COXAnautas - Coritiba Eternamente

24/01, 09h01 | Falando de Bola | Ricardo Honório Alves

Falta muita coisa

Alguns dizem que ainda é cedo para fazer alguma avaliação sobre a equipe do Coritiba, que em dois jogos, conseguiu uma boa vitória fora de casa e um frustrante empate dentro do Couto.

A temporada está apenas começando, dizem alguns. Outros falam: O Giovanni ainda nem estreou e outros reforços irão chegar! E tem até que eles que comparam o Coritiba com os grandes do futebol nacional: O Flamengo empatou com o Resende, o Corinthians perdeu para o Guarani e o Atlético/MG perdeu para o Tombense.

Seja a análise que for, eu tinha dito no último programa da TV COXAnautas que teria pouca paciência com o time do Coritiba, e que na primeira partida já poderíamos ter um pouco de noção do que vinha pela frente em 2019.

Pela exibição no empate com o Maringá, e pelas dificuldades apresentadas, principalmente nos setores de criação e ataque, percebeu-se claramente que a goleada contra o Foz do Iguaçu foi um ponto fora da curva, e que o time ainda está bem longe do ideal.

E não digo longe do ideal apenas nas formas tática, entrosamento e física, afinal estamos apenas no início da temporada e é normal que o time ainda esteja ganhando corpo nestes quesitos.

O que falta ainda é técnica, ou seja, jogadores mais capacitados e que consigam desenvolver de forma eficiente suas funções dentro de campo.

Com exceção de Wilson, Alan Costa, Vitor Carvalho e Matheus Bueno, que terminaram o ano como titulares, com exceção do goleiro que estava machucado, e de Sávio, Fabiano e João Vitor, jogadores recém-contratados, a equipe está sendo formada por atletas que eram reservas do fraco time de 2018. Ou seja, Alex Alves, Kady, Iago Dias e Nathan não eram titulares de uma equipe que naufragou na temporada passada e em 2019 iniciam entre os onze que começam as partidas.

Ao menos na teoria, poderíamos dizer que o setor ofensivo do Coritiba, que já não era grandes coisas em 2018, está ainda mais fraco em 2019, quando a expectativa à época da contratação de Rodrigo Pastana era de que o diretor de futebol conseguiria melhorar o time.

Mas justamente para o setor ofensivo chegou apenas Welinton Junior, que parece não ter caído nas graças de Argel. E enquanto a novela Rodrigão não acaba, o Coritiba segue sem centroavante, dependendo de Nathan e Iago Dias para furar as defesas adversárias.

Ontem estreou o promissor Igor Jesus, que parece ter grande futuro, mas o garoto precisa ser melhor trabalhado e não ser alçado a condição de “salvador da pátria”, para que não aconteça o mesmo que aconteceu com Thalisson Kelven, Julio Rusch e Yan Sasse, que de revelações passaram a condição de emprestados.

Assim, evidencia-se cada vez mais de que o Coritiba precisa ser reforçado. Recordo que no início do ano, antes da apresentação do time, Rodrigo Pastana disse que o Coritiba tinha oito jogadores acertados. Até o momento apenas seis foram apresentados. E os dois que faltam não resolverão os problemas da equipe. É preciso muito mais.

O lado positivo da partida de ontem foi a boa atuação do lateral-direito Sávio. De aposta a titular, o jogador vem mostrando que pode ser uma boa surpresa em 2019.

Perguntar não ofende?

Quando virá o jogador do Inter que foi envolvido na troca com Matheus Galdezani?

Saudações Alviverdes
Ricardo Honório

Debate

  • ""Senhores,

    REALIDADE PARTE 1: Desculpe o choque de realidade, mas o Sr.Samir ganhou a eleição, não gosto dele, acho ele pífio, até antes mesmo da fatídica eleição, mas ganhou, por democracia...pedimos o afastamento do presidente e seu "G5" via conselho que mais uma vez demonstrando covardia decidiu deixar os mesmos no cargo ...a torcida organizada não faz um protesto relevante como era antigamente...está passiva...adormecida...

    Então...não tem muito o que se fazer agora, a não ser rezar...isso mesmo...que surja uma luz de alguns jogadores novatos ou algum fato novo ...mas temos que parar de reclamar escrevendo pois não vai adiantar nada...vai ficar muito chato ler de todos os mesmos xingamentos...

    Somos o novo Botafogo/RJ na década de 80...time que vai perdeu torcida ao longo das décadas pela falta de títulos, vive de glórias do passado...sua torcida na arquibancada na maioria é idosa, maioria acima dos 60 anos...poucas crianças...etc..etc...

    O Atlético/PR viu a gente ter estádio melhor nas décadas de 70,80,90..., o Atlético jogou a semi-final do brasileirão de 83 no Couto poxa...até eu fui ver o Zico...viu a gente ser campeão brasileiro em 85 e liderar o paranaense...agora viraram o jogo...quem sabe isso nos traga uma esperança de dias melhores podem vir...se eles conseguiram mudar do que eram porque nós não mudamos também...quem sabe...

    Grande Abraço Torcida Coxa..continuo torcendo aqui de Goiânia...
    Franco""

    Luiz Bueno Franco | 28/01, 17h40

  • "Respeito todas as opiniões mas pelo andar da 'carruagem' em relação ao time do ano passado pode até melhorar um pouco mas não o suficiente, com as contratações anunciadas até agora e com o atual treinador. Tomara nos surpreendam."

    J. Mario | 25/01, 16h23

  • "É obvio que é inicio de temporada. E como a preparação do time começou apenas neste ano, ou seja, deixou-se de aproveitar o final do ano passado quando o time não tinha mesmo para onde ir, nem A, nem C.
    Fazer previsões quanto a melhora ou piora do time é perda de tempo. Acho muito mais prático avaliar a condição atual do time em confronto com o que se acredita ser necessário para alcançar os objetivos.
    Neste sentido creio que pode-se dizer que, a defesa e o sistema defensivo não foram testados. Os adversários são muito fracos, não sobreviveriam a série D. O meio de campo é inoperante ofensivamente. E o ataque inexiste.
    Diferente do que tínhamos no ano passado? Não, talvez pior (socorro).
    Neste sentido, pensando numa escala em que 0 é chance nenhuma de subir à série A e 10 é a certeza, diria que no momento estamos no nível 2.
    Por enquanto, nada leva a crer que chegaremos perto do nível 10, mas, sabemos que o time que disputará o campeonato brasileiro será formado mesmo na semana de início, se tivermos sorte."

    Wilson de Souza | 25/01, 15h10

  • "E o FDP do Argel ainda teve coragem de dizer na entrevista coletiva que o time estava fazendo uma apresentação de GALA.

    Esse babaca é cego e estava assistindo outro jogo.

    É muito garganta esse cara.""

    G. do Carmo | 25/01, 13h03

  • "Acredito q dessa vez temos alguns jogadores dando repostas positivas. Começamos com Sávio, Alan Costa e Fabiano (nada de excepcional, mas regular). Faltam uns 2 zagueiros, para dar tranquilidade. Na meia cancha creio que João Vitor e Mateus Bueno se mostraram capazes, e Vitor Carvalho está em baixa técnica incrível (creio que não tem o fundamento do passe). Precisamos de uns 2 caras pra rodar. Giovani deve estar nessa meiúca. O Kady será o novo Ruy. A camisa pesa, ele deveria ter saído emprestado pra mostrar se é a camisa ou ele mesmo. Muito irregular. Iago me parece que reencontrou a sua forma física. Não é ruim, mas em forma pode ser um bom reserva. Precisamos do famoso 10 e do 9. Se vão trazer, não sei...mas acho que temos um ponto de partida."

    Mariel M. | 25/01, 11h57

  • Ver todos os comentários (48)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Ricardo Honório Alves

O Blog

O Blog "Falando de Bola" é comandado pelo estudioso do futebol Ricardo Honório e visa abordar tudo que envolve o mundo da bola, focando, claro, no Coritiba. Adversários, tendências do futebol atual, táticas, mercado da bola, futebol internacional e tudo que estiver ligado ao tema você encontrará nesse espaço, que tem o objetivo de ser uma verdadeira "arquibancada virtual", onde o assunto é sempre ela: a bola.

O Autor

Ricardo Alexandre Honório Alves, mais conhecido como Ricardo Honório, 42 anos, funcionário público federal. Coxa-Branca desde 1975, tem como maior ídolo o craque Tostão, maior jogador que viu jogar com a camisa Coxa. Louco por futebol desde criança, tinha como hobby colecionar figurinhas e a Revista Placar, além da leitura diária de jornais esportivos. Com isso desenvolveu o gosto por acompanhar tudo que envolvia futebol e não apenas o Coritiba, o que o tornou Colunista do COXAnautas desde 2005, convidado pelo amigo Luiz Betenheuser, sendo o responsável pelas informações não só do Coritiba, como principalmente dos adversários do Verdão.

Classificação Brasileiro 2019

Bragantino 58
Sport 52
Atlético-GO 48
Coritiba 46
América-MG 44
Paraná 44
Botafogo-SP 43
CRB 40
Operário 40
10º Ponte Preta 40
11º Brasil de Pelotas 37
12º Cuiabá 36
13º Guarani 35
14º Oeste 35
15º Vitória 33
16º Londrina 32
17º Vila Nova 30
18º Criciúma 29
19º Figueirense 28
20º São Bento 27

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Rupson F. 253 pts.
andre a. 245 pts.
CARLOS AUGUSTO B. 242 pts.
Leandro R. 237 pts.
Waldir Laska 234 pts.
Rui Valente 231 pts.
Leonel S. 230 pts.
Marcelo luczyszyn 222 pts.
Ricardo Honorio 221 pts.
10º Jose R. 218 pts.
Rodrigo P. 218 pts.
12º Hedy G. 213 pts.
13º Ido M. F. 211 pts.
14º Marcelo G. 209 pts.
Juarez Mocelin 209 pts.
16º Marcelo Carneiro 208 pts.
17º Marcio Cardozo 207 pts.
18º Tiago L. 207 pts.
19º João L. 205 pts.
20º Valdir T. 205 pts.
21º Job Grassi 204 pts.
22º Julio C. R. 203 pts.
23º Luiz C. 203 pts.
24º Alysson Delalibera 203 pts.
25º Ézio Ricardo 202 pts.
26º Gelson Roberto M. 202 pts.
27º L. Comeli 201 pts.
28º L. G. Coltro 201 pts.
29º Jorge Ihon J. 200 pts.
30º Antonio Alvaredo Filho 199 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias



Líderes do bolão:
1º Rupson F.
2º andre a.
3º CARLOS AUGUSTO B.
4º Leandro R.
5º Waldir Laska

(os 5 primeiros ganharão uma camisa oficial do Coritiba)

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet