COXAnautas - Coritiba Eternamente

07/08, 11h26 | Falando de Bola | Ricardo Honório Alves

Entre altos e baixos, saldo é positivo

Voltar a vencer em casa foi importantíssimo neste final de primeiro turno. Com os três pontos, o Coritiba encerrou sua participação terminando na primeira parte da tabela.

O time não jogou um futebol primoroso, pelo contrário, ainda está muito aquém do que pode mostrar, mas fez um jogo seguro, controlando a partida e não dando chances de reação a uma Chapecoense, que parecia estar mais com a cabeça em Barcelona do que no Couto Pereira.

Após três jogos sob o comando de Marcelo Oliveira já dá para ver o dedo do treinador no time.

A defesa se mostra melhor postada, principalmente pelos lados do gramado. Não vemos mais a avenida que tínhamos pelo lado direito. Soma-se a isso a subida de rendimento de Léo, que principalmente ontem fez um bom jogo.

A meia-cancha ainda é uma incógnita. Se por um lado, o esquema com três volantes protege melhor a zaga, por outro o time ainda sofre com a falta de criatividade ali. A volta de Alan Santos, o melhor do jogo com a Chapecoense, já dá uma baita diferença no time, que precisa também que Matheus Galdezani volte a jogar. Jonas vem fazendo bem a sua função de marcador, roubando muitas bolas por jogo, mas na hora da construção de jogadas tem dificuldades. A entrada de Thiago Carleto na meia deu uma opção diferente ao treinador, que passou a ter uma jogada mais forte pelo lado esquerdo, porém o time continua carente da armação de jogadas na faixa central. A volta de Anderson pode resolver este problema.

O ataque parece ser o setor mais fortalecido com a chegada de Marcelo Oliveira. A efetivação de Alecsandro parece ter dado resultados, já que o jogador tem se dedicado e também parece ter assumido o papel de líder do time dentro de campo. Mas a principal alteração do treinador é na forma com que Rildo está jogando. Antes estático nas laterais do gramado, agora o atacante tem liberdade para atuar, passando de “marcador de lateral” para um atacante que foi o principal jogador do time nas duas últimas partidas, criando jogadas e marcando gol.

Coincidência ou não, o fato é que esta mudança de ataque fez o Coritiba passar a produzir mais no setor ofensivo.

Pelo equilíbrio no campeonato, tudo ainda está aberto para o Coritiba após estas dezenove rodadas. O time está tanto perto dos times que se classificam para a Libertadores quanto da zona do rebaixamento.

A impressão que se tem é que há tempos não se mostra tão viável se classificar para a Libertadores. Com exceção de Corinthians e Grêmio, as demais equipes não conseguem se sobressair às outras e com isso deixam em aberto todas as disputas do campeonato.

Se não fosse a seqüência negativa de apenas uma vitória em doze jogos, e os vários pontos desperdiçados dentro de casa, e o Coritiba estaria em uma posição muito melhor na tabela. Mas o saldo ainda é positivo se compararmos este final de primeiro turno da equipe Coxa com o de anos anteriores.

Na parte de baixo da tabela, ao que parece Atlético/GO e Avaí deverão carimbar seus passaportes para a segundona no próximo ano. Para o Coritiba escapar ainda faltam 22 pontos. E essa deverá ser a primeira meta neste início de returno. Atingindo esse número, aí sim partir para metas maiores, que são plenamente possíveis.

Um fator interessante e que pode ajudar o Coritiba é que o time, até a partida contra o Botafogo, em 23/09, pela vigésima sexta-rodada, só terá jogos ao final de semana, tendo o técnico Marcelo Oliveira tempo para treinar o time e o os jogadores se recuperarem após os jogos.

Mas é preciso ainda reforçar o time. Algumas peças não conseguem manter a regularidade.

Dois nomes são ventilados: Ernando, zagueiro do Inter, e Marquinhos, meia-atacante que está no Sport.

Ernando é um ótimo zagueiro, que foi encostado no Inter devido ao rebaixamento. O jogador foi considerado um dos melhores zagueiros do campeonato brasileiro nas temporadas 2012 e 2013 quando atuava pelo Goiás. Fez mais de 150 jogos pelo Inter em três temporadas. Números interessantes para um jogador que tempos atrás despertou o interesse de equipes como o Corinthians. Apesar de estar em baixa no time gaúcho pode ser um ótimo reforço para o Coritiba, chegando para assumir a titularidade do time.

Já Marquinhos é um cigano no futebol brasileiro. Surgiu muito bem no Vitória e teve passagens por grandes clubes como Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro e Internacional. Tecnicamente é um jogador muito bom, de drible fácil e velocidade, mas sofre com lesões e não consegue se firmar em nenhum clube. Mas é outro jogador que em boas condições físicas pode ser muito útil.

Assim, os dois nomes cogitados são jogadores que podem ajudar muito a equipe neste campeonato brasileiro.

Agora é esperar para ver se estas contratações irão se confirmar.

Saudações Alviverdes
Ricardo Honório

Discordou:
+9 Concordou:

Debate

  • "Pois bem, tudo considerado, o Coritiba tem de vencer a primeira do segundo turno, em Goiânia, contra o Atlético Goianense, e agregar os três pontos. Avante, Coxa!"

    João B. | 11/08, 00h23

  • "Até agora, pelo menos, no início do segundo turno, entre altos e baixos, saldo é positivo. Vitória em Goiás, então."

    J. Mario | 08/08, 17h56

  • ""sofre com lesões" .. então esse vem pra cá se tratar, pode escrever"

    Luis D. | 08/08, 10h36

  • "Este entra e sai do DM é resultado das contratações erradas desta mega incompetente diretoria. Ao invés de analisarem a performance os resultados e a frequência dos atletas no DM de seus clubes antes de os contratarem não fariam tanta burrada. Todo atleta contratado pelo coxa, chega fica uns três meses se recuperando no DM, mais um tempo para entrar em forma e somente depois quando alguém machuca tem uma chance de estrear. E não é de hoje que isto acontece. Talvez a demorava-se ao fato das negociatas que são realizadas com os membros do conselho e diretoria para rachar os caraminguás $$$."

    Carlos M. | 08/08, 08h38

  • "Análise precisa e criteriosa. O Marcelo, paulatinamente, está dando uma nova fisionomia à equipe. Os retornos do Werley, do Anderson e do Kleber, indiscutivelmente, vão melhorar o time. Torço para que os reforços ventilados, caso concretizadas as tratativas, contribuam para o fortalecimento do grupo."

    Tadeu A. | 07/08, 22h41

  • Ver todos os comentários (21)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Ricardo Honório Alves

O Blog

O Autor

Classificação Brasileiro 2018

Fortaleza 19
CSA 15
Avaí 14
Coritiba 14
Vila Nova 13
Figueirense 12
Paysandu 12
Atlético-GO 11
São Bento 11
10º Guarani 10
11º Oeste 9
12º Brasil de Pelotas 8
13º Londrina 8
14º Sampaio Corrêa 7
15º Ponte Preta 7
16º Juventude 7
17º CRB 6
18º Boa Esporte 4
19º Goiás 2
20º Criciúma 1

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Lucas G. 61 pts.
Ademir Carlos p. 55 pts.
Jair Kluska 55 pts.
Arno Ombrellino 54 pts.
Cristian C. 54 pts.
Antonio Alvaredo Filho 54 pts.
Rosemeire V. 53 pts.
JORGE H. 53 pts.
Fernando Taschetto 53 pts.
10º Luiz Alberto Bulgarelli Girão 53 pts.
11º Marcelo G. 52 pts.
12º Luci M. 52 pts.
13º Ricardo L. 51 pts.
14º Raphael Kussumoto 51 pts.
15º Marcelo N. 50 pts.
Rupson F. 50 pts.
17º Aramis Vieira 50 pts.
Alysson Delalibera 50 pts.
19º Valmir Faria 49 pts.
20º Jackson M. Jeranoski 49 pts.
21º Tiago L. 49 pts.
22º CARLOS AUGUSTO B. 48 pts.
José Lima 48 pts.
Walter Carvalho 48 pts.
25º Clairton Cleto 48 pts.
26º Johney S. 48 pts.
27º Fabio C. 47 pts.
28º Edison S. C. 47 pts.
v. j. cruchelski 47 pts.
Marcos José Kuff 47 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

TV COXAnautas

Ainda não tá bom!

Com um "convidado" bem conhecido e especial, falamos da vitória de 1 x 0 contra o Brasil de Pelotas e o que precisa ainda acontecer no Coritiba.

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2018 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet