COXAnautas - Coritiba Eternamente

03/02, 09h04 | Arquibancada | Sergio Brandão

A coletiva de sempre

Argel anda me lembrando Sandro Forner e Eduardo Batista, que juntos conseguiram na história Coxa, reunir um dicionário de bobagens, como se torcedor fosse idiota.

As coletivas pós jornada, andam tendo os mesmos efeitos que tiveram ano passado, mais irritando do que esclarecendo, ou elucidando dúvidas que a gente, do lado de cá, às vezes não consegue ver. O óbvio com algumas mentiras andam sendo ditas, o que subestima a inteligência de quem conhece o mínimo de futebol e acaba se irritando com conversas que se reptem.

Creio que é melhor admitir o óbvio, mesmo que isso indisponha o treinador com o grupo ou alguns atletas, do que juntar um monte de bobagens e repassar para o torcedor, como se fosse ele a parte que menos interessa nesta história.

Frases como “tivemos mais volume de jogo, pressionamos o adversário que jogou o tempo todo fechado”, não refrescam e todos sabemos e, antecipadamente podíamos prever. O segredo está em saber furar estes ferrolhos que montam e trazem para jogar aqui em Curitiba.

Como disse o amigo Admir, comentarista aqui do site, a saída para isto está em ter competência para fazer o primeiro e abrir a defesa adversária. E isso passa pela competência do ataque, que o Coritiba ainda não tem, mas precisa encontrar rápido, porque o tempo passa e logo o ano termina.

Contundência, eficiência, pontaria, persistência, drible, quebrar a primeira linha é o que precisa o Coritiba nestes jogos, Argel. Um ou dois jogadores capazes de fazer isso, do contrário, o milagre não virá. Aliás, este ano acho que é a terceira ou quarta vez que uso a expressão milagre nestes textos por aqui no blog.

Seria isso que gostaríamos de ouvir nestas coletivas. Soluções que resultem em gol, que seja apenas com um, mas que nos dê vitórias e não apenas domínio das partidas e mais posse de bola ou “volume de jogo”, como você prefere definir.

Já vamos para o final da primeira fase do Regional e ainda não vencemos em casa. Já passou da hora de achar uma solução para este ataque, que até aqui pouco ou quase nada fez. Ainda precisando levar em conta que o artilheiro do time é um zagueiro. Motivo de sobra para entender que algo está errado e precisa de uma solução urgente.

Debate

  • "Eu fiz para mim mesmo alguns limites, então eu estou observando o Campeonato da seguinte forma. O primeiro turno, vou aceitar como se ainda fosse a pré temporada e ganho de entrosamento, até porque ainda estão chegando jogadores. A base, já dei baixa, o Coritiba só joga dinheiro fora com isso, salvo o centroavante que parece ter faro de gol, o resto por enquanto, é para compor treino.
    Analisando os dois grupos, um contra o outro, o Grupo A fez 35 pontos, o grupo B fez 41. Bobeira ou não, isso indica que o grupo B nesse momento, aparece como mais forte que o A.
    Se seguir essa lógica e o Coritiba conseguir entrosar e ir melhor no segundo turno do que no primeiro, teremos um alento. Assim como passar na CB. Agora, se cair de rendimento igual a 2018, ai já era."

    José Dalgut Junior | 04/02, 15h43

    • "Essa foi boa ..a base tirando o centroavante tem bom jogadores pra compor treino ...kkkkkk, sensacional , é bem isso mesmo."

      Jose Carlos R. | 04/02, 15h56

  • "Discordo Sérgio. Ainda acho que o Argel faz um bom trabalho até aqui. Ele não pode sair falando o que realmente acha do elenco, de determinados jogares, sob pena de perder o grupo. Quem tem que se mexer e cobrar é a diretoria. Se o Argel agisse como gostaria boa parte da torcida, criticando e expondo jogadores, hoje com certeza já não estaria mais no grupo o Alan Costa, que até tem conseguido render bem. Ainda não é o momento para se cobrar o Argel, afinal de contas como vc mesmo diz, o elenco é limitado e incapaz de furar retrancas, por isso acho que a direção anda contratando, tem aí 2 jogadores de frente para estrear e ainda estão buscando mais um atacante. Vai depender agora da qualidade destes para mudarmos o quadro atual e sua forma de pensar. SAV."

    Fábio S. | 04/02, 15h24

  • "Esse argel é um falastrão tagarela ridiculo.

    Não entendo o jogo que ele assiste não é o mesmo que eu.







    So que a merda continua."

    G. do Carmo | 04/02, 12h30

  • "Este time realmente é muito esquisito. Faz um bom jogo no Atletiba até os 25 minutos vencendo por 2x0 na casa do adversário. Convenhamos, não é fácil. Após a expulsão, ficando com 10, só se defendeu.
    De qualquer forma nos deu um fio de esperança para o próximo jogo em casa com os reservas do Londrina e o que se viu foi mais do mesmo. Um time que não chuta em gol.
    Difícil de entender. Vamos ver o que nos reserva o jogo com o Operário."

    Savino V. | 04/02, 12h09

    • "Diante do Operário ganha ...pq o Coritiba só sabe jogar no contra ataque ..simples assim ..mais em casa enquanto tiver Argel ..vamos empatar e até perder jogos ."

      Jose Carlos R. | 04/02, 15h59

  • Ver todos os comentários (49)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

Sou jornalista há mais de 30 anos. A profissão e a condição de torcedor, me fizeram aprender a policiar posições quando escrevo para tv ou rádio. Isso me desenvolveu muito o lado crítico. Costumo dizer que futebol é uma coisa e esporte é outra, bem diferente. Basicamente porque o futebol se transformou num produto da mídia e envolve muito dinheiro. O esporte amador, não. Sem dinheiro ele apenas sobrevive. É o caminho que o vôlei começou a tomar, por exemplo, mas ainda passa longe de ser o sucesso que é o futebol. Gosto de escrever sobre os dois: esporte e futebol. Jornalismo é minha profissão, o Coritiba minha paixão. Será um prazer estar aqui com vocês falando sobre tudo isso.

O Autor

O Coritiba está na minha alma, muito mais até que no coração. Aprendi a gostar de futebol assim, de alma e também de coração. Sou do tempo do Belfort Duarte, hoje Couto Pereira. Isso foi no início dos anos 60. De lá nunca mais saí. Na década de 70, o Coritiba me conquista definitivamente, quando montou times inesquecíveis, várias vezes campeão. Período que passei a frequentar programas de rádio para tentar ficar o mais próximo que podia do futebol. Foi a época de Dirceu Graeser, no famoso"Viva o Futebol", na Rádio Clube, depois Rádio Cruzeiro. Foi o meu começo nos meios de comunicação. Vivo do jornalismo há mais de 30 anos, dedicados ao Rádio e principalmente televisão. Hoje sou muito mais da arquibancada. Sou mais torcedor e menos jornalista, principalmente quando o assunto é Coritiba.

Classificação Brasileiro 2019

Bragantino 59
Sport 53
Atlético-GO 49
Coritiba 47
América-MG 47
Botafogo-SP 44
Paraná 44
CRB 43
Operário 43
10º Ponte Preta 41
11º Cuiabá 39
12º Brasil de Pelotas 38
13º Guarani 35
14º Londrina 35
15º Oeste 35
16º Vitória 33
17º Figueirense 31
18º Vila Nova 31
19º Criciúma 29
20º São Bento 27

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Rupson F. 263 pts.
andre a. 256 pts.
CARLOS AUGUSTO B. 251 pts.
Leandro R. 246 pts.
Waldir Laska 241 pts.
Rui Valente 237 pts.
Leonel S. 234 pts.
Ricardo Honorio 229 pts.
Marcelo luczyszyn 228 pts.
10º Jose R. 224 pts.
11º Marcelo G. 222 pts.
12º Rodrigo P. 221 pts.
13º Hedy G. 219 pts.
14º Juarez Mocelin 218 pts.
15º Marcio Cardozo 218 pts.
16º Marcelo Carneiro 218 pts.
17º Ido M. F. 217 pts.
18º Julio C. R. 216 pts.
19º João L. 213 pts.
20º Gelson Roberto M. 213 pts.
21º Bruno P. 211 pts.
22º Job Grassi 211 pts.
23º Tiago L. 211 pts.
24º Luiz C. 209 pts.
25º Antonio Alvaredo Filho 207 pts.
26º Johnny Pietrobelli 207 pts.
Ézio Ricardo 207 pts.
28º Valdir T. 207 pts.
29º Robson R. 205 pts.
30º Alysson Delalibera 205 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias



Líderes do bolão:
1º Rupson F.
2º andre a.
3º CARLOS AUGUSTO B.
4º Leandro R.
5º Waldir Laska

(os 5 primeiros ganharão uma camisa oficial do Coritiba)

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet