COXAnautas - Coritiba Eternamente

12/08, 21h59 | Arquibancada | Sergio Brandão

Mais um morto ressuscitado

Eu não sei dizer direito porque gosto de futebol. Não deveria gostar, se levar em conta que o time da gente deve ser a principal referência. Quem sabe porque nasci numa família que gosta, que me ensinou desde cedo a gostar, ou porque nasci num país que chamaram de “país do futebol”, durante décadas. Gostar de futebol implica em torcer por alguém, adotar um time como todos fazem.

Difícil de largar, gruda como vício. Como fumante que já fui, sei que isso dá muito trabalho. Larguei o cigarro, mas o futebol não. Já tentei não me envolver tanto. Dar uma olhadinha no resultado do jogo é como dar a primeira tragada de leve num cigarro, depois de semanas de abstinência. Acho que fiquei uns cinco anos, só dando umas “tragadinhas de leve”, no Coritiba. Só espiava os resultados, sem nenhum envolvimento. Acabei voltando. Voltei com tudo e justo agora, há uns 8 anos que é só tristeza. Eita vicio maldito que não me larga!

Na próxima edição da TV COXAnautas, teremos um torcedor como convidado. Não vou contar a história dele, pra não estragar a surpresa. Mas torcedor daqueles de pagar promessa, promessa das brabas, daquelas de doer na alma e no corpo. Coisa pra macho, coisa para poucos. A história dele é o retrato da torcida Coxa nestes últimos anos. Porque só nós sabemos quantas velas, quantas promessas acompanham cada rodada do Brasileiro, cada campeonato, cada aproximação da zona de rebaixamento. Acabamos criando trauma disso. Logo será caso para análise de divã.

Fico aqui pensando... torcer nestas condições é muito mais que um vício, mais que amor, paixão, todas estas classificações que dão quando se referem ao torcedor. E olha, nestes meus longos anos de futebol, já vi de tudo, torcedor de tudo quanto é jeito. Tem também os que conseguem se afastar e não voltam mais, que se livram do maldito vício. Conseguem isenção total, não estão nem aí mais para o clube. Estas decisões geralmente são motivadas por uma grande decepção, assim como anda vivendo a torcida Coxa.

Como disse um comentarista aqui do site, quando você acha que vai ganhar, o time perde, quando você acha que vai perder, o time ganha. Só que ultimamente andamos colecionando mais derrotas que vitórias. Temos um clube especialista em ressuscitar mortos. Temos um time que espanta torcida. E mesmo assim, continuamos aqui, por amor, paixão, teimosia... sei lá! Até com raiva torcemos, mas depois de uns dias a coisa passa e voltamos a acreditar. Sempre achando que “agora a coisa vai”. E não “vai”, não tem ido e parece que não vai sair disso.

Dias atrás me referi ao novo torcedor, o garoto que começa a se interessar por futebol e demora um pouco para escolher um time. Este perfil anda passando longe do Alto da Glória. Isso também explica a queda no número de torcedores, como também no número de sócios adimplentes. A frase do filho de um amigo me chamou atenção – “não torço pro Coxa porque não quero sofrer, pai”!

Mesmo assim, ao Coritiba ainda resta uma torcida fiel, mas já muito sofrida, mal tratada, que já não aguenta mais isto que nos dão para torcer.

Todo mundo sabe disso. Menos eles, os dirigentes, que se repetem nos mesmo erros e agem como se tudo fizesse parte de uma rotina já prevista, com a naturalidade irritante da falta de atitude.

Do lado, temos o jogador de futebol que é muito mimado, mal informado sobre o mundo, sobre dificuldades da vida. Enquanto tiver dirigentes e empresários passando a mão na cabeça de quem pensa que joga futebol, teremos isso. Este ciclo viciado num mundo onde só eles vivem: jogadores, dirigentes e empresários. Nós continuamos do lado de cá, reclamando... com eles quietos, porque por enquanto convém. Porque o silêncio também dá a impressão de respeito, mas de fato provoca apenas a irritação.

+2 Concordou:

Debate

  • "E vamos ressuscitar vários mortos, em quanto tiver essa corja de sangue sugas e abutres no nosso Coxa...vai ser essa tristeza sem fim ...fora Cartorário, fora Alex Brasil, fora Beletti, fora Robson Gomes, fora Macedo, fora Pedroso, fora conselheiros arcaicos , dinossauros e ultrapassados...eu amo meu Coritiba e sofro no mínimo á 41 anos"

    Jose Carlos R. | 13/08, 18h30 | Móvel

  • "Meu Deus! Brandão, vê se para de reclamar dos jogadores; coitados deles, estavam com calor; como jogar bola assim?"

    Luso J. | 13/08, 13h22

    • "Se a CBF fosse séria esperaria um pouco até a temperatura diminuir. Poderíamos entrar em campo no cair da noite ou da madrugada se a temperatura não tivesse diminuído. Mas não, o EIXO DO MAL nos obrigou a entrar em campo em um estádio sem ar condicionado. Judiação com os pobrezinhos..."

      Luso J. | 13/08, 13h25

  • "PERFEITO: Ressuscitamos mais um morto. Essa partida foi uma VERGONHA. Algo está errado com esses jogadores!!!! Ontem mostraram que não queriam jogar, ai pergunto porque?"

    C. BRUDZINSKI | 13/08, 07h56 | Móvel

  • "É meu nobre, perder é o menor dos problemas, como perder é o grande problema. Ontem foi horripilante. Faltou tudo que se pode chamar de decência, foi indecente! Um dos maiores desrespeito que nossa camisa e orgulho já vivenciou. Meu permanente otimismo, ruiu. O que se viu ontem é inconcebível. Perder faz parte do jogo, entregar o jogo é muito diferente. Se consola, já temos o vilão. Infelizmente a culpa foi do calor!"

    Admir | 13/08, 07h09 | Móvel

  • Ver todos os comentários (7)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Sergio Brandão

O Blog

O Autor

Classificação Brasileiro 2018

Fortaleza 19
CSA 15
Avaí 14
Coritiba 14
Vila Nova 13
Figueirense 12
Paysandu 12
Atlético-GO 11
São Bento 11
10º Guarani 10
11º Oeste 9
12º Brasil de Pelotas 8
13º Londrina 8
14º Sampaio Corrêa 7
15º Ponte Preta 7
16º Juventude 7
17º CRB 6
18º Boa Esporte 4
19º Goiás 2
20º Criciúma 1

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Lucas G. 61 pts.
Ademir Carlos p. 55 pts.
Jair Kluska 55 pts.
Arno Ombrellino 54 pts.
Cristian C. 54 pts.
Antonio Alvaredo Filho 54 pts.
Rosemeire V. 53 pts.
JORGE H. 53 pts.
Fernando Taschetto 53 pts.
10º Luiz Alberto Bulgarelli Girão 53 pts.
11º Marcelo G. 52 pts.
12º Luci M. 52 pts.
13º Ricardo L. 51 pts.
14º Raphael Kussumoto 51 pts.
15º Marcelo N. 50 pts.
Rupson F. 50 pts.
17º Aramis Vieira 50 pts.
Alysson Delalibera 50 pts.
19º Valmir Faria 49 pts.
20º Jackson M. Jeranoski 49 pts.
21º Tiago L. 49 pts.
22º CARLOS AUGUSTO B. 48 pts.
José Lima 48 pts.
Walter Carvalho 48 pts.
25º Clairton Cleto 48 pts.
26º Johney S. 48 pts.
27º Fabio C. 47 pts.
28º Edison S. C. 47 pts.
v. j. cruchelski 47 pts.
Marcos José Kuff 47 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

TV COXAnautas

Ainda não tá bom!

Com um "convidado" bem conhecido e especial, falamos da vitória de 1 x 0 contra o Brasil de Pelotas e o que precisa ainda acontecer no Coritiba.

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2018 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet