COXAnautas - Coritiba Eternamente

30 DIAS GRÁTIS DO CAMPEONATO PARANAENSE Em parceria com a DAZN, o site COXAnautas está oferecendo 30 dias gratuitos pra você assistir ao campeonato Paranaense de 2020. Clique aqui e faça seu cadastro gratuitamente.

30/01, 15h25 | Bola de Couro | Felipe Rauen

Um castigo merecido e o DAZN

Ontem, contra o Operário, mais uma apresentação que resultou em fracasso em razão das circunstâncias.

Tratava-se de um jogo em casa, tendo de um lado um time que envergava a camisa de um grande clube e que há alguns anos era o maior do Paraná, e de outro um time do interior. Ainda que este venha se mostrando uma boa equipe, estando em quarto lugar no estadual, sempre a vantagem técnica e psicológica deveria ser do Coritiba pela sua dimensão e por jogar em casa.

Pois assim foi se desenhando o jogo - mesmo sem um primor de apresentação - facilitado pela expulsão de um zagueiro adversário ainda no primeiro tempo, até que, após o intervalo, voltando do vestiário vencendo por 1 x 0, o time se apequenou, tratando de procurar “administrar” a partida e não de defini-la. Como a sorte não ajuda aos medrosos, quando a partida se encaminhava para o final falhou a zaga e principalmente o Wilson e foi tudo por água a abaixo e deixamos de marcar mais dois pontos em casa pela segunda vez.

Mas vamos ainda ter esperança, embora só dela vivamos nos últimos anos. Quem sabe o time se mostrará melhor com o retorno do Nathan Ribeiro, se o Rodolpho, o Renê Jr. e o Sassá se afirmarem e se o Galdezani se desta vez mostrar que não será a estrela cadente de 2017. Não conto ainda com o Giovani Augusto, por quase nada saber sobre ele, nem com o Jadson, se vier, por não se saber se está em forma física e técnica. Mas na medida em que esses podem dar alguma esperança, já passou da hora de deixar de lado o Thiago Lopes e o Nathan, cujas saídas seriam reforços.

O DAZN.

Assinei o DAZN para assistir ao campeonato paranaense. Suponho que a empresa tenha interesse em saber a opinião dos que têm assistido aos jogos, e aqui vão minhas observações.

Nos três primeiros jogos houve falhas na transmissão, com interrupções do sinal, ainda que rápidas, mas ontem foi perfeita, o que indica que o aplicativo corrigiu o problema de sinal.

Quanto ao material humano, gostei muito das narrativas e comentários dos jogos. Ontem uma surpresa, uma mulher na transmissão, um pioneirismo que poderá ser marcante. No tocante a acompanhar o ritmo do jogo e saber narrar ela se saiu bem, tem potencial e talvez seja um marco de conquista feminina na área. Vamos observar.

Porém, ela precisa conhecer o futebol paranaense, especialmente os clubes da capital. Ontem iniciou chamando o nosso time de CUritiba, embora tenha acertado logo depois. Lendo a mensagem de um espectador, disse que ele era “de Pilzarzinho”, o que parece indicar que pensou que se trataria de uma cidade, pois nome de bairro se refere com o substantivo masculino. Depois, afirmou que o Operário nunca fora campeão estadual, embora o seu título seja ainda recente, o que corrigiu em seguida, provavelmente alertada pelo comentarista. Por fim, indagou deste último a razão de não estar o Galdezani no banco de reservas, quando todos sabem da sua lesão, fato que qualquer jornalista esportivo deveria saber.

E quanto à jovem repórter, convém que seja alertada para ficar mais atenta e não perder tempo com comentários irrelevantes. Para dar um exemplo, ontem, no momento em que o comentarista falava sobre a expulsão do zagueiro do Operário, entrou para dizer que um torcedor e dirigiu ao banco de reservas para pedira ao Sassá a sua camisa. Mas logo depois, quando de uma substituição, a narradora perguntou quem estava saindo, e ela disse que iria conferir, embora a placa já tivesse sido levantada com a indicação. O que importava mais ao espectador?

Esses apontamentos não as desmerecem, mas mostram que precisam aperfeiçoar trabalho.

De qualquer modo, o resultado é positivo.

Debate

  • "Em relação ao DAZN, tem que melhorar muito ainda...quem narrar deve conhecer os jogares ,... comentárista Gil Rocha sem condições...e o camera tem que reprisar os lances quando a partida estiver parada, e não em um ataque de perigo , ontem contra o Londrina perdiamos lances de perigo pq estavam mostrando lances anteriores , ou filmando torcida , ou filmando o tempo ...ai é brincadeira."

    Jose Carlos R. | 03/02, 17h35

  • "Acho legal que a galera esta postando comentarios positivos em relacao ao DAZN. Porem, eu tenho um comentario negativo para os torcedores que moram fora do Brasil como eu. Aqui no Canada, quando se acessa o aplicativo ou o site, os jogos brasileiros nao estao disponiveis, acredito ser algo em relacao a regiao. Entao o unico jeito de acompahar eh por radio. Se alguem tiver alguma sugestao de como assistir os jogos fora do Brasil, por favor compartilhe. :)"

    Gustavo G. | 03/02, 12h19

  • "jogo ruim, com mais um frango desse goleiro que não vai embora daqui... Nos rebaixou, vazou quando a coisa engrossou e ainda voltou pra colocar o goleiro do acesso no banco,. Tenha santa paciência!!! esse barroca até agora tem sido uma fraude. Odeio técnico que inventa improviso. Coloca zagueiro de lateral, ponta de centroavante etc. E a transmissão, pelo amor de deus!!! Era um tal de cruzou e alguém cabeceou... Sabia o nome do rafinha só..."

    Marcus C. | 01/02, 01h49

  • "Parabéns dazn... 4 transmissões excelentes"

    WILLIAM J. | 01/02, 00h09 | Móvel

  • "o DAZN devia fazer teste com narradora em jogo de time de interior com pouca audiência para pegar as "manhas" depois narrar um jogo grande.. não é ser machista e analisar a performance.. pra mim foi péssima.. deu vontade de deixar no mudo e ouvir a rádio.."

    Rony A. Stacoviaki S. | 31/01, 18h35

  • Ver todos os comentários (20)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Felipe Rauen

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Anuncie sua empresa aqui a partir de R$9,90 mensais!

Comparação com mais de 30 bookmakers!

Encontre o melhor bookie para apostadores brasileiros em casa-de-apostas.com.

 

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2020 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet