COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

10/01, 12h44 | Bola de Couro | Felipe Rauen

Cãibras.

Vou um pouco na contramão de muitos no que se refere ao atletiba de ontem.

Foi sem dúvida um mau jogo, com pouca técnica, mas acho precipitado dizer que foi o pior da história. Já tivemos outros atletibas ruins e é sempre um risco dizer definitivamente que esse ou aquele foi definitivamente “o” pior. Uns dos piores sem dúvida foi.

Não navego também na opinião quanto ao Coritiba ter sido o mesmo de sempre.

Não foi muito melhor, mas esteve alguns degraus acima do que vínhamos vendo.

A falta de técnica e de empenho de alguns aconteceu como sempre. Ricardo Oliveira mais uma vez inoperante e desinteressado, Maílton querendo driblar dois ou três adversários para logo perder a bola(nem falo do lance bizarro da cobrança de um lateral nas costas do auxiliar da arbitragem, foi digno de futebol de várzea). E o Pablo Thomaz, em que se concentram esperanças de que possa ser o avante que nos falta, mais uma vez decepcionou, especialmente pela falta de vontade e de ambição.

Mas em contrapartida vimos um time melhor ajustado, que não deixou o adversário jogar e que esteve mais próximo da vitória do que aquele, com mais finalizações e um gol evitado pela trave.

Guilherme Biro, Sarrafiore e Cerutti se saíram muito bem e deixaram a sensação de que nossa campanha poderia ter sido outra se antes tivessem sido utilizados.

Mas quero registrar o que mais me chamou a atenção no jogo de ontem, as cãibras em jogadores jovens muito antes de se aproximar o final do jogo. A falta de bom preparo físico já vinha sendo notada em outras partidas, mas ontem a consequência apareceu exatamente em jogadores jovens e que estavam entre os que mais correrram, sendo a prova da deficiência na preparação.

Disse-me um dirigente que nos últimos tempos Coritiba teve quatro preparadores físicos, com metodologias diferentes, o que provavelmente explica o que temos visto e se acentuou ontem, mais um efeito danoso da funesta administração que tivemos até o final do ano passado.

Só um milagre nos salvará do rebaixamento. Vamos continuar à espera, no desespero temos essa tendência um tanto irracional, mas sem dúvida será muito difícil, pois milagres só costumam aparecer para quem faz por merecer, o que não é o caso desse time que nos deixou a gestão anterior. Esperemos por algo mágico, afinal é o que nos resta a esta altura, mas não fiquemos na dependência disso.

Debate

  • ""Guilherme Biro, Sarrafiore e Cerutti se saíram muito bem e deixaram a sensação de que nossa campanha poderia ter sido outra se antes tivessem sido utilizados."

    pois é.... e ficamos com Sasse, filho do bebeto, filemon por inúmeros jogos, enquanto tínhamos opção no banco"

    Tiago C. | 13/01, 12h14

  • "Infelizmente não pude assistir o jogo. O preparo físico e fisiologia no Coritiba sempre foram péssimos. Vai aos extremos, ou os jogadores ficam sem preparo físico para aguentar 90 minutos , ou ficam afastados por problemas físicos causados pela preparação semelhante para físicos diferentes. Me parece falta de perícia dos preparadores ou falta de uso da tecnologia, para otimizar a preparação física.
    No jogo com o Goias. Rafael Moura com quase 40 anos ganhava com tranquilidade na velocidade dos nossos volantes e defensores muito mais jovens."

    Celso T. | 11/01, 18h09

  • "Rauen, tenho um amigo gaúcho e gremista, foi supervisor numa empresa onde trabalhei. Ele reunia a turma de gerentes para ouvir sobre as performances e, como sempre, todos estavam "empenhados" para atingir os alvos.

    Ele dizia: "Olha, não estou dizendo que está faltando EMPENHO. Isso eu sei que tem. Mas o que eu não estou vendo é o DESEMPENHO".

    Vamos precisar muito mais. Tomara que a organização tática e a garra paraguaia possa provocar o milagre."

    Gerson Lima | 11/01, 13h43

  • "Acredito que houve uma pequena evolução tática de jogo, mas não sei dá pra fazer muito mais que isso. É muito provável que a comissão técnica ( o técnico e seu auxiliar) indiquem alguns bons jogadores pro Coritiba."

    Paulo H. P. | 11/01, 12h32

  • "Torcida, temos nova administração e o caos reinante. O momento é de juntarmos os pedaços de alguma forma, organizarmos, e construirmos o Coritiba que queremos torcer. Nada é de imediato, contudo, é possível com trabalho cuidadoso, melhorar e termos eficiência nas competições. Vamos adiante. Avante, Coxa!"

    João B. | 11/01, 11h40

  • Ver todos os comentários (20)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Felipe Rauen

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Classificação Brasileiro

São Paulo 57
Internacional 56
Atlético-MG 53
Grêmio 50
Flamengo 49
Palmeiras 48
Fluminense 46
Santos 45
Corinthians 42
10º A.Paranaense 39
11º Ceará 39
12º Bragantino 38
13º Atlético-GO 36
14º Sport 32
15º Vasco 32
16º Fortaleza 32
17º Bahia 29
18º Goiás 26
19º Coritiba 25
20º Botafogo 23

Bolão Paranaense

Melhores Colocados

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2021 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet