COXAnautas - Coritiba Eternamente

10/07, 13h22 | Bola de Couro | Felipe Rauen

Um erro político e jurídico. Ou o golpe.

Não há mais o que dizer sobre o desempenho do Coritiba, a não ser repetir e repetir. Então volto a um tema que ocupou este e outros espaços nos últimos meses de 2018.

Lembro que em novembro daquele ano 86 conselheiros do Coritiba protocolaram no Conselho Deliberativo um pedido de convocação de assembleia geral extraordinária para deliberar sobre o possível afastamento da direção que fracassava.

Antes, eu provocara o assunto aqui neste espaço. Veja aqui e aqui.

Na época houve quem dissesse que era o primeiro ano da gestão e que com o tempo os dirigentes aprenderiam a administrar, argumento esse raso e risível.

Falou-se também que a tentativa seria um “golpe”, como se o pedido de afastamento de dirigente em qualquer órgão associativo, empresarial ou público não fosse democrático desde que para correção de erros graves e com procedimento em obediência às regras estatutárias ou legais.

Sucederam-se então dias tumultuados, nos quais o presidente afirmou que lutaria em juízo para se manter no cargo, se necessário, até que no dia 26 do mesmo mês o Conselho Deliberativo, pelo voto da maioria de 81 membros dentre 160 comparecentes, deliberou pelo arquivamento do pedido.

Na ocasião, foi fator fundamental para o arquivamento a manifestação do ex-presidente Vilson Ribeiro de Andrade, o qual sustentou, mesmo que tenha sido opositor do presidente Samir nas eleições, que o afastamento da direção poderia gerar crises e danos à imagem do Coritiba e o clube deveria ser pacificado.

Em princípio conformei-me com o resultado, por razoáveis aqueles argumentos, mas principalmente por supor que o fato serviria como um “pito” na administração do Coritiba para que dali em diante corrigisse os rumos e aceitasse a informal colaboração de outros para reerguer o clube que estava afundando.

Mas o que se viu e vê é que o ocorrido de nada serviu para alterar os maus rumos desses jovens que assumiram o Coritiba tendo como ponto fundamental no currículo a afirmação de que estiveram presentes nas arquibancadas em todos os jogos das últimas temporadas. Sei que são honestos, nada jamais se ouviu em sentido contrário, mas se isso é muito nos tempos atuais, é muito pouco se não houver boa gestão concomitante, e esta está sendo um desastre pela incompetência na condução do futebol, atividade meio e fim do Coritiba. Assim como costumamos dizer que um time ruim só pode melhorar se trocar os seus maus jogadores por outros mais qualificados, podemos dizer também que incompetência só se corrige com substituições de nomes. Sim, é possível aprender a ser competente, mas jamais ao custo de danos à instituição como se ela fosse um laboratório.

Além de estarmos frequentando apenas a metade da página de classificação, no final do semestre passado foi noticiado que teríamos caixa para sustentar a folha de pagamento dos jogadores somente até setembro. Situação em campo igual à do ano passado, e na administração pior, a se confirmar a informação. Se com os salários em dia alguns jogadores não se doam (talvez nem adiantasse, não têm qualidade mesmo) imaginem sem salários em dia. Sem time e sem dinheiro, o futuro do clube é mais assustador do que já é o presente.

Acredito que a esta altura muitos dos que votaram pelo arquivamento do pedido de apreciação da possível destituição da direção devem estar arrependidos ao ver que de nada resultou procurar pacificar o clube. Certamente assim votaram com as melhores intenções, mas delas se diz que o inferno está cheio.

Não dá para esperar que o relógio criado pelo site tenha que chegar ao seu fim. O Coritiba precisa de correções radicais e já. Pelo modo como as coisas andam no Alto da Glória, esperar até 2021 é grande risco, uma nova gestão pode encontrar o clube em situação muito mais difícil de reerguer do que em 2009/2010. Os coritibanos com liderança, notadamente integrantes do Conselho Deliberativo, não podem se omitir. Deixar de agir para não ferir o sentimento pessoal do presidente será colocar o clube em segundo plano. Deixar de agir por ver ameaça de judicialização da questão será falta de coragem. Deixar de agir para que cada vez fique pior e o seu grupo possa se habilitar a vencer a próxima eleição será ato que em nada qualificará quem assim proceder.

Na próxima coluna vou mostrar que o Conselho Deliberativo não tinha e não tem competência para arquivar de plano o pedido, o qual obrigatoriamente deveria ter sido remetido à assembleia geral para que esta dissesse se era procedente ou não.

Debate

  • "Rauen , perfeito ...sensacional sua explanação, não tenho nem o que tirar e nem por !!! Apenas assinar , aliás Rauen poderia se candidatar nas próximas eleições, ou caso de renuncia do Samir , pelo menos teríamos alguém com cérebro e ótimas idéias e projetos para o Coritiba..parabéns Rauen, falou tudo que eu penso e gostaria de falar."

    Jose Carlos R. | 15/07, 10h28 | Móvel

  • "Infelizmente são piores do que qualquer um poderia imaginar. Falo isso a respeito do G5 e do Conselho Deliberativo.O Conselho ainda pode mudar sua imagem, espero que haja alguém com coragem lá, caso contrário, acaba o Clube."

    Davi M. | 15/07, 10h25

  • "Acertou em tudo!!! Falta comprometimento de verdade desse conselho...."

    Joel K. | 15/07, 09h09

  • "Caro Dr. Rauen, mais uma vez perfeito em suas considerações.
    Estamos abandonados à própria sorte, sem comando na direção do clube, sem comando e qualidade na direção do futebol, sem qualidade dentro de campo,exceto alguns bons jogadores como: Wilson, Rafinha (ainda está devendo), Rodrigão e mais alguns garotos da base. Outros que mais vivem no DM, que não recupera ninguém ou que leva um ano para recuperar qualquer lesão mais simples. E, um Conselho omisso composto, inclusive, por torcedores adversários, infiltrados, para detonar a instituição CORITIBA. Estamos com septissemia, ou seja, infecção generalizada, com todos os órgãos entrando em falência. Ou se usa um tratamento de choque, com antibióticos potentes e de última geração, deixando o paciente em coma induzido, para poder se recuperar ou podem providenciar o funeral!
    Sinceramente, não acredito em mais nenhuma palavra, proposta ou o que quer que seja, que venha dessa direção atual.
    A estratégia de redução de ingressos é só tentar dar água ao paciente que está morrendo.
    Estádio lotado, torcida presente, somente com um grande time, com rendas espetaculares, receita de patrocinadores, transmissão de TV e disputando títulos importantes! SAV"

    Washington B. | 14/07, 12h34

  • "Disparado, o melhor colunista do site. Isso pra não dizer que, comumente, costuma ser o único que realmente acrescenta alguma coisa às discussões sobre o clube."

    Pedro R. | 12/07, 13h29

  • Ver todos os comentários (26)

Comente também!

Apenas torcedores cadastrados e verificados podem comentar. faça seu login aqui.

Equipe COXAnautas

Mais colunas de Felipe Rauen

O Blog

O nome “Bola de Couro” serve para revelar a geração do autor, que acompanha o Coritiba desde o tempo em que elas eram efetivamente de couro natural, e não sintéticas como hoje. Além de estar atento ao futebol moderno, especialmente graças à tecnologia que tornou o mundo uma aldeia global, o blog de vez em quando trará algumas reminiscências das tantas glórias de que o Coritiba é coberto e que estão mais na memória de cada um do que em imagens físicas, atendendo também a um nicho da “velha-guarda” de Coxanautas que se manifestou desde a primeira coluna do autor. Mas todos, de qualquer geração, serão bem-vindos a colaborar e criticar em espaço que se pretende democrático.

O Autor

Benedito Felipe Rauen Filho, conhecido como Felipe Rauen, é coxa-branca de terceira geração, pois tanto seu avô como seu pai também o eram. Em parte da infância e da juventude morou na rua Maria Clara, a cem metros do estádio do Coritiba, do qual desde casa sentia o "cheiro". Transferiu residência para o Rio Grande do Sul em 1976, onde iniciou carreira como Juiz de Direito, hoje aposentado. Está aculturado naquele Estado em vários aspectos, mas jamais no futebol, pois não adotou time local e torce somente para o Coritiba. É conhecido em todos os círculos que frequenta em terras gaúchas como coxa-branca, conseguindo que inúmeros amigos gremistas e colorados tenham o Coritiba como segundo time ou pelo menos mostrem por ele simpatia. Desde fevereiro de 2.009 é Cônsul do Coritiba em Porto Alegre. Cardiopata, dá trabalho regular ao cardiologista em razão das emoções vividas com e pelo Coritiba, mas tem certeza de que o coração coxa-branca se manterá forte ainda muito tempo para ver o clube alcançar mais e mais glórias.

Classificação Brasileiro 2019

Bragantino 59
Sport 53
Atlético-GO 49
Coritiba 47
América-MG 47
Botafogo-SP 44
Paraná 44
CRB 43
Operário 43
10º Ponte Preta 41
11º Cuiabá 39
12º Brasil de Pelotas 38
13º Guarani 35
14º Londrina 35
15º Oeste 35
16º Vitória 33
17º Figueirense 31
18º Vila Nova 31
19º Criciúma 29
20º São Bento 27

Bolão Brasileiro

Melhores Colocados

Rupson F. 263 pts.
andre a. 256 pts.
CARLOS AUGUSTO B. 251 pts.
Leandro R. 246 pts.
Waldir Laska 241 pts.
Rui Valente 237 pts.
Leonel S. 234 pts.
Ricardo Honorio 229 pts.
Marcelo luczyszyn 228 pts.
10º Jose R. 224 pts.
11º Marcelo G. 222 pts.
12º Rodrigo P. 221 pts.
13º Hedy G. 219 pts.
14º Juarez Mocelin 218 pts.
15º Marcio Cardozo 218 pts.
16º Marcelo Carneiro 218 pts.
17º Ido M. F. 217 pts.
18º Julio C. R. 216 pts.
19º João L. 213 pts.
20º Gelson Roberto M. 213 pts.
21º Bruno P. 211 pts.
22º Job Grassi 211 pts.
23º Tiago L. 211 pts.
24º Luiz C. 209 pts.
25º Antonio Alvaredo Filho 207 pts.
26º Johnny Pietrobelli 207 pts.
Ézio Ricardo 207 pts.
28º Valdir T. 207 pts.
29º Robson R. 205 pts.
30º Alysson Delalibera 205 pts.

Ver classificação completa

Notícias em Destaque

Veja aqui todas as notícias



Líderes do bolão:
1º Rupson F.
2º andre a.
3º CARLOS AUGUSTO B.
4º Leandro R.
5º Waldir Laska

(os 5 primeiros ganharão uma camisa oficial do Coritiba)

Colunistas e Opinião

COXAnautas - Coritiba Eternamente

1996-2019 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba
Desenvolvido por Race Internet