COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

04/01, 09h32 | Futebol: Razão x Emoção | Fernando S. Melo

Queridos Torcedor e Follador,

Com mais ou menos incompetência, os últimos presidentes do Coxa tentaram implantar seus projetos. Mas todos esbarraram nos três maiores obstáculos de um clube de futebol falido como o Coxa:

1. Imprensa.
2. Torcida.
3. Dinheiro.
(4. Conselho velho e cheio de "opositores"  mas vamos falar só dos 3 primeiros agora).

Esses três problemas - comburentes- se retroalimentam. Se não há dinheiro, não há time. E a imprensa adora jogar mais luz nas nossas vergonhas e pôr o dedo em nossas feridas.

Fazendo isso, ela incita a raiva da torcida e dos conselheiros, pela falta de vitórias causada pela falta de time causada pela falta de dinheiro,  e o que geralmente nossos dirigentes fazem? Gastam mais pra dar uma resposta imediata ao torcedor médio e ao conselheiro irresponsável- ou mesmo mal intencionado - e faz exatamente o que o Coxa não precisa, reiniciando o ciclo desastroso e pondo mais uma pá de cal em nossa sepultura.

O caminho é simples na teoria porém quase impossível na prática: conseguir manter-se na elite do futebol sem muito dinheiro, a fim de com economia gerar receita sobretudo passando de fases na copa do brasil e  vendendo jogadores da base.

Agora, se você é um torcedor que está esperando títulos, vitórias, saiba que você faz mal ao Coritiba.
Toda vez que você xinga um piá da base, porque errou um passe nesse lixo de paranaense, você queima nosso patrimônio.


Coloquemos, torcedores, nas nossas cabeças que nós temos que renascer, começar do zero. Nao esperem nada do Coxa, deixem a diretoria trabalhar, mas deixem de verdade. O coxa está doente e o tratamento não é um band-aid, é QUIMIOTERAPIA!

Ao Follador e sua equipe alguns passos são fundamentais:

1. Enfrentar a imprensa e colocar os pingos nos is dessa relação. A imprensa precisa do Coxa pra existir, não o contrário. Chega de acesso aberto ao CT, chega de atleta falando com repórter e chega de vazamentos internos. Nosso conselho está repleto de "fontes" que adoram "lacrar" soltando furos aos alcoviteiros setoristas.

2. Enfrentar as reclamações do torcedor. Educar o torcedor. Trabalhar em prol do futuro do clube e não para dar satisfação imediata à torcida.

3. Pagar os débitos: profute, ato trabalhista, etc. Gastar menos do que arrecada e acumular dinheiro.

Fazendo isso, por, no mínimo, 5 anos ininterruptos, quem sabe possamos sonhar em nos mantermos sempre bem colocados na série A.

Debate

  • "Essa coluna e os comentários deveria ser acompanhado pelos diretores do Coritiba."

    Irineu R. | 15/01, 11h08 | Móvel

  • "Nãop tenho tempo para esperar tudo isto que esta propondo, quero solução para ontem, seu fOLLADOR NÃ ERA O CARA, DA SEUS PULOS."

    Divonsir Assis | 07/01, 00h20

  • "Só concordo com a parte do dinheiro, pois sem grana fica difícil as opções ficam mais escassas.

    Mas a resposta é competência, simples! Com menos dinheiro tem que ter mais assertividade nas contratações. O que vi na gestão do Samir (no futebol, para deixar bem claro) foi uma passividade oriunda de profissionais de futebol acomodados - Os caras estavam sentados esperando ligações de empresários. Tem que prospectar o mercado e ir atrás (Não tem cabimento o Coxa, na Série A, contratar jogadores que são terceira opção de time da série B, com todo respeito à Ponte Preta).

    Quanto à torcida, não é difícil agradar, ela quer ver um time bem montado, com esquema tático definido, com disposição em campo - sem atletas se arrastando ou com dificuldades técnicas básicas. O torcedor do Coxa não é idiota e sabe que não pode esperar um Barcelona com o orçamento que temos. Mas quando um jogador erra um passe pela 10ª vez irrita.

    E a imprensa esportiva comenta os jogos, se o time joga mal vai falar o que?

    Volto a dizer, para tirar o Coxa desta situação é preciso assertividade e isso só é possível com competência. Espero que esta nova gestão consiga ser eficiente em todas as áreas do Clube, pois não podemos mais errar."

    Marcos Santos | 06/01, 15h17

  • "Importante esclarecer que o Conselho só vota e discute projetos. Não interfere na politica e admnistração do clube. Também é renovado a cada eleição de 3 em 3 anos. Portanto não existe Conselho velho. Os conselheiros são eleitos pelos votos proporcionais de cada chapa e são selecionados por idade. Isso porém não siginifica que ser mais velho é sinonimo de inconpetencia e sim garantia de muita experiencia."

    Savino V. | 05/01, 11h34

    • "Savino sua teoria é interessante, mas vejo exatamente o contrário. Nosso conselho é composto de muita gente, que mais atrapalha do que ajuda. Imagine que não há consenso entre um casal, quem dirá de quase 200 pessoas dando pitaco. O conselho pressiona sim, e se o presidente não tiver conhecimento e convicção, ocorre exatamente o que aconteceu nos últimos 03 anos. Nosso estatuto é sim velho e ultrapassado, o que é muito o reflexo de nossos conselheiros. SAV"

      Paulo P. | 05/01, 12h44

  • Ver todos os comentários (24)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

O Blog

O presente Blog é feito de textos, opiniões e debates frutos da luta constante entre a razão e a emoção. Razão que tenta explicar e compreender o futebol com argumentos ponderados, estatísticos, lógicos; enquanto a emoção simplesmente quer gritar, rir e pular nas vitórias, chorar nas derrotas, sem qualquer preocupação com o motivo, o contexto, ou a justiça do resultado. Que vê qualquer jogo que passa na T.V., que assiste todos os programas esportivos, que ama o futebol e ainda mais o Verdão, que suporta um turbilhão de emoções por conta do que alguns consideram apenas um simples jogo e ainda consegue justificar racionalmente este sofrimento: este Blog é pra Você!

O Autor

Ao chegar em Curitiba em 1973, o migrante Otacílio Pereira Melo, oriundo de Guanambi-BA, poderia ter escolhido qualquer time para torcer. Mas o Campeão Paranaense e do torneio do Povo daquele ano, que tinha em seu elenco Aladim, Jairo, Zé Roberto, além de capitão Hidalgo, o escolheu primeiro. Nascia uma história de amor. E por conta desse amor, graças aos deuses do futebol o autor também não teve escolha. Sua primeira foto, logo na saída da maternidade, é com um “TIP TOP” do Verdão. O Título de campeão brasileiro veio quando ainda se quer podia andar, mas ao por pela primeira vez os pezinhos no Couto, entendeu o porquê de toda aquela paixão e respeito de seu pai pelo Coritiba. E assim Fernando Schumak Melo cresceu, comendo pipoca e descascando amendoim – velhos tempos - no Couto Pereira, aprendendo a entender e amar o Coritiba e o mais apaixonante esporte de todos: o futebol. Hoje, o advogado formado pela Direito de Curitiba, especialista em processo civil pela PUCPR, mestrando em Ci?ncia Pol?tica pela UFPR, sócio fundador do escritório Schumak & Luz, músico, guitarrista amante do rock’n’roll, marido da Camila, filho da Rosely, continua e continuará ao lado do Glorioso, seguindo sempre os ensinamentos do velho migrante: “Torça em primeiro lugar, depois reclame!”

Classificação Brasileiro

São Paulo 57
Internacional 56
Atlético-MG 53
Grêmio 50
Flamengo 49
Palmeiras 48
Fluminense 46
Santos 45
Corinthians 42
10º A.Paranaense 39
11º Ceará 39
12º Bragantino 38
13º Atlético-GO 36
14º Sport 32
15º Vasco 32
16º Fortaleza 32
17º Bahia 29
18º Goiás 26
19º Coritiba 25
20º Botafogo 23

Bolão Paranaense

Melhores Colocados

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias

Colunistas e Opinião

COXAnautas - com o Coritiba desde 1996

1996-2021 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet