COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

10/08/11, 16h50 | Além das quatro linhas | Diego Souza

Não se vence tendo medo



Recentemente o Coritiba escreveu um dos capítulos mais paradoxais de sua história. Caiu para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro no ano do seu centenário de forma humilhante, tendo visto seu arquirrival namorar a zona de rebaixamento o campeonato inteiro, escapando dela ao final do certame e após o humilhante descenso ser julgado e condenado pela imprensa e opinião pública praticamente sem ter o direito natural à defesa. No ano seguinte o Verdão mostrou sua força de time grande, jogou nada menos que dez jogos em outro estado, teve públicos de futebol amador e fez viagens longas e cansativas constantes, mas venceu o campeonato de forma destemida sob a batuta do quase unânime Ney Franco.

O ano de 2011 começou como uma incógnita, subimos da Segunda Divisão com um técnico inexperiente que aparentemente não servia nem para o quarto clube do Estado, mas logo o time mostrou qualidade, ganhou o Campeonato Paranaense com os pés nas costas, com direito a show de bola na casa do rival mais tradicional e nenhuma derrota na bagagem. Melhor que a encomenda. Com o tempo o time mostrou que podia ser melhor também em outros campeonatos e chegou à final da Copa do Brasil tendo na conta uma goleada histórica sobre o Palmeiras. O que poderíamos esperar da final? Um time alegre com futebol pra frente como foi o ano inteiro, mas Marcelo Oliveira mostrou seu lado derrotado e medroso, colocando um jogador que já estava com a cabeça em outro clube em campo. O time lutou até o fim do jogo após o erro do treinador, mas já era tarde, o Coritiba jogou no lixo a sua melhor chance de ganhar um título nacional após vinte e seis anos, contra um clube que quase foi rebaixado em seu campeonato estadual, uma verdade difícil de engolir para qualquer torcedor do Cori.

Perder um campeonato nacional é normal, desde que você chegue com frequência às finais. O problema é que o Coritiba ao invés de se engrandecer com a chegada à final da Copa do Brasil, apequenou-se. Hoje a postura de Marcelo Oliveira e seus comandados é de um clube extremamente pequeno, um Juventude ou um Guarani da vida, um time que chegou na decisão da Copa do Brasil por puro acaso. Marcelo Oliveira com sua postura patética dá razão a todos aqueles seus amigos, nobre leitor, que torcem para outros times e disseram que o Coritiba teve sorte na Copa do Brasil e que o Campeonato Paranaense é extremamente fraco. Eu não concordo com isso, o time é bom, mas o técnico perdeu a credibilidade após entregar o jogo para o Vasco.

O Corinthians venceu a Copa do Brasil após a sua queda, o Fluminense um Campeonato Brasileiro de Primeira Divisão e o Vasco da Gama a recente Copa do Brasil em cima do Coritiba. Botafogo e Atlético-MG continuaram estagnados, mal conseguindo manter hegemonias em seus estados. Em qual grupo você gostaria de ficar?

Os 40% de aproveitamento do atual Campeonato Brasileiro e o discurso conformista que diminui o Coritiba a cada dia, praticados por Marcelo Oliveira, não deveriam fazer parte da tão sonhada guinada que o torcedor Alviverde gostaria de ver.

Precisamos mudar enquanto é tempo, em 2005 o Coritiba tinha um dos ataques mais bem servidos do campeonato e não fazia gols e em 2009 não foi muito diferente, a coincidência sinistra com este ano de 2011 é o banho maria que a situação similar a estes anos tem sido levada e o conformismo com resultados ruins, inclusive dentro do Couto Pereira. Não podemos deixar o Coritiba cair novamente, somos grandes o bastante para não precisar disso e devemos mudar enquanto é tempo.

Deixo vocês com um vídeo emblemático que muito me entristece, o do rebaixamento em 2005, onde a torcida cantou "Eu sou Coxa-Branca, com muito orgulho, com muito amor!" . Não acho este vídeo bonito, acho triste e melancólico. Ser Coxa-Branca antes de 2005 era bater no peito e dizer que nunca tinha caído no campo, era ter orgulho de não carregar a chaga de ser "campeão" da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro, hoje ser Coxa-Branca é conviver com o medo de cair e ser considerado um iô-iô para os adversários, um clube mediano que é grande demais pra Série B e pequeno demais pra Série A. Esse não é o Coritiba que eu cresci amando.





Saudações Alviverdes amigos Coxas-Brancas!

+0

Debate

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

O Autor

Classificação Brasileiro

Atlético-MG 42
São Paulo 41
Flamengo 39
Internacional 37
Palmeiras 37
Santos 37
Fluminense 35
Grêmio 34
Fortaleza 29
10º Corinthians 29
11º A.Paranaense 28
12º Bahia 28
13º Atlético-GO 28
14º Bragantino 26
15º Ceará 26
16º Sport 25
17º Vasco 24
18º Coritiba 20
19º Botafogo 20
20º Goiás 16

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Jayme G. 198 pts.
Rupson F. 185 pts.
Bruno O. 179 pts.
Luiza Emanuela Oliveira 174 pts.
Anderson85 Anderson85 172 pts.
CARLOS CARLOS 166 pts.
Eden Leão 163 pts.
Walber Gonçalves de Queiroz 162 pts.
Selma R. 159 pts.
10º Adriano Leal 157 pts.
Marcos Kuff 157 pts.
12º Ricardo Honorio 157 pts.
13º Tiago Z. 156 pts.
14º cleverson k. 152 pts.
15º Rafael Minoli 152 pts.
16º Ezequiel B. 151 pts.
17º Andre T. 151 pts.
18º Marco Ferreira 151 pts.
19º Persio F. 150 pts.
20º Luiz R. 150 pts.
21º Valdir T. 150 pts.
22º j. miranda 148 pts.
23º Álvaro M. 147 pts.
24º Valdir 147 pts.
25º Evaldo Maciel 145 pts.
26º Jorge Lopes 145 pts.
27º Dorvalino J. 144 pts.
28º Ido M. F. 144 pts.
29º Sanjiro J. 142 pts.
30º marcos j. 142 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias



Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2020 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet