COXAnautas - Coritiba Eternamente

30 DIAS GRÁTIS DO CAMPEONATO PARANAENSE Em parceria com a DAZN, o site COXAnautas está oferecendo 30 dias gratuitos pra você assistir ao campeonato Paranaense de 2020. Clique aqui e faça seu cadastro gratuitamente.

01/06, 14h25 | Bola de Couro | Felipe Rauen

Lembranças coritibanas. Uma breve história do nosso estádio.

O Couto Pereira foi inaugurado, com o nome de Belfort Duarte, em 12 de outubro de 1932, após o clube ter passado por dois locais, o Jockey Clube e o Parque da Graciosa.

Para a construção do estádio o Coritiba devolveu à família Iwersen o terreno do Parque da Graciosa, recebendo indenização de 13.000 contos de réis pelas benfeitorias erguidas no local. Com esse dinheiro e com mais 120.000 contos de réis obtidos de empréstimo junto à Caixa Econômica Federal, foi comprado o terreno onde está o estádio e iniciada a construção, que resultou em um estádio com arquibancadas de madeira.

A inauguração aconteceu em jogo contra o América-RJ, ocasião em que a bola foi lançada ao campo por um avião. Vencemos por 4 x 2.

Em 1942 o Coritiba inaugurou a primeira iluminação de um estádio de futebol do Paraná, jogando contra o Avaí-SC, concidentemente, tal como na inauguração, vencemos por 4 x 2.

Em 1956, com Arion Cornelsen assumindo a direção do clube, tratou ele de reformar completamente o estádio, com recursos obtidos através do “Bolão Esportivo”, percussor da loteria esportiva e que fez grande sucesso na cidade. As obras iniciaram em 1956 com a primeira etapa se constituindo nas arquibancadas de cimento (hoje denominadas de “inferiores”), inauguradas em 12 de outubro de 1958.

As obras prosseguiram até 1963, quando Arion deixou a direção do clube, mas foram retomada na gestão de Evangelino Neves, com aquele colaborando e a empresa de Edson Mauad se encarregando da construção. Nesse período, os recursos foram arrecadados com promoções de sorteios de carros – eu mesmo vendi muitos carnês no meu local de trabalho – da venda de cadeiras perpétuas e até do resultado da venda do craque Dirceu ao Botafogo em 1972.

O estádio, como hoje está, foi concluído em 2014 com a construção do setor Pro-Tork, através de recursos obtidos por empréstimo da empresa do mesmo nome.

Como se vê desta rápida e incompleta história, construímos o nosso estádio com esforços próprios, sem depender do poder público. Aliás, quando quisemos algo, buscamos o terreno onde hoje está a igreja do Perpétuo Socorro, onde se previa a construção do estacionamento, o então prefeito Ney Braga vetou e doou o imóvel para a arquidiocese.

Debate

  • "Sempre importante lembrarmos e valorizarmos a nossa historia.

    Sr. Felipe, estou em dúvida quanto a data da inauguração do nosso estádio, tenho para mim como sendo 20 de Novembro de 1932. Há matéria sobre isso aqui no Coxanautas,

    https://coxanautas.com.br/noticia/noticias/Parabens,-Couto-Pereira/

    e também no site oficial do CFC,

    https://www.coritiba.com.br/editorialistagem/60

    onde lê-se: "E em 20 de novembro de 1932 era inaugurado o Belfort Duarte, com o jogo Coritiba 4×2 América.Um belíssimo estádio, de alvenaria e madeira, sem pilastras que atrapalhassem os torcedores, com o campo protegido por uma extensa cerca de arame, cedros circundando toda a propriedade, com duas quadras de tênis e mais tarde uma de basquete."

    SAV."

    Fábio S. | 09/06, 17h40

  • "Fizeram uma meia agua na Mauá."

    Roberto Fagundes | 09/06, 09h11 | Móvel

  • "As pessoas passam mas o clube fica. Muitos fizeram muito e tantos outros não fizeram nada ou pior, só conseguiram afundar cada vez mais.
    Agora é esperar para ver como será o futebol brasileiro no pós pandemia. Como é ano de eleição e se nossos eleitores não errarem mais uma vez, fica a esperança de alguém competente aparecer para buscar caminhos que nos tragam novamente alegrias e não tenhamos que ficar aqui só lamentando."

    Savino V. | 08/06, 16h33

  • "Rauen, toda vez que vejo o Setor Pro Tork me corta o coração! O que foi que fizeram com nosso Couto? Acabaram com toda atmosfera e arquitetura do estádio com aquela aberração. Além de ter criado mais dívidas pro clube."

    Luiz S. C. | 04/06, 11h36

    • "Sinto o mesmo! saudades do retão da Mauá. Muita coisa poderia ter sido feita acima dela, acompanhando a linha arquitetônica das grandes curvas (mesmo que não fosse para aumentar a capacidade de público).
      O resultado foi pior: com todo o aparato da obra, amputaram a Mauá e conseguiram diminuir o número de assentos."

      Luiz Roberto | 04/06, 15h08

  • Ver todos os comentários (13)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Felipe Rauen

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Anuncie sua empresa aqui a partir de R$9,90 mensais!

Comparação com mais de 30 bookmakers!

Encontre o melhor bookie para apostadores brasileiros em casa-de-apostas.com.

 

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2020 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet