COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

08/10, 09h03 | Falando de Bola | Ricardo Honório Alves

Até quando esperar

“Não é nossa culpa
nascemos já com uma benção
mas isso não é desculpa
pela má distribuição.”..
Plebe Rude


Olhei incrédulo para a escalação do Coritiba assim que ela foi divulgada. Esperava qualquer coisa, menos que o Jorginho repetisse contra o Grêmio a covarde sistematização tática utilizada no empate contra o São Paulo.

Se não bastasse a incompetência do treinador do Coritiba, ao repetir a escalação, Jorginho dava um tapa na cara de todo torcedor Alviverde, mostrando que ele faz o que quer no Coritiba e ponto final. E pior, mostrou ainda a falta de comando diretivo do clube, uma vez que se tivéssemos um dirigente que entendesse de futebol e que tivesse moral para cobrar o treinador, jamais veríamos repetir tal escárnio.

A derrota para o Grêmio pode ser creditada em sua totalidade ao treinador do Coritiba. A covardia tem seu preço, e ela não demorou três minutos para cobrar. E mais, levou mais alguns minutos para mostrar que a covardia tem um preço ainda mais alto quando é reincidente.

Quando o treinador resolveu alterar tudo aquilo que covardemente fez as coisas melhoraram, e por pouco o Coritiba não empatou um jogo que se desenhava como uma grande goleada para o time gremista.

E aí questionamos o porque dessa covardia toda, se quando estava melhor distribuído em campo o Coritiba conseguiu ser um pouco mais efetivo.

A covardia tática do time não foi a única barbaridade de Jorginho na partida contra o Grêmio. A colocação de Guilherme Biro como lateral-esquerdo mostra o quanto o treinador brinca com o futebol do Coritiba.

O clube tem dois bons laterais-esquerdos, Kazu e Ângelo, que sabe-se lá o porque, não são aproveitados no time profissional e desceram para o Sub-20. Na estreia do time na Copa do Brasil ontem, ambos fizeram gols na vitória por 3x0 sobre o Palmas. Enquanto no time profissional vemos um meia improvisado na lateral, na equipe de base vemos dois bons jovens jogadores mostrando que podiam ao menos ser uma opção para o setor.

A diretoria manteve Jorginho, talvez dando-lhe uma última chance contra o Fortaleza. Esse é o grande problema que assola o Coritiba há anos. Esperando sempre para depois. Jorginho não deveria nem ter voltado. Já que voltou, deveria ter sido mandado embora depois da derrota para o Fluminense, não foi. Deveria ser demitido depois do que fez contra o São Paulo, não foi. Poderia ainda ser demitido após repetir a escalação contra o Grêmio, não foi. Agora apostam as fichas em uma vitória sobre o arrumado Fortaleza que, jogando com um a menos, venceu o líder do campeonato.

A diretoria só está protelando o que vai acontecer mais cedo ou mais tarde. Sabemos que a permanência de Jorginho tem prazo para acabar. Até quando esperar?

Dizem por aí que o presidente Samir Namur, de forma cínica, falou que irá com Jorginho até o final, uma vez que já que foi a torcida que pediu a volta do treinador, ela que arque com a responsabilidade. Não quero acreditar que o presidente foi tão infeliz a ponto de dizer tal barbaridade. Se isso é verdade, a covardia não reside somente nas atitudes do treinador, mas também no mandatário do clube, que coloca nas costas da torcida a responsabilidade pela sua inaptidão para trabalhar no futebol.

Saudações Alviverdes
Ricardo Honório

Debate

  • "Salve, amigo Ricardo Honório! Atrasado nos comentários, a justificativa fica por conta do decepcionante choque de domingo somado à frustrante surpresa desta quarta-feira.
    Compareço não por obrigação, mas pelo dever de me solidarizar, ponto por ponto, vírgula por vírgula, com todo o contexto de mais uma de suas elucidativas narrativas.
    Resta agora esperar por um dupla motivação de bons momentos ao final da partida deste sábado: o primeiro deles nos traz antecipadamente a grata certeza de uma leitura na coluna "De Olho no Lance" sob a sua tradicional ótica que nos transporta ao Couto através de palavras transformadas em nítidas imagens. Vale a pena, seja qual for o resultado, pois nos faz presentes.
    O segundo momento, este na expectativa de um inimaginável acerto de Jorginho, será a comemoração de uma vitória vinda de um acerto na escalação. Bem "peneirados", embora não supercraques, temos no elenco atletas certos para o lugar certo – complementando o elenco junto a alguns que já se firmaram.
    Que os mais novos, aqueles no aguardo de mostrar suas qualidades, entrem no decorrer do jogo substituindo veteranos estreantes e titulares vindo de recentes contusões. Que seja redimido um deles, o garoto que "pagou o pato" pelo erro de uma estratégia maluca.
    Tudo no lugar, a justificativa final: toda a minha torcida tem por meta a chegada de uma nova diretoria com nosso sofrido Coritiba ainda na Série "A". Nada justifica a atual gestão. Nem mesmo uma milagrosa sequência de vitórias até o decisivo dezembro. Estarei no aguardo, Honório: "De Olho no Lance". SAV!"

    Luiz Roberto | 09/10, 20h04

  • "Onde está a contagem regressiva pra saída do Samir e seu G5 ?

    Grande Abraço"

    Luiz Bueno Franco | 09/10, 08h52

    • "Salve, colega alviverde! Provavelmente você é sócio e está entrando no modo de visualização da nova "Home" do site.
      Ainda em fase experimental, as demais (blogs e matérias informativas) continuam no antigo formato. Caso queira a página principal também no formato original (mantendo Contagem Regressiva, com suas horas, minutos ), clique no rodapé sobre o link "Quero retornar ao site antigo". SAV!"

      Luiz Roberto | 09/10, 18h35

  • "Concordo com sua sugestão Rafael C.
    Na minha escalação, só não teria lugar o Martinez, ao meu ver.
    Reveja a sua também, até porque não é possível escalar 12 jogadores...
    SAV"

    Wilson M. J. | 09/10, 00h22 | Móvel

    • "kkkkkkkkkkkkkkkk"

      R. L. Zanetti | 09/10, 08h33

    • "kkkkk verdade Wilson! É q para o Jorginho mudar o esquema de 3 volantes vai ser difícil. Concordo com vc, reitero o time sem o Martinez. Mas acho q é capaz dele escalar o Biro novamente, desta vez como meia, ao lado do Giovani Augusto, sem o Neilton. Enfim, o Jorginho faz tanta lambança q confunde até os corneteiros kkk SAV"

      Rafael C. | 09/10, 09h45 | Móvel

  • Ver todos os comentários (28)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Ricardo Honório Alves

O Blog

O Blog "Falando de Bola" é comandado pelo estudioso do futebol Ricardo Honório e visa abordar tudo que envolve o mundo da bola, focando, claro, no Coritiba. Adversários, tendências do futebol atual, táticas, mercado da bola, futebol internacional e tudo que estiver ligado ao tema você encontrará nesse espaço, que tem o objetivo de ser uma verdadeira "arquibancada virtual", onde o assunto é sempre ela: a bola.

O Autor

Ricardo Alexandre Honório Alves, mais conhecido como Ricardo Honório, funcionário público federal. Coxa-Branca desde 1975, tem como maior ídolo o craque Tostão, maior jogador que viu jogar com a camisa Coxa. Louco por futebol desde criança, tinha como hobby colecionar figurinhas e a Revista Placar, além da leitura diária de jornais esportivos. Com isso desenvolveu o gosto por acompanhar tudo que envolvia futebol e não apenas o Coritiba, o que o tornou Colunista do COXAnautas desde 2005, convidado pelo amigo Luiz Betenheuser, sendo o responsável pelas informações não só do Coritiba, como principalmente dos adversários do Verdão.

Classificação Brasileiro

São Paulo 57
Atlético-MG 53
Internacional 53
Grêmio 50
Flamengo 49
Palmeiras 48
Fluminense 46
Santos 45
Corinthians 42
10º A.Paranaense 39
11º Ceará 39
12º Atlético-GO 36
13º Bragantino 35
14º Sport 32
15º Vasco 32
16º Fortaleza 32
17º Bahia 29
18º Goiás 26
19º Coritiba 25
20º Botafogo 23

Bolão Paranaense

Melhores Colocados

Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2021 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet