COXAnautas - Coritiba Eternamente

Brasileirão | 12/11, 21h20

Rebaixamento ainda ronda o Coritiba

O Coxa empatou em casa com a Ponte e perdeu uma boa oportunidade de se distanciar da ZR. Os mais de 20 mil torcedores que foram ao Couto voltaram pra casa levando desconfianças e um resultado que não estava no programa.

Coritiba e Ponte Preta fizeram um primeiro tempo de muita marcação, deixando o jogo amarrado como era de se esperar. Os resultados da rodada deram à partida uma tensão ainda maior em função dos resultados, especialmente para a Ponte, que abria uma diferença ainda maior com o ponto conquistado pelo Vitória no empate com o Grêmio. Ao Coritiba cabia vencer, porque jogava em casa apoiado pela torcida, mas ainda numa situação de perigo que ainda requer muito cuidado.

A primeira boa oportunidade foi do Coxa. Depois de bonita troca de passes entre Carleto e Rildo, na entrada da área, o atacante deixou Carleto na cara do gol, com belo toque de calcanhar. Carleto preferiu ajeitar para trocar de pé e perdeu o tempo do chute, dando tempo para a zaga da Ponte tirar o perigo da área.

A melhor oportunidade da primeira etapa foi com Rildo aos 9 minutos, depois da troca de passes entre Leo e Henrique Almeida. Rildo chegou atrasado, se jogando, tentando alcançar a bola que passa cruzando o gol de Aranha. Jogada que poderia ter mudado a história do jogo, mas que serviu para acordar a Ponte, que passaria a ter mais cautela com as jogadas do Coritiba que nasciam pela direita, com Tiago Real.

A partir daí o Coritiba sumiu na partida, errando muito, com os jogadores de meio de campo jogando muito longe uns dos outros, numa noite de pouca inspiração de Alan Santos, que vinha sendo a cabeça pensante do time nas últimas partidas. Num erro na saída de bola pelo meio, Rildo atrasou mal e criou a melhor oportunidade para a Ponte. Werley salvou o Coritiba chegando antes de Leo Gamalho.

Aos 35 minutos o lance mais polêmico no primeiro tempo. Depois do cruzamento de Carleto, Tiago Real tentou de cabeça, mas foi empurrado por Jeferson, que ao mesmo tempo tocou com o braço na bola. O árbitro Elmo Alves Resende, de Goiás, mandou o lance seguir.

No intervalo, Jonas teve problemas estomacais e o Coritiba voltou para a segunda etapa com Kleber, o Gladiador. O que parecia colocar o Coritiba mais na frente, apenas melhorou a partida em qualidade na segunda etapa. Os dois times buscavam mais o gol. Coritiba conseguiu trabalhar mais a bola. Com isso o Coxa teve mais posse de bola, mas foi a Ponte que chegou com mais perigo.

Aos 17 minutos e meio Daniel entrou, finalmente estreando com a camisa Coxa neste brasileiro e arrumou a meia cancha, que até a sua entrada vivia de poucos momentos de inspiração. Marcelo Oliveira optou pela saída de Henrique Almeida.

O jogo só ganhou ares novos a partir dos 19 minutos. Depois da cobrança de escanteio, Leo Gamalho apareceu se enfiando entre a zaga Coxa e de cabeça colocou a Ponte na frente, fazendo 1x0. Dois minutos depois, numa bobeira da defesa da Ponte, num bate e rebate, a bola toca em Yan Sasse e vai parar dentro do gol de Aranha. 1 x 1. O Jogo ficou aberto com os dois times buscando o gol.

As chances apareceram e os atacantes tiveram suas oportunidades. O Coritiba continuou com mais posse de bola, mas sem muita força ofensiva. O Coxa chegou, sempre buscando as jogadas com Kleber, que ainda busca a sua melhor forma técnica e física. Getterson no lugar de Yan Sasse foi outra opção que Marcelo Oliveira experimentou, mas que pouco funcionou.

Com muita doação, mas pouco resultado prático, o empate com a Ponte não foi o pior resultado, já que os resultados dos concorrentes diretos ainda continuam sendo bastante favoráveis ao Coritiba.

A folga que poderia ter para fugir ainda mais da ZR, com uma vitória, acabou não vindo. No meio da semana há novo confronto que coloca o time mais uma vez em pressão, precisando vencer o Flamengo, com mais uma oportunidade jogando em casa.

Debate

  • "Pois é, depois da bolinha jogada contra a Ponte, voltamos todos a ficar com o c. na mão!!! E a nossa brilhante diretoria continua a piada de sempre, agora deixando ir embora os poucos atletas razoáveis que temos (Carleto, A Santos...), é um calvário sem fim!!"

    Henrique J. | 14/11, 18h18

    • "Todo mundo achava que a Ponte já estava morta, assim como estão achando que o Flamengo já desistiu do brasileirão. Tem q entrar em campo com mais vontade e parar de achar q os adversários vão amolecer. Nessa reta final, o único time que vi entrar de pé murcho foi o Fluminense, mas não tivemos competência pra vencer...."

      Fabio S. | 14/11, 18h44 | Móvel

  • "Jogar e ganhar do Flamengo é melhor que jogar contra a Ponte."

    Paulo Henrique | 14/11, 17h24

    • "Na nossa posição na tabela é ruim jogar contra qualquer um......infelizmente."

      André S. | 14/11, 17h38

    • "Os caras vem com Diego, Everton Ribeiro e Cia Ltda. Bem mais fácil mesmo!!!!!"

      Fabio S. | 14/11, 19h08 | Móvel

  • "Nosso destino é sofre até o final. Repito : Quando ouvi as entrevistas depois do jogo contra o flumerdense "Agora temos 2 jogos em casa". Eles parecem passar a responsabilidade da vitória para o estádio, porque contra a Macaca, apesar dos penaltis não dados, não vi vontade de vencer neles. Tem sido traiçoeiro essa história de "2 jogos em casa" este ano..."

    Luis D. | 14/11, 16h41

    • "Somente contra poodles e palmeiras no primeiro turno vencemos as duas em casa seguidamente, já nos demais "2 jogos em casa" ..."

      Luis D. | 14/11, 16h46

  • "Sr. Fabio S, em resposta a sua indagação, a resposta se resume numa única palavra. "COMPETÊNCIA". O que está faltando há tempos no nosso COXA."

    Carlos M. | 14/11, 09h05

  • "O pior que o Sr. Daniel, veio no início do ano, ficou 8 meses no DM, se recuperando, comendo do melhor e dormindo em cama de luxo e agora que voltou vai jogar 3 partidas e cai fora. Daí nossa "competente" diretoria vai sair correndo no início do ano verificando quais os encostados, idosos, veteranos, bixados, chinelinhos dos times para contratá-los e cuidar da sua recuperação. Entra ano, sai ano e é sempre a "lesma lerda"."

    Carlos M. | 14/11, 09h03

    • "Daí o Sr Ernesto Pedroso vai na imprensa dizer que nosso elenco não fica nada atrás dos elencos dos.maiores do país...."

      Fabio S. | 14/11, 11h27 | Móvel

    • "Na boa, essa múmia desse Ernesto Pedroso deveria ser proibido de pisar no Couto a partir de 2018!"

      Fabio S. | 14/11, 11h28 | Móvel

  • Ver todos os comentários (133)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Classificação Brasileiro 2017

Corinthians 71
Grêmio 61
Palmeiras 60
Santos 56
Cruzeiro 55
Botafogo 51
Flamengo 50
Vasco 50
Bahia 49
10º Chapecoense 47
11º Atlético-MG 47
12º São Paulo 45
13º A.Paranaense 45
14º Coritiba 43
15º Fluminense 43
16º Vitória 39
17º Ponte Preta 39
18º Sport 36
19º Avaí 36
20º Atlético-GO 33

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Ricardo M. 253 pts.
Andre T. 251 pts.
Alysson Delalibera 244 pts.
Marcelo N. 243 pts.
João L. 243 pts.
Wagner Cancela 241 pts.
VALCIR J. C. 241 pts.
Valdir 237 pts.
Rosemeire V. 236 pts.
10º Maria N. 233 pts.
Diogo N. 233 pts.
12º Mauricio S. 233 pts.
13º José Paulo Macioski 232 pts.
Daniel N. 232 pts.
15º Thiago L. 232 pts.
16º douglas n. 231 pts.
Simone N. 231 pts.
18º Suzana F. 230 pts.
19º Ademir Carlos p. 230 pts.
20º Adriano R. 229 pts.
21º Franciano S. 229 pts.
Amos S. 229 pts.
23º Sanderson 227 pts.
vanessa n. 227 pts.
25º nancy m. 227 pts.
26º Jackson M. Jeranoski 225 pts.
27º P. Stonoga 224 pts.
28º Mauro 223 pts.
29º Ailton D. 222 pts.
30º Alexandre Franco 222 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias




COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet