COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

21/08, 08h54 | Falando de Bola | Ricardo Honório Alves

O amadorismo e a falta de coerência

Não é difícil entender o porquê do Coritiba estar nesta situação há anos. Os erros se repetem no Alto da Glória a cada gestão que assume. Cada presidente que assume vem com o discurso de que fará diferente, mas na prática todos caem na mesma vala comum.

Com o Samir Namur não está sendo diferente. Lembro muito bem de quando fizemos duas entrevistas com ele para a TV COXAnautas. O discurso parecia bonito, e enganou a muitos, inclusive a mim, não nego isso.

O que me chamou a atenção foi principalmente sobre o que foi falado sobre o futebol. As intenções eram boas, e, se colocadas em prática, o Coritiba poderia finalmente sair do marasmo que se encontrava.

Mas não demorou para que tudo aquilo que ouvimos tivesse se tornado pura falácia. Hoje, com quase três anos de gestão, que nada daquilo que foi falado colocou-se em prática.

A demissão do Barroca é o maior exemplo de que no futebol, tudo aquilo que se promete, não se cumpre.

Primeiro que o Barroca não deveria nem ter vindo. Ele pode até ser um bom treinador no futuro, mas para implantar seu modelo de jogo precisa ter elenco, coisa que no Coritiba dificilmente teria.

O primeiro desastre não demorou a acontecer. A eliminação para o modesto Manaus na Copa do Brasil trouxe um grande prejuízo não só financeiro ao clube, mas também técnico e moral. Nesta ocasião, percebeu-se que, não só o treinador, mas também os jogadores, não tinham o menor conhecimento do que aquela competição representava para o futuro do clube na temporada.

Sobrou o campeonato paranaense. A goleada sobre os reservas dos reservas do Athletico iludiu alguns, que disseram que finalmente o “barroquismo” estava dando resultados no Alto da Glória. Mas, as duas derrotas nas finais mostraram novamente o erro em trazer o treinador. Isso sem falar no erro de montagem do elenco, que fica visível a olhos nus.

O início desastroso no campeonato brasileiro só comprovou a tese de que foi um erro ter trazido Barroca. Apesar de não ser o único culpado, o treinador insistia em seu modelo de jogo, mesmo sem ter jogadores capacitados para cumprir as missões que lhe eram dadas. O resultado não poderia ser outro do que as quatro derrotas iniciais, que ocasionaram a sua demissão.

E é justamente neste ponto que eu quero mostrar a falta de coerência da diretoria do Coritiba na demissão do treinador.

Barroca já poderia ser demitido após a derrota para o Manaus, ou então, após a perda do campeonato estadual, ou até mesmo quando perdeu em casa para o Flamengo, quando viu sua equipe ser amassada pelo time carioca, que só não venceu por uma diferença maior de gols, porque ainda está longe do ideal técnico e físico.

Mas a diretoria resolveu lhe dar uma última chance, quando todos nós já sabíamos que a essa chance era apenas uma forma de protelar aquilo que se mostrava inevitável.

E a demissão veio na derrota para o Corinthians, justamente na melhor partida realizada pelo time no campeonato, quando mesmo com um jogador a menos desde os quinze minutos da primeira etapa, conseguiu por um espaço de tempo fazer uma partida digna, que nos desse esperança de que pelo menos lutaria para continuar na primeira divisão.

E o que aconteceria se Yan Sasse não fosse expulso de forma irresponsável e o time vencesse jogando mal, ao contrário do que mostrou no primeiro tempo? Barroca e Pastana seria mantidos apenas por uma vitória?

Isso prova que a coerência passa longe dos dirigentes Alviverdes, que com seu amadorismo vão transformando o Coritiba em um clube de bairro, sem credibilidade alguma na elite do futebol nacional.

Barroca, mesmo com seus erros e insistências sem sentido, foi mais uma vítima dos erros de um diretor de futebol e de uma diretoria amadora.

Enquanto os dirigentes acham que entendem de futebol, o Coritiba, em menos de três anos, vai para o seu oitavo treinador e o quarto diretor. Como fazer futebol deste jeito?

Saudações Alviverdes
Ricardo Honório

Debate

  • "Sem falar que o Samir jamais frequentou uma aula de matemática, provavelmente não sabe fazer uma simples conta de adição ou subtração, senao vejamos: Em 2018, sob o pretexto de economizar 2 milhões, montou um time horroroso e perdeu 50 milhões com a permanencia na serie B. Ano passado, não renovou com jorginho pois achava caro e queria economizar, trouxe o péssimo Barroca (mais um piazão no coxa). Rsultado, alem de ter de pagar o que jorginho pede, ainda vai ter de gastar uma grana na rescisão do barroca e pastana. Não é só de futebol que o moleque Samir não entende, matemática tambem passa longe dos conhecimentos desse desinteligente."

    Guilherme b. | 23/08, 21h58

  • "E para fechar:

    Não consigo acreditar no time que tem Robson, Wellisol, Patrick, Thiago Lopes e Cia."

    Marcos Santos | 22/08, 13h16 | Móvel

    • "Jorginho vai mexer. Fique tranquilo! E tem mais: estão voltando Nathan Ribeiro, Matheus Sales e Giovanni (a espinha dorsal na reta de classificação do ano passado). Ah!... Fora Samir!! Perdemos nove meses (Jorginho estava aqui, e bastava continuar seu trabalho com a mesma equipe, acrescida de reforços)."

      Luiz Roberto | 22/08, 19h19

  • "O Capenga do Mafuz escreveu em sua coluna que o Samir deveria ter a grandeza do Chinês, no futebol soubemos que é impossível já que o Samir demonstrou que não entende nada de futebol, mas no espírito de renúncia. O Evangelino renunciou pois entendeu que o Coxa precisa de um novo modelo, que veio com o triunvirato Malucelli, Prosdócimo e Mauad. Já que o Samir não teve a grandeza do Chinês no futebol, que pelo menos tenha o espírito de renúncia que do velho presidente, pensei no bem do Coritiba. Mas é claro que para uma decisão desta o cidadão tem que se desapegar da vaidade.

    Quanto ao novo comando técnico e diretoria, mostra desespero. Assim como no ano passado, quando perigávamos não subir apelou para o estátua de tetra campeão do Jorginho, esse ano o fantasma do rebaixamento assombrou o Samir e ele correu atrás da única fórmula que "deu certo" em suas gestão. E o Pelaipe é para ver se consegue algum bom jogador de favor do Grêmio ou do Fla, já que é um cara com contatos.

    Estou me perguntando desde a contratação do Jorginho: Ano passado, com Rafinha e Giovanni, quase que o Jorginho não nós subiu. Este ano, sem os dois + as contratações do Pastana, teremos sucesso na série A?

    Podem me chamar de pessimista, mas só um milagre nos salva da série B."

    Marcos Santos | 22/08, 13h14 | Móvel

    • "Ontem, aqui mesmo no site COXAnautas foi publicada matéria onde se lê: "Contratado após a demissão de Umberto Louzer, Jorginho dirigiu o time em 15 jogos na Série B, com um retrospecto de nove vitórias, cinco empates e uma derrota, com um aproveitamento de 71,1%". O detalhe é que pegou um time em frangalhos, detonado pelos dois técnicos que o antecederam (antes de Louzer, tivemos Argel – ambos no mesmo ano em que Jorginho chegou, já no final de setembro!). Debite o "quase não nos subiu" a Samir,Pastana, Argel e Louzer. Jorginho chegou para nos salvar. Só perdeu uma em 15!
      SAV!"

      Luiz Roberto | 22/08, 19h11

    • "Concordo.
      O aproveitamento do Jorginho foi espetacular, mas foi sofrido e com o time jogando mal. Mas concordo que é a melhor opção de momento. O erro foi não ter renovado, mas isto tenho certeza que foi culpa do Pastana.

      Eu acreditei no Samir, mas hoje vejo que ele é a raiz do problema do Coritiba."

      Marcos Santos | 23/08, 08h44 | Móvel

  • Ver todos os comentários (25)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Ricardo Honório Alves

O Blog

O Blog "Falando de Bola" é comandado pelo estudioso do futebol Ricardo Honório e visa abordar tudo que envolve o mundo da bola, focando, claro, no Coritiba. Adversários, tendências do futebol atual, táticas, mercado da bola, futebol internacional e tudo que estiver ligado ao tema você encontrará nesse espaço, que tem o objetivo de ser uma verdadeira "arquibancada virtual", onde o assunto é sempre ela: a bola.

O Autor

Ricardo Alexandre Honório Alves, mais conhecido como Ricardo Honório, funcionário público federal. Coxa-Branca desde 1975, tem como maior ídolo o craque Tostão, maior jogador que viu jogar com a camisa Coxa. Louco por futebol desde criança, tinha como hobby colecionar figurinhas e a Revista Placar, além da leitura diária de jornais esportivos. Com isso desenvolveu o gosto por acompanhar tudo que envolvia futebol e não apenas o Coritiba, o que o tornou Colunista do COXAnautas desde 2005, convidado pelo amigo Luiz Betenheuser, sendo o responsável pelas informações não só do Coritiba, como principalmente dos adversários do Verdão.

Classificação Brasileiro

Internacional 35
Flamengo 35
Atlético-MG 32
Fluminense 29
São Paulo 27
Santos 27
Palmeiras 25
Fortaleza 24
Grêmio 24
10º Ceará 22
11º Atlético-GO 22
12º Sport 21
13º Corinthians 21
14º Bahia 19
15º Bragantino 19
16º Botafogo 19
17º Vasco 18
18º A.Paranaense 16
19º Coritiba 16
20º Goiás 11

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Jayme G. 154 pts.
Bruno O. 140 pts.
CARLOS CARLOS 136 pts.
Luiza Emanuela Oliveira 136 pts.
Eden Leão 132 pts.
Rupson F. 132 pts.
Rafael Minoli 129 pts.
Anderson85 Anderson85 127 pts.
Selma R. 127 pts.
10º cleverson k. 124 pts.
11º Marcos Kuff 124 pts.
12º Ricardo Honorio 124 pts.
13º Persio F. 121 pts.
14º Walber Gonçalves de Queiroz 120 pts.
Valdir T. 120 pts.
16º Giovanne Smaniotto 119 pts.
j. miranda 119 pts.
18º Álvaro M. 119 pts.
19º Sanjiro J. 118 pts.
20º Adriano Leal 116 pts.
21º Marco Ferreira 116 pts.
22º Ezequiel B. 115 pts.
23º Tiago Z. 115 pts.
24º Evaldo Maciel 114 pts.
25º Waldir J. 113 pts.
Adilson P. 113 pts.
27º MARCELO ARAUJO 113 pts.
28º Johnny F. 112 pts.
Ailton Batista Vieira Filho 112 pts.
30º Dorvalino J. 112 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Anuncie sua empresa aqui a partir de R$9,90 mensais!

Comparação com mais de 30 bookmakers!

Encontre o melhor bookie para apostadores brasileiros em casa-de-apostas.com.

 



Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2020 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet