis Henrique R. 70 pts.
12º Valdir T. 69 pts.
13º João L. 68 pts.
14º Vinicios A. 67 pts.
Aramis Vieira 67 pts.
Wellingtton Wellingtton 67 pts.
L. Comeli 67 pts.
18º Walber Gonçalves de Queiroz 66 pts.
19º Jobson Emanoel 65 pts.
20º Andre T. 65 pts.
Johney S. 65 pts.
22º Valdir 64 pts.
23º Juarez Mocelin 64 pts.
24º Johnny F. 63 pts.
25º Jose Carlos R. 63 pts.
26º Daniel G. 63 pts.
27º Ricardo Honorio 63 pts.
28º C. Nunes 62 pts.
29º andre a. 62 pts.
30º Ézio Ricardo 61 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias



Líderes do bolão:
1º Hedy G.
2º Ido M. F.
3º Antonio Alvaredo Filho
4º Marcelo Carneiro
5º Leandro R.

(os 5 primeiros ganharão uma camisa oficial do Coritiba)

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet