COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

29/09, 08h06 | Arquibancada | Sergio Brandão

Guarapuava, 28 de setembro de 2020

Dia de jogo do Coxa, dia de lembrar desde cedo que é mais uma rodada pelo brasileiro e nela mais uma pitada de esperança. Afinal, foi mais de uma semana se preparando, - tempo suficiente para Jorginho arrumar a casa e por isso apostei no velho jargão do “agora a coisa vai” - (NÃO FOI).

Depois de algumas rodadas, também volto a dividir a live do pós-jogo com os amigos Marcelo Carneiro, Ricardo Honório, Rogério Scarione e desta vez, estreando com a gente, Paulo Chaves, também colunista do site.

Na rua, seguindo ao trabalho, que por aqui segue por mais um mês, ouço uma voz que vem da porta de uma loja de eletrodomésticos. Era um senhor baixinho dizendo que o Coxa salvou a vida dele. Se em circunstâncias normais a cena já chamaria atenção, imagina em Guarapuava, cidade polo da região centro oeste do estado, com colonização gaúcha, onde Inter e Grêmio são a preferência.

Claro, parei e olhando para ele digo, dá-lhe Coxa! Veio em minha direção e pela calçada seguimos caminhando.

Não me contou seu nome, mas disse que quando morou na capital, era conhecido como "Guarapuava”. Período que aprendeu a gostar do Coritiba, time que adotou e que viveu intensamente com muitas histórias. Quase todas felizes, mas uma em especial marcou a vida do “Guarapuava”.

Viveu desde o tempo do “ Não agite”, Bloco de Carnaval, criado pelo Mazinha, foi também da charanga da torcida do Coxa, na época era o MUC, citou Luizão Stelffeld como grande amigo.

Insisti na frase que me chamou atenção:

-Porque você diz que o Coxa salvou a sua vida?

- Era dia de atletiba e próximo ao Passeio Público, eu me dirigindo ao Couto Pereira, dei de cara com a torcida do Atlético, - ETA (Esquadrão da Torcida Atleticana). Me viram com a camisa do Coxa, me cercaram e me bateram. Bateram muito e perdi o movimento da perna direita. Me recuperei mas a perna nunca foi a mesma. Até hoje manco e tenho dificuldades para andar. Às vezes dói muito. Estou aposentado por invalidez e sem trabalho, mas o dinheiro da aposentadoria me salva porque hoje não tenho emprego e não teria como viver sem este dinheiro, por isso digo: “o Coritiba salvou a minha vida”.

Ainda na breve caminhada, “Guarapuava”, me contou da recepção que ajudou a organizar, ao grupo Campeão Brasileiro em 85 e de outras grandes histórias que viveu no período que esteve aí em Curitiba.

Há noite no quarto do hotel, onde estou, assisto o Fluminense vencer o Coxa de goleada em mais uma das partidas inesquecíveis desta era do Coritiba de Samir, Bacellar etc. Tudo muito distante e desconectado da história de “Guarapuava”.

No final da Partida de ontem, pensei: “Guarapuava” não merece isso, nós não merecemos isso.

Fico na torcida para que esta história caia no colo de algum dirigente e destes responsáveis pelo futebol do Coritiba. Quem sabe assim, entendam a grandeza do Coritiba e acordem, dando ao “Guarapuava” e a nós, dias melhores. Com o respeito que também perderam no meio deste caminho que afunda o Coritiba cada vez mais.

Que “ Guarapuava ainda possa dizer que o Coritiba salvou a sua vida, mas com orgulho de ver um time guerreiro como ele.

Debate

  • "Sérgio,sou um torcedor, como milhares que existem por aí, torço só para o COXA, não tem seleção, não tenho simpatia por um segundo time ou coisa que o valha... Na verdade torço pro meu COXA e proa todos aqueles que jogam contra o rival da parte baixa da cidade... Sempre me considerei uma pessoa normal, mas esses 6 ultimos anos, essas diretorias despertaram em mim um sentimento ruim, nunca desejei tanto mal a uma pessoal, como o desejo ao Samir e sua trupe... Como não vejo outra alternativa, já que os conselhos são ainda pior que o Samir e seu G5, tenho desejado que essas pessoas que lá estão na administração do Coritiba morram, por qualquer que seja a causa. Que o inferno seja o destino de todos....................."

    Sandro Silva | 30/09, 10h03

  • "Que bonito texto em referência ao "Guarapuava", aliás cidade que gosto muito. Uma pena que esses dirigentes armadores tenham transformado no nosso Coxa nessa peça de mal gosto que temos visto."

    Ezequiel B. | 29/09, 19h20 | Móvel

  • "Infelizmente o Clube não tem tido zelo com sua torcida, como a torcida tem pelo seu time do coração. Se houvesse em pouco de respeito com o torcedor, com certeza o Clube seria melhor administrado."

    David B. | 29/09, 17h41 | Móvel

  • "Muito bom texto Sérgio! Acompanho nosso clube e peguei amor desde 1966, não vou mentir, estive em 1968 no Durival de Brito naquele gol do Paulo Vecchio aos 45. Árbitro o novato Arnaldo César Coelho, que após o gol encerrou a partida. Meu falecido pai pulava e chorava de alegria e também chorei, não sei porque aos meus nove anos de idade. Meu pai Francisco, apelido Chiquito, estaria chorando não de emoção nos dias de hoje, talvez por amargura ou não sei porque. O que me trás amor eterno ao Coritiba devo ao meu pai Chiquito. Esse amor que temos pelos nossos entes queridos também a mim se estende ao nosso clube. Salvem os guarapuavas e chiquitos!! SAV"

    CLAUDIO B. | 29/09, 12h16 | Móvel

  • "Sergio, sou torcedor desde da década de 50 e sinceramente nunca vi um time tão fraco como esse e o pior, numa curva descentente, cada ano pior. Vi dirigentes fracos, mas nunca como Bacelar e esse jovem atual.
    Minhas lembranças do Coritiba de verdade, aquele que nos honrava, estão cobertas por uma nuvem esfumaçada.
    Sinceramente não vejo um caminho em 2020 para se livrar da série B em 2021.
    Jogadores Fracos.
    Remontagem do time com campeonato em andamento, com jogadores dispensáveis em seus clubes, que não jogam ou fazem gols a mais de um ano. E ainda com disponibilidade apenas após a "janela" de 13/10. Até entrar em forma, ritmo de jogo e entrosamento, acabou o campeonato.
    Um porque é amigo de não sei quem, outro porque é filho de fulano, outro indicado por empresário ou conselheiro, outro porque é de graça, outro porque o adversário paga o salário.
    Esses pseudos dirigentes estão encantados com o técnico porque controla o vestiário. É risível, para não dizer chorável.
    - Dispensa ou venda de jogadores, sem ter reposição.
    - Demora inacreditável para contratar até um centroavante da base do flamengo. que o próprio Flamengo tem interesse em expô-lo no mercado e ficar com mais experiência..
    O Samir está fazendo um esforço descomunal para entregar o clube falido na série B e vai conseguir.
    Não gosto de me envolver em política do clube, mas temos os corresponsáveis pelo 'Status Quo", O Conselho omisso e Wilson que evitou e impeachment e agora apoia a prorrogação da eleição e para se eleger compõem com o grupo fracassado.
    Dizem que esperança é a última que morre, mas não dizem que ela morre sem que percebamos."

    Celso T. | 29/09, 11h33

  • Ver todos os comentários (5)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Sergio Brandão

O Blog

Sou jornalista há mais de 30 anos. A profissão e a condição de torcedor, me fizeram aprender a policiar posições quando escrevo para tv ou rádio. Isso me desenvolveu muito o lado crítico. Costumo dizer que futebol é uma coisa e esporte é outra, bem diferente. Basicamente porque o futebol se transformou num produto da mídia e envolve muito dinheiro. O esporte amador, não. Sem dinheiro ele apenas sobrevive. É o caminho que o vôlei começou a tomar, por exemplo, mas ainda passa longe de ser o sucesso que é o futebol. Gosto de escrever sobre os dois: esporte e futebol. Jornalismo é minha profissão, o Coritiba minha paixão. Será um prazer estar aqui com vocês falando sobre tudo isso.

O Autor

O Coritiba está na minha alma, muito mais até que no coração. Aprendi a gostar de futebol assim, de alma e também de coração. Sou do tempo do Belfort Duarte, hoje Couto Pereira. Isso foi no início dos anos 60. De lá nunca mais saí. Na década de 70, o Coritiba me conquista definitivamente, quando montou times inesquecíveis, várias vezes campeão. Período que passei a frequentar programas de rádio para tentar ficar o mais próximo que podia do futebol. Foi a época de Dirceu Graeser, no famoso"Viva o Futebol", na Rádio Clube, depois Rádio Cruzeiro. Foi o meu começo nos meios de comunicação. Vivo do jornalismo há mais de 30 anos, dedicados ao Rádio e principalmente televisão. Hoje sou muito mais da arquibancada. Sou mais torcedor e menos jornalista, principalmente quando o assunto é Coritiba.

Classificação Brasileiro

Internacional 35
Flamengo 35
Atlético-MG 32
Fluminense 29
São Paulo 27
Santos 27
Palmeiras 25
Fortaleza 24
Grêmio 24
10º Ceará 22
11º Atlético-GO 22
12º Sport 21
13º Corinthians 21
14º Bahia 19
15º Bragantino 19
16º Botafogo 19
17º Vasco 18
18º A.Paranaense 16
19º Coritiba 16
20º Goiás 11

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Jayme G. 154 pts.
Bruno O. 140 pts.
CARLOS CARLOS 136 pts.
Luiza Emanuela Oliveira 136 pts.
Eden Leão 132 pts.
Rupson F. 132 pts.
Rafael Minoli 129 pts.
Anderson85 Anderson85 127 pts.
Selma R. 127 pts.
10º cleverson k. 124 pts.
11º Marcos Kuff 124 pts.
12º Ricardo Honorio 124 pts.
13º Persio F. 121 pts.
14º Walber Gonçalves de Queiroz 120 pts.
Valdir T. 120 pts.
16º Giovanne Smaniotto 119 pts.
j. miranda 119 pts.
18º Álvaro M. 119 pts.
19º Sanjiro J. 118 pts.
20º Adriano Leal 116 pts.
21º Marco Ferreira 116 pts.
22º Ezequiel B. 115 pts.
23º Tiago Z. 115 pts.
24º Evaldo Maciel 114 pts.
25º Waldir J. 113 pts.
Adilson P. 113 pts.
27º MARCELO ARAUJO 113 pts.
28º Johnny F. 112 pts.
Ailton Batista Vieira Filho 112 pts.
30º Dorvalino J. 112 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Anuncie sua empresa aqui a partir de R$9,90 mensais!

Comparação com mais de 30 bookmakers!

Encontre o melhor bookie para apostadores brasileiros em casa-de-apostas.com.

 



Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2020 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet