COXAnautas - Coritiba Eternamente

+5 Concordou:
Jorge Ihon J.
Rhégis Marcos
Fábio Silva
Thiago C.
Vicente G.

06/03, 16h57 | Fala COXAnautas! | Rhégis Marcos

Categoria de Base... que base?

Gerson, Rafinha, Miranda, Henrique e Adriano. Hélcio, Toby e Alex. Jetson, Keirrison e Pachequinho.

Fazendo um breve exercício de memória, montei essa equipe formada em casa pelo Coritiba. Sob os olhares atentos de mestres como Professores Miro, Aramis e Sizico, dá saudade do futebol de verdade jogado por gente Coxa-Branca, de sangue e alma Verde e Branca.

E o que falar de jogadores como Zambiasi, Heraldo, Rafael, Índio, Reginaldo Nascimento, o próprio Wilson, Cleber Arado, Tostão, e tantos outros que poderiam muito bem ter sido formados aqui, pois defenderam o Verde e Branco com raça, amor e paixão.

Ainda existem outros grandes nomes de um passado glorioso, mas somente escrevendo daqueles que lembro ter visto jogar, não tem como comparar e pensar: como hoje em dia não somos mais capazes de formarmos um time competente somente com os garotos da base? Ou melhor: como os moleques da base não tem no mínimo “o mesmo comportamento” destes que lembrei agora?

A resposta é o futebol moderno.

Esse tal futebol moderno, de arenas com lanchonetes gourmet e CTs de última geração, de DIFs, FIPs, FUDIPS e tantos outros softwares e sistemas de acompanhamento e análises de desempenho, de descoberta de talentos que nos ofereceram os Vanás, Rodrigos Ramos, Thiagos Lopes, Yans Sasses, Evandros, Henriques Gelains da vida, e uma infinidade de garotos que não tem condição se quer de engraxar as chuteiras dos que há pouco recordei com a nossa camisa.

Me perdoe as más palavras, mas eles são os menos culpados... mesmo com suas preguiças de correr, com seus erros de passes de 2 ou 3 metros de distância, mesmo sem frieza frente ao arqueiro adversário... depois que deixamos de captar valores nos campinhos de bairro, deixamos de ouvir vozes como de experts como o Professor Miro, entramos nessa decadência.

Hoje, qualquer garoto tipo Mosquito da vida, com seus 14 anos, já tem empresários e falam em muitos dólares e euros, já tem suas marras e seus cabelinhos moderninhos... tem suas redes sociais e seus parças, mas não tem o respeito, não tem o compromisso e nem a gratidão com a camisa que o formou, com o torcedor da arquibancada... seu compromisso: chuteiras coloridas, fotos em mídias sociais e todas as futilidades que a geração de hoje traz consigo.

A base, não só no futebol mas na vida, é a educação, o respeito e a família; a categoria, você vê no respeito à instituição... até nossos dirigentes são do futebol moderno e enquanto isso, o nosso Coritiba vai acabando pelas mãos da molecada do prédio, os amigos do parquinho, a galerinha do zap zap e do insta... Não é possível voltar no tempo, mas lembrar dos jogos em estádio raiz, com bandeiras, foguetes, cânticos e milhares de pessoas indo pro Couto nos domingos dia de jogos, isso com certeza podemos, posso e vou fazer pois isso me fez Coxa-Branca, não esses últimos Coritibas que me deram pra torcer.

Autor: Rhégis Marcos

Debate

  • "Jetson era horroroso, cara."

    Pedro R. | 10/03, 21h10

  • "Deveria ter um auxiliar técnico do time principal que seria responsável para transição da base ao profissional. Acompanhando de perto cada atleta com análise técnica, tática, física e psicológia a fim de melhorar o aproveitamento dos atletas da base."

    Thiago C. | 10/03, 19h26

  • "Dos atuais garotos, só enxergo potencial no Igor Jesus.
    Talvez pela sua origem humilde (filho de pescador) possa ter a atitude e o amor pelo clube tal qual os elencados em seu texto.
    Porém só o futuro dirá. Isso se derem as oportunidades necessárias ao menino."

    Marcelo G. | 08/03, 14h46

  • "Falou e ponto final."

    João B. | 08/03, 07h10

  • "Excelente texto, falou tudo. Saudade do professor miro e do futebol raiz. Hj é tudo piazada de prédio e barzinho."

    Guilherme b. | 07/03, 17h12

  • Ver todos os comentários (5)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Classificação Paranaense 2019

Grupo 2

Coritiba 7
Rio Branco 7
Paraná 6
Cascavel 6
Cianorte 6
FC Cascavel 3

Bolão Paranaense

Melhores Colocados

Antonio Alvaredo Filho 41 pts.
Edil Macedo dos Santos 37 pts.
Gilmar Francisco das Chagas 35 pts.
O. Yossafat 34 pts.
Marcos J. Kuff 34 pts.
Persio F. 30 pts.
Vitor Guedes 29 pts.
Elizabeth G. 29 pts.
Luiza O. 28 pts.
10º Rodolffo F. 28 pts.
11º José A. Lima 28 pts.
12º Jackson M. Jeranoski 27 pts.
13º Leandro R. 26 pts.
J. Mario 26 pts.
15º Beatriz G. 25 pts.
William Richard R. 25 pts.
17º Marcelo Carneiro 24 pts.
Sanderson 24 pts.
19º Ademir Carlos p. 24 pts.
Tiago L. 24 pts.
21º Claudio S. 24 pts.
22º Jose R. 23 pts.
23º Agostinho N. 23 pts.
24º LEONARDO LEONARDO 22 pts.
E. DE S. L. 22 pts.
26º Jorge Luiz Lopes 22 pts.
27º Antonio Picoli 22 pts.
28º Ido Martini N. 21 pts.
29º Luiz Rodriguez 21 pts.
Mauro S. 21 pts.

Ver classificação completa

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet