COXAnautas - Coritiba Eternamente

17/07, 09h28 | Estrela Dourada | Marcus Popini

Dependência psicológica

Está na Wikipédia:

Dependência psicológica é a necessidade de determinado comportamento para viver normalmente e sentir-se confortável. Está fortemente associada às drogas, que podem causar dependência tanto psicológica quanto física. A dependência psicológica pode aparecer independentemente e é de tratamento lento e difícil, diferentemente da dependência física.

É disso que sofremos, nós, Coxas Brancas. E a nossa droga, no caso, é o Coritiba.

Senão, como explicar o motivo pelo qual desperdiçamos horas de nossas vidas, deixamos de viver momentos com nossos filhos e com a família, escolhemos a tensão ao invés da paz, rasgamos dinheiro comprando camisas e pagando a mensalidades de sócio, tudo em nome de algo que nunca mais nos deu nada que não sejam tristezas e desilusões?

Houvesse um meio de deixar de torcer para o Coritiba, eu certamente o faria. Descobrisse eu uma maneira de arrancar de dentro do peito esse amor insano, eu certamente viveria mais feliz. Ou, melhor dizendo, menos triste, pois condicionar a felicidade pessoal ao Coritiba, mais do que uma insanidade, seria uma imbecilidade.

Mas como conseguir isso? Como abrir a gaveta e não escolher aquela camisa alviverde, em meio a tantas outras? Como deixar a razão impor-se à emoção? Como apagar as lembranças de um Coritiba grande que já chegou, inclusive, a ser campeão do Brasil?

Talvez a resposta seja até simples. Talvez baste apenas deixar de lado a esperança. Resignar-se, aceitar que ela morreu, também, em 1989. Assim, cientes de que nossa realidade, hoje, é regida por pessoas que, diferentemente de nós, torcedores, não têm compromisso algum com o Coritiba que não seja locupletar-se com um cargo diretivo qualquer, seja para defender interesses pessoais, seja mesmo com boas intenções, mas nenhum preparo para realiza-las, talvez consigamos acordar desse sonho que virou pesadelo e que nos rouba não somente a alegria, mas também nos deixa acostumados com a humilhação, transformando-nos em torcedores medíocres.

...

Uma vitória nos últimos nove jogos. Cinco jogos seguidos em casa sem vitórias (3 pontos ganhos em quinze disputados). Tudo isso sob o “comando” do mesmo treinador que, a esta altura do campeonato do ano passado, estava no mesmo lugar em que está hoje, ali, no banco de reservas, inerte, perdido, perguntando aos jogadores em campo quem quer sair, quem está cansado, incapaz de por si só tentar algo diferente. Erro repetido, portanto.

E o que vemos de movimentação da diretoria do Coritiba para mudar esse cenário? Nada, absolutamente nada. Pois talvez esteja aí outra reposta para os questionamentos que fiz sobre como deixar essa dependência que temos do Coritiba, que tanto mal nos faz. Basta nos espelharmos em nossos dirigentes e no pouco caso que eles fazem do clube. Basta agirmos como eles e acharmos que as coisas resolver-se-ão sozinhas, por si só, sem que seja preciso tomar nenhuma atitude. Agindo assim, desconectados da realidade, tratando o Coritiba com desdém, talvez consigamos atingir o estágio que esses caras já atingiram, que é o de não fazer do Coritiba algo importante em suas vidas e, portanto, algo pelo qual não temos responsabilidade alguma.

Difícil para nós, porém, será conseguir conviver com esse vazio no coração...

+9

Debate

  • "Aprendiz, que almeja chegar um dia a treinador, é quem escala o time, enquanto isso a 'diretoria' nem aí .. o mau desempenho desse aprendiz em qualquer outro clube já lhe teria custado demissão. Com essa diretoria, esse 'aprendiz' e esse elenco mal qualificado, escapar da segundona já será um milagre, infelizmente a atual realidade do clube é essa."

    J. Mario | 19/07, 11h43

  • "Pachequinho tá fazendo e faz tempo hora extra no nosso amado Coxa , já deu...."

    Jose Carlos R. | 19/07, 00h12

  • "Da ponte quarta é bem provável que tiramos ponto, mas do flamídia? Eu não acredito, sinceramente, estou temendo ver a tabela depois deste jogo. É duro!"

    Moises de Castro | 17/07, 17h02

  • "Deixar de torcer está fora de cogitação, mas o desânimo e a desmotivação toma conta da maior parte dos torcedores."

    Tadeu A. | 17/07, 16h00

  • "Concordo com 90% do texto. Fico p* da cara, triste, derrotas com essa podem estragar meu dia. Mas nunca sequer cogitei deixar de torcer ou me perguntar o porquê de ser Coxa-branca. Mas concordo com o restante do texto, esse é o sentimento atual da torcida, e não culparia ninguém pelo desânimo."

    A. JÚnior | 17/07, 13h51

  • Ver todos os comentários (25)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Marcus Popini

O Blog

O Autor

Classificação Brasileiro 2017

Corinthians 71
Grêmio 61
Palmeiras 60
Santos 56
Cruzeiro 55
Botafogo 51
Flamengo 50
Vasco 50
Bahia 49
10º Chapecoense 47
11º Atlético-MG 47
12º São Paulo 45
13º A.Paranaense 45
14º Coritiba 43
15º Fluminense 43
16º Vitória 39
17º Ponte Preta 39
18º Sport 36
19º Avaí 36
20º Atlético-GO 33

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Ricardo M. 253 pts.
Andre T. 251 pts.
Alysson Delalibera 244 pts.
Marcelo N. 243 pts.
João L. 243 pts.
Wagner Cancela 241 pts.
VALCIR J. C. 241 pts.
Valdir 237 pts.
Rosemeire V. 236 pts.
10º Maria N. 233 pts.
Diogo N. 233 pts.
12º Mauricio S. 233 pts.
13º José Paulo Macioski 232 pts.
Daniel N. 232 pts.
15º Thiago L. 232 pts.
16º douglas n. 231 pts.
Simone N. 231 pts.
18º Suzana F. 230 pts.
19º Ademir Carlos p. 230 pts.
20º Adriano R. 229 pts.
21º Franciano S. 229 pts.
Amos S. 229 pts.
23º Sanderson 227 pts.
vanessa n. 227 pts.
25º nancy m. 227 pts.
26º Jackson M. Jeranoski 225 pts.
27º P. Stonoga 224 pts.
28º Mauro 223 pts.
29º Ailton D. 222 pts.
30º Alexandre Franco 222 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias




Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2017 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet