COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

05/10, 11h48 | Bola de Couro | Felipe Rauen

O incompreensível apego ao poder.

O jogo de ontem, que vou comentar só de passagem, foi algo a nos envergonhar nessa senda de humilhações pela qual temos passado nos três últimos anos. Time desqualificado e fraco, técnico medroso e que não sabe mexer as peças durante o jogo, tudo coroado por uma administração pífia cuja hora de ir embora encontrará provavelmente o time e o clube em situação de muito difícil, quando não impossível, recuperação.

Mas quero falar sobre a assembleia geral dos sócios no sábado, ao final da qual 89% dos que compareceram disseram não à tentativa de manobra para adiar as eleições estatutariamente previstas para dezembro, com consequente extensão dos atuais mandatos até o final do campeonato brasileiro. Foi não só uma marcante derrota da pretensão de alguns, como uma eloquente mostra da rejeição que a torcida, representado pelo quadro associativo, tem pela fracassada gestão em curso.

Assisti, confesso que com surpresa e até perplexidade em face da absoluta injuridicidade do argumento, a manifestação do ilustre advogado (pelo qual nutro muito respeito, parceiros que fomos aqui no Coxanautas e em uma demanda em desfavor do rival) que representou na assembleia o grupo que pretende o adiamento e prorrogação de mandatos, pretendendo sustentar que o órgão máximo do clube não teria competência para definir o assunto, uma vez que não consta o tema no elenco do artigo 43 do nosso estatuto.

Ora, mesmo que o caput do referido artigo 43 não dissesse com todas as letras que a assembleia geral é órgão soberano – e máximo – do clube, e diz, é assim que o conclave é reconhecido em qualquer área do Direito e em quaisquer associações e sociedades. Salvo o que a lei vedar, a assembleia geral de qualquer instituição tem poderes para decidir qualquer assunto. É tamanha a obviedade, que me recuso a aprofundar o exame do ponto.

Depois, o fato de que nos cinco incisos do mesmo artigo não se contém a hipótese que foi debatida no sábado não tem o menor significado. A uma porque o elenco das atribuições da assembleia geral não é exaustivo, ou seja, não está ela limitada àqueles pontos, tudo pode, desde que não proibido por lei. E a duas porque a situação excepcional, se admitida fosse, caracterizaria reforma do estatuto, já que nele previsto que as eleições e posse ocorrem sempre no mês de dezembro de cada três anos (artigo 77, III, b) e se aquele argumento tivesse procedência, então só por isso estaria a decisão no rol das expressamente previstas (artigo 43, I).

Mas para surpresa geral, aparecem agora algumas falas no sentido de que caberia ao Conselho Deliberativo decidir sobre aceitação ou não do resultado da assembleia, como se o órgão menor pudesse deliberar sobre o que o maior e soberano já firmou, quando o que lhe resta é somente cumprir a decisão.

Isso mostra atitude que nas lides forenses denominamos de recalcitrância, quando uma das partes, por mais que o direito não lhe venha socorrendo, insiste em teses de toda sorte, até mesmo esdrúxulas, tentando talvez vencer pelo cansaço ou pelo menos atrasar a solução.

E mais, mostra um apego desmesurado e incompreensível pelo poder, de um grupo que sabe que foi eleito para um triênio e que só por isso – mesmo que não houvesse fracassado - ao final dele deve limpar as gavetas e se retirar. Mas de modo impenetrável e indecifrável quer se agarrar ao comando tal como um moribundo que tenta adiar o seu fim.

Espero que um mínimo senso crítico impere sobre os recalcitrantes derrotados e saibam aceitar democraticamente o resultado das urnas, retirando-se do comando do clube com alguma dignidade.

Debate

  • "Incompreen$$$$$ível? Vai saber...."

    Rafael L. | 08/10, 10h22

  • "Estão destruindo o meu Coritiba há anos. Agora que já estamos agonizando querem mais o que?
    Apagar de vez o Glorioso. Isso não é gesto de coxas brancas autênticos, mas de grupos de mercenários que estão sugando o sangue e a glória do Clube em beneficio próprio."

    Dorvalino J. | 07/10, 10h11

  • "E hoje a Tribuna noticiou que Samir pretende concorrer à reeleição! É muito escárnio."

    Emerson Faria | 07/10, 09h21

  • "O Mafuz, em sua coluna de hoje, mostrou a realidade do Coxa."

    ALVARO A. | 06/10, 12h58

    • "Desculpa amigo, mas pra ler as babosadas deste senhor assumido anti-Coxa, tem que estar desesperado.
      Ao contrário de jornalista ele é sensacionalista e está sempre zoando com o time que ele passou 65 dos 70 anos dele, vendo ser superior em tudo ao seu querido Pathetico !
      Esta diretoria do CFC é ridulicula mas me nego a dar audiência prá o pathetico Mafuz !!!"

      Marcio K. | 07/10, 17h33 | Móvel

  • Ver todos os comentários (25)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Felipe Rauen

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Classificação Brasileiro

Internacional 35
Flamengo 35
Atlético-MG 32
Fluminense 29
São Paulo 27
Santos 27
Palmeiras 25
Fortaleza 24
Grêmio 24
10º Ceará 22
11º Atlético-GO 22
12º Sport 21
13º Corinthians 21
14º Bahia 19
15º Bragantino 19
16º Botafogo 19
17º Vasco 18
18º A.Paranaense 16
19º Coritiba 16
20º Goiás 11

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Jayme G. 154 pts.
Bruno O. 140 pts.
CARLOS CARLOS 136 pts.
Luiza Emanuela Oliveira 136 pts.
Eden Leão 132 pts.
Rupson F. 132 pts.
Rafael Minoli 129 pts.
Anderson85 Anderson85 127 pts.
Selma R. 127 pts.
10º cleverson k. 124 pts.
11º Marcos Kuff 124 pts.
12º Ricardo Honorio 124 pts.
13º Persio F. 121 pts.
14º Walber Gonçalves de Queiroz 120 pts.
Valdir T. 120 pts.
16º Giovanne Smaniotto 119 pts.
j. miranda 119 pts.
18º Álvaro M. 119 pts.
19º Sanjiro J. 118 pts.
20º Adriano Leal 116 pts.
21º Marco Ferreira 116 pts.
22º Ezequiel B. 115 pts.
23º Tiago Z. 115 pts.
24º Evaldo Maciel 114 pts.
25º Waldir J. 113 pts.
Adilson P. 113 pts.
27º MARCELO ARAUJO 113 pts.
28º Johnny F. 112 pts.
Ailton Batista Vieira Filho 112 pts.
30º Dorvalino J. 112 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Anuncie sua empresa aqui a partir de R$9,90 mensais!

Comparação com mais de 30 bookmakers!

Encontre o melhor bookie para apostadores brasileiros em casa-de-apostas.com.

 



Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2020 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet