COXAnautas - Coritiba Eternamente

04/05, 12h15 | Bola de Couro | Felipe Rauen

Destaques e deficiências.

O Coritiba conquistou um empate em sua primeira partida fora de casa no atual campeonato.

Um resultado que pode ser tido como aceitável, seja porque na comparação com o ano passado não iniciou perdendo, ou seja porque embora o time tivesse desempenho um pouco abaixo do adversário, que teve mais chances de gol, tivemos bons momentos na partida.

Por outro lado, não podemos esquecer que o adversário, embora nada tenha de especial, não é de “matar com a unha”. Foi campeão estadual e estava há nove jogos consecutivos só com vitórias em casa.

Ontem, Wilson mais uma vez foi o destaque, evitando nossa derrota. Rodrigão novamente foi Rodrigão, fazendo o gol, chamando o jogo e se envolvendo em boas jogadas. O jovem Luiz Henrique fez a sua melhor partida, uma pena que a partir da metade da segunda etapa estava visivelmente cansado. Alan Costa superou os maus momentos do ano passado e tem sido efetivo, especialmente nas bolas aéreas.

No mais, Diogo Mateus não foi mal, mas ainda precisa mostrar que tem mais a dar, enquanto Romércio não comprometeu, levando azar ao ter a boa raspando em sua cabeça e desviada de modo a talvez impedir a defesa do Wilson no gol do rival.

Vítor Carvalho, que contra a Ponte Preta foi muito bem, desta vez foi mediano, alternando boas e más jogadas (tem que saber que quando passa a bola para um companheiro em condições de avançar para o campo adversário, deve fazer com que ela chegue um pouco à frente daquele, e não atrás como muitas vezes passa). Patrick Brey foi outro que alternou bons e maus momentos, estes me parecendo por alguma displicência. Giovanni entrou bem, uma pena que isolou a bola que poderia ser o gol da vitória, em belo passe do Rodrigão.

Por fim, foram mal Wellington Jr., que errou muito e continua “fominha”, e Eliezer. Este, até agora, pelo que mostrou no atletiba e ontem – ou pelo que não mostrou em ambos os jogos – não pode ter lugar no time. A propósito, merece reconhecimento a atitude do técnico Louser ao substituir Eliezer pelo Giovanni, ainda que aquele tenha entrado na partida em substituição ao Thiago Lopes, o que parece demonstrar que tem o controle do elenco. Há um conceito entre muitos técnicos no sentido de que não se substituí jogador que entrou no meio do jogo, pois isso pode “queimá-lo”. Uma bobagem, pois o que se deve ter em mira é o sucesso da equipe e não o do jogador ou a sua suscetibilidade.

Ah, ia esquecendo, o nosso lateral esquerdo é muito fraco, urge encontrar alguém para a posição.

Enfim, ainda é muito cedo para se saber se dá para confiar no time e no sucesso final, mas sem dúvida algo melhor do que o ano passado parece que estamos vendo.

Reitero o que disse em outros textos. A torcida será fundamental para buscar a conquista do acesso à série A. A direção até agora não tem se mostrado eficiente e errou muito? O time não é o dos sonhos? Mas nós, torcedores, é que constituímos o clube, sem nós não há Coritiba. Por isso, vamos aos jogos, e quem mora fora procure comprar o pacote de TV e no ato responda que o seu time é o Coritiba.

Debate

  • "Eu achei que o time jogou bem! Se não foi um primor , pelo menos teve o controle do jogo e está longe de ser aquele time retranqueiro e irritante do ano passado! Mas, lógico que precisa de reforços urgente!"

    andre a. | 06/05, 10h58 | Móvel

  • "E o Arancibia ??????"

    Antonio I. | 06/05, 09h51

  • "Coritiba antes de tudo e de todos - é o meu jargão por aqui e faz tempo.
    Combato e vou continuar combatendo qualquer diretoria fraca e inepta.

    Caso dessa do Samir e companhia ilimitada. Se o elenco é tecnicamente raquítico, pau nessa diretoria 'Samirzesca' e cobrar dela reforços com 'R'.

    Agora, ficar escalando ou dando uma de treinador por aqui, estou fora.
    SAV"

    J. Mario | 05/05, 17h21

  • "Achei muito bom o resultados, embora tenhamos que convir que não jogamos bem. Mas por ter sido um jogo fora de casa, valeu pelo empenho.

    Foi uma pena a lesão do Thiago Lopez. O garoto estava se virando bem no meio, e Elyezer entrou muito mal dessa vez, sem uma função em campo.
    O time recuou demais no fim do primeiro tempo e, após chutões de trás para frente e contando com grande benevolência do fraco árbitro, o dragão conseguiu o empate.
    No segundo tempo, tivemos bons e maus momentos. A entrada de Giovanni qualificou o setor e o Coxa reequilibrou o jogo.

    Gostei do Rodrigão, mas ficou muito isolado na frente. Os laterais foram mal, principalmente Fabiano que perdia a maioria dos duelos para os rápidos atacantes goianos.
    Venho sempre criticando Vitor Carvalho, mas achei que ontem jogou bem. Com muita raça, segurou praticamente sozinho a rápida meia cancha do Atlético, sendo sacrificado com a péssima atuação de Elyezer, e a falta de cacoete de jogar como segundo volante do Luizinho. Falhou em uma falta perigosa na entrada da área no primeiro tempo, em que chegou atrasado e na falha de marcação no gol, embora nesse foi mais méritos ao lateral Johnatan que veio da lateral para o meio e fez um golaço (embora sem marcação).

    Outros que tiveram grande atuação foram Wilson, Patrick Brey e Alan Costa.

    Quanto a Louzer, errou na escolha de Luizinho como segudno volante. Ele é um ótimo meia e foi bem, mas atuando mais à frente. Louzer foi prejudicado pela má partida de Elyezer, tendo que variar a posição entre ele e Luizinho, o que bagunçou o meio. E faltou colocar alguém de meio mais próximo a Rodrigão. A entrada de Giovanni melhorou nesse aspecto.

    Com a entrada de João Vitor e Matheus Sales, a tendência do time é melhorar.
    E que venha o Londrina e vamos lotar o Couto. Largar bem é fundamental para termos um campeonato bom."

    Carlos Maia J. | 05/05, 14h45

  • "Muito precisa sua explanação. Apesar de nossas limitações, sentimos que pode haver algum sucesso neste ano.Concordo plenamente com suas observações sobre Eliezer, Vitor Carvalho e Fabiano. São muito fracos. Até hoje não entendi a dispensa do Carlinhos. Não era um primor, mas é melhor do que aqueles que temos. Hoje ele joga na Série A.
    Um abraço"

    Arno Ombrellino | 05/05, 07h45

    • "Salário era alto"

      Alex Ribeiro Suprano | 06/05, 10h56 | Móvel

  • Ver todos os comentários (24)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Felipe Rauen

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Classificação Brasileiro 2019

Bragantino 20
Ponte Preta 19
Paraná 19
Atlético-GO 18
Botafogo-SP 17
Londrina 17
Figueirense 17
Sport 17
Coritiba 15
10º CRB 13
11º Operário 13
12º Brasil de Pelotas 12
13º Cuiabá 12
14º Criciúma 12
15º Oeste 12
16º Vila Nova 11
17º São Bento 8
18º Vitória 7
19º Guarani 6
20º América-MG 6

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Marcelo Carneiro 92 pts.
Ido M. F. 87 pts.
Hedy G. 86 pts.
Leandro R. 85 pts.
Antonio Alvaredo Filho 84 pts.
Wellingtton Wellingtton 82 pts.
Leonel S. 81 pts.
João L. 80 pts.
Vinicios A. 79 pts.
Dorvalino J. 79 pts.
11º Luis Henrique R. 79 pts.
12º Sanderson 78 pts.
Alysson Delalibera 78 pts.
14º Valdir T. 78 pts.
15º Robson R. 77 pts.
16º andre a. 77 pts.
17º Jose R. 76 pts.
18º L. Comeli 76 pts.
Aramis Vieira 76 pts.
20º C. Nunes 75 pts.
21º Juarez Mocelin 75 pts.
Walber Gonçalves de Queiroz 75 pts.
23º Jobson Emanoel 74 pts.
24º Rodrigo P. 74 pts.
25º Arno Ombrellino 73 pts.
26º Valdir 72 pts.
27º Johney S. 72 pts.
28º Andre T. 72 pts.
Julio C. R. 72 pts.
Jose Carlos R. 72 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias



Líderes do bolão:
1º Marcelo Carneiro
2º Ido M. F.
3º Hedy G.
4º Leandro R.
5º Antonio Alvaredo Filho

(os 5 primeiros ganharão uma camisa oficial do Coritiba)

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet