COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

30/12, 10h18 | Arquibancada | Sergio Brandão

Em suas mãos, Follador

Mais do que recuperar o Coritiba, Renato Follador precisa devolver a autoestima do torcedor. Fazendo uma coisa, fará outra.

Follador precisa nos reanimar, nos devolver o prazer de gostar de futebol, nos devolver o orgulho de falar sobre o Coritiba, do tesão de ir ao Couto.

De ter um time para torcer e saber a escalação na ponta da língua. De dar motivos ao pai e se orgulhar em levar o filho ao estádio para ver o Coxa. De devolver nossas tardes de domingo, o nosso bom programa em família no Couto.

Estamos tão mal, que nos contentamos com pouco. Tão desesperançados que as primeiras notícias, já em suas primeiras declarações, nos animam um pouco.

Melhor seria se tivesse a varinha de condão para num passe de mágica nos tirar deste pesadelo que parecia não ter fim.

Lembro de você como jogador. Confesso que vagamente, mas porque naquele tempo todos eram craques, alguns acima da média. Não era o seu caso. Mas agora você precisa ser um craque da administração no futebol, quem sabe acima da média, assim como foi profissionalmente até aqui. É o que a gente espera de você. Vai ser preciso ser acima da média, se é que estamos falando daquele Coritiba que nos enchia de orgulho.

O problema é que estamos tão por baixo que por enquanto a gente se dá por satisfeito com pouco.

De início, não dando vexame já estará bom, mas desde que nos sinalize com dias melhores e se possível no mais curto espaço de tempo.

Não só porque os últimos anos foram de amargura e de vergonhas, mas porque somos mesmo mal acostumados. Temos a péssima mania de grandeza, porque fomos forjados assim. Como criança mimada.

Em suas mãos, Follador, está o nosso futuro, que torcemos seja de glórias novamente.

Está em você a nossa última esperança de ter de volta um time de futebol para torcer.

Que Deus te abençoe e te guie!

Debate

  • "Exatamente isso Sérgio.

    Quando olhamos as participações do Coxa no brasileirão, em especial de 86 pra cá, é de se admirar nossa torcida. 10 anos de série B, 5 rebaixamentos Melhores colocações em 98 (6º) e em 2003 (5º). Precisamos retomar o caminho da grandeza.

    Que seja já nesse ano. Mesmo que seja na série B (torcemos que não sejamos rebaixados, mas é provável). É tempo de se reestruturar radicalmente mas com competência."

    Gerson Lima | 04/01, 13h48

  • "Eu tbm vi o Follador jogar (conhecido como Renatinho na época) e era muito bom jogador, assim como seu irmão Paulinho. Claro que o elenco era repleto de craques e o Follador era um prata da casa, recém promovido ao profissional. Estranho o articulista lembrar "vagamente", ainda mais sendo jornalista. Nos dias atuais, Renatinho seria um Pelé no nosso elenco! Hoje nossa base revela Yan Sasse, Luisinho, Nathan, Thiago Lopes.....o nível é muito ruim!"

    Nilton M. | 04/01, 08h33 | Móvel

  • "Belo texto! Agora o PRESIDENTE deveria "varrer os empresários " que mamam no COXA há anos, oferecendo jogadores mediocres, bixados, ex atletas, fora de forma, tiriças. Não acrescentando nada de positivo para o time, Só engordando sua conta bancária. Só pegar a relação dos atletas e seus empresários e ver a lista completa desses caras. O pior ficou com o CORITIBA, porque aqui não tem critério, se tem deve haver algo sinistro nessas contratações (deveria averguar), mas se vacinar primeiro pois esse virus corrompeu muita gente."

    Gerson Oliveira | 31/12, 06h24 | Móvel

  • "Espero que o novo técnico acabe de vez com o esquema 4-3-3, o Goiás ganhou a última jogando com 3-5-2, o Coritiba tem que entrar em campo com 4-5-1 ou 4-4-2, primeiro é não tomar gols e depois pensar em fazer um gol. Não temos qualidade no elenco para jogar com 3 atacantes, pois não temos meio de campo de criação. Então a estratégia é jogar no contra ataque, ganhar no erro do adversário e marcar sob pressão a saída de bola adversária nos primeiros 15 minutos para forcar o erro deles. Se for jogar esperando o adversário no campo de defesa, perderemos todas as partidas, não precisa ser especialista de futebol para ver que o CORITIBA joga totalmente errado e que o elenco esta sempre desmotivado. Espero que o motivo dessa desmotivação tenha ido embora."

    Jarbas R. | 30/12, 13h46

    • "BlZ Telê."

      Luiz O. | 31/12, 00h18 | Móvel

    • "Jarbas,manda o currículo para o RH do Coritiba."

      André S. | 31/12, 18h15

    • "Qual o problema dele opinar taticamente??? Isso aqui é um espaço livre.....deixa o cara falar o que pensa! Pô, quanta chatice....."

      Nilton M. | 04/01, 08h26 | Móvel

    • "O técnico contratado do Paraguai gosta do 4-4-2 isso eu gostei nele, vamos aguardar."

      Jarbas R. | 04/01, 10h58 | Móvel

    • "Jarbas, concordo com você. E tem que acabar de vez com o distanciamento entre os setores do clube, tem que se compactar mais."

      Gerson Lima | 04/01, 13h49

    • "Exatamente Gerson, o 4-3-3 não estava funcionando mas mesmo assim insistiam, só pode ser coisa de louco. Querer resultado diferente fazendo sempre a mesma coisa. Estou confiante na vutoy contra o Goiás."

      Jarbas R. | 04/01, 13h55 | Móvel

  • Ver todos os comentários (17)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Sergio Brandão

O Blog

Sou jornalista há mais de 30 anos. A profissão e a condição de torcedor, me fizeram aprender a policiar posições quando escrevo para tv ou rádio. Isso me desenvolveu muito o lado crítico. Costumo dizer que futebol é uma coisa e esporte é outra, bem diferente. Basicamente porque o futebol se transformou num produto da mídia e envolve muito dinheiro. O esporte amador, não. Sem dinheiro ele apenas sobrevive. É o caminho que o vôlei começou a tomar, por exemplo, mas ainda passa longe de ser o sucesso que é o futebol. Gosto de escrever sobre os dois: esporte e futebol. Jornalismo é minha profissão, o Coritiba minha paixão. Será um prazer estar aqui com vocês falando sobre tudo isso.

O Autor

O Coritiba está na minha alma, muito mais até que no coração. Aprendi a gostar de futebol assim, de alma e também de coração. Sou do tempo do Belfort Duarte, hoje Couto Pereira. Isso foi no início dos anos 60. De lá nunca mais saí. Na década de 70, o Coritiba me conquista definitivamente, quando montou times inesquecíveis, várias vezes campeão. Período que passei a frequentar programas de rádio para tentar ficar o mais próximo que podia do futebol. Foi a época de Dirceu Graeser, no famoso"Viva o Futebol", na Rádio Clube, depois Rádio Cruzeiro. Foi o meu começo nos meios de comunicação. Vivo do jornalismo há mais de 30 anos, dedicados ao Rádio e principalmente televisão. Hoje sou muito mais da arquibancada. Sou mais torcedor e menos jornalista, principalmente quando o assunto é Coritiba.

Classificação Brasileiro

Internacional 62
São Paulo 58
Atlético-MG 57
Flamengo 55
Palmeiras 52
Grêmio 51
Fluminense 50
Ceará 45
Corinthians 45
10º Santos 45
11º Bragantino 44
12º A.Paranaense 42
13º Atlético-GO 42
14º Vasco 36
15º Sport 35
16º Fortaleza 35
17º Bahia 32
18º Goiás 29
19º Coritiba 27
20º Botafogo 23

Bolão Paranaense

Melhores Colocados

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2021 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet